Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

7 sinais de que o dependente químico Precisa de Internação.

Você sabia que existem 7 sinais de que o dependente químico precisa de internação em clínicas de recuperação para dependência química e alcoolismo?

A recuperação para dependentes químicos e alcoólatras é algo que muitas das vezes é imprescindível quando o assunto é institucionalização em casas de tratamento, mas você sabia que existem 7 sinais de que o dependente químico precisa de internação em clínicas de recuperação para dependência química e alcoolismo?

Do mesmo jeito que os comportamentos vão se alterando a maneira que a dependência vai se instalando ao longo do processo evolutivo da doença, é interessante salientar que existem comportamentos que acendem um sinal amarelo quando a questão em jogo é a internação.

Sendo assim, vale ressaltar que muitas pessoas que estão em procedimento de recuperação em suas casas, muitas das vezes não conseguem abandonar o comportamento de uso e necessitam de um apoio mais incisivo quando se trata de recurso terapêutico para esse tipo de terapia, o da dependência química.

Por isso é imprescindível que mesmo que se comece o procedimento de recuperação com apoio medicamentoso e com psicoterapia sem a internação, é necessário que fique-se atento ao comportamento do paciente que é dependente de álcool e drogas sendo assim observa-lo e caso ele apresente os 7 sinais de que o dependente químico precisa de internação urgente, tomar uma atitude é mais que uma ajuda, e sim um ato de salvação.

Por isso, nós do Encontre Clínicas vamos ajudar você a entender esses sinais para poder realizar o procedimento de internação da maneira mais eficaz, independentemente de como deverá ser realizado, voluntário ou involuntariamente.

Em recuperação não se deve descuidar, agora a atenção é redobrada

Quando se abre o jogo em uma intervenção e se aceita a ajuda, por mais que se comece um tratamento de acordo para a dependência química, é interessante salientar que não é fácil. Aceitar a doença não é uma coisa que acontece da noite para o dia nem para o dependente e muito menos para a família, e quando se começa o tratamento a recuperação não se deve descuidar, agora a atenção é redobrada em ambas as partes.

O dependente químico tem que tentar se conter, manter o controle e focar na recuperação. Além disso, mesmo com a medicação tem que lidar com a abstinência da droga ou no caso da bebida, do álcool.

E a família tem que, conjuntamente, lidar com processos que envolvem a codependência e a insegurança. Então é um cabo de aço que envolve duas partes e cada uma puxa de um lado.

 Porém, somos todos humanos, e não é fácil mudar um comportamento que já faz algum tempo que se tem, tanto para quem é dependente quanto para quem é familiar. Por isso salienta-se que em recuperação não se deve descuidar, agora a atenção é redobrada.

Quando a abstinência bate forte, é difícil conter e acreditar que é possível ter o controle é uma das coisas mais comuns na dependência química. Pensar que “é só um gole”“só um tirinho” ou “uma puxadinha só” são falsas esperanças. Porque ao usar, cria-se o mesmo comportamento de uso que anteriormente e a estaca zero volta ao normal.

Em contrapartida, mesmo limpo antes de procedimentos de recaída, é comum que familiares sustentem a insegurança e o pavor do medo de uso. Então criam um ambiente pesado inconscientemente. E isso fomenta ainda mais o ciclo de uso. 

Mas vamos ao ponto, aos 7 sinais de que o dependente químico precisa de internação urgente, mesmo estando em recuperação já em casa, mas que mesmo assim não está surtindo efeito.

  1. Não conseguir parar com o uso da substância

Mesmo em recuperação, com medicação e com psicoterapia, se o dependente químico não parar com a substância ele não está em recuperação, neste caso é sinal vermelho e deve-se atentar muito a isso.

  1. Mentir e manipular familiares e psicólogos

Quando se mantém o uso da substância é comum que para sustentar esse ciclo, tenha-se mentiras e manipulações. Então há um processo de manipulação familiar e de tentativas do mesmo gênero com profissionais da área da saúde mental em prol da sustentação do vício, sinal amarelo para esta situação.

  1. Sair sem dar satisfação por várias horas e voltar alterado

Sair de casa sem dar satisfação, e demorar pode ser outro problema. Já que pode-se estar fazendo isso de caso pensado, usando a substância e esperando o efeito passar para voltar para casa, sinal vermelho aqui neste caso.

  1. Regredir o tratamento e parar aos poucos com a medicação

Como a medicação faz com que a ansiedade cesse ou fique mais amena, para que tomar a medicação se pode fazer isso usando a substância ou tomando aquele golão? Então, mais uma vez o dependente vai voltando ao estado de uso crônico e parando com a medicação, sinal vermelho.

  1. Voltar com o comportamento na mesma fase de uso

É comum que pessoas que estão em fase de uso crônico sejam estúpidas, grosseiras, impacientes e inquietas. Quando se toma a medicação, normalmente há uma baixa na ansiedade. Então, parar com a mesma e fomentar o uso, traz à tona esses comportamentos, sinal vermelho para a situação.

  1. Começar a ter problemas de saúde

Quando se usa drogas, é comum que se sacie certas áreas do cérebro e é normal que se tenha uma perda de resistência do organismo, então a pessoa além de mentalmente adoecida, fica com o físico abatido. Se em recuperação há uma melhora, se houver uma baixa nessa melhora é um sinal amarelo para o quadro.

  1. Não aceitar o tratamento novamente

Voltando ao estado de uso, com todos os problemas voltando à tona, é normal que a doença fale pelo dependente químico, então é interessante fazer outra intervenção. Caso não seja aceito o tratamento novamente, o sinal é VERDE PARA a internação.

Com o sinal verde para Internação, como proceder

Depois de fazermos uma avaliação para  7 sinais de que o dependente químico precisa de internação urgente e com o sinal verde para internação, como proceder? Se em recuperação não se deve descuidar, agora a atenção é redobrada multiplicadas vezes.

É interessante que se entre em contato com os profissionais que foram realizados os atendimentos para uma conversa franca. Sejam eles os psiquiatras ou psicólogos, posteriormente pegar uma carta de encaminhamento para uma instituição é o principal se você deseja realizar o procedimento de internação, entretanto existem duas maneiras simples:

Nesta, é simples. Todos estão de acordo com o procedimento, é só falar com o Encontre Clínicas que achamos a instituição mais próxima de você e que atenda a todos os requisitos, simples assim.

Já neste caso, a família com a carta em mãos do psiquiatra entra em contato conosco e solicita o procedimento. Então, posto isso será realizado uma análise da clínica que tenha a disponibilidade da vaga mais rápida para a realização do procedimento de resgate. 

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas. Obtenha ajuda sobre Internação para dependentes químicos.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a selecionar um tratamento em uma clinica de recuperação . A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local.

Compare listings

Comparar