Resgate 24 horas em todo território nacional.

Caso extremo em Goiás: A importância do tratamento de dependentes.

Veja o caso extremo no estado de Goiás, Sobre a importância do tratamento para dependentes químicos e alcoólico, e onde encontrar tratamento especializado.

Existem pessoas que chegam ao extremo para protegerem pessoas que amam, que é o caso extremo em Goiás, a importância do tratamento de dependentes, que reforça a ideia da necessidade de recurso terapêutico para pessoas que sofrem da dependência química e outros transtornos.

Existem pessoas que não acreditam que é uma doença, acham que é “sem-vergonhice” que a pessoa usa porque quer. Mas você acreditaria que a pessoa abandona o conforto da sua casa para viver em extrema miséria e pobreza moral em prol da substância apenas por “falta de vergonha na cara”?

Por que será que existem tantas clínicas de recuperação hoje no Brasil? Será que é porque as pessoas estão ficando cada vez com mais falta de vergonha? Não, a resposta é médica e quem fala isso é a OMS quando se trata de estudos relacionados à saúde mental.

A dependência química é um transtorno mental e necessita de atenção, tratamento e recuperação contínua. Caso contrário, leva o indivíduo e a sociedade a vários problemas em conjunto. Consequentemente, pessoas que são adictas a substâncias e ao álcool, deixam pessoas próximas adoecidas psicologicamente.

O termo das pessoas desestabilizadas emocionalmente por pessoas que são dependentes químicas é a codependência. E um dependente, pode gerar vários codependentes. 

Ou seja, se o número de dependentes químicos é grande no país e cresce consideravelmente, o número de pessoas que são co dependentes é muito maior e ainda não se tem registo.

Uma triste realidade vivida por uma mãe, mas que representa milhares de famílias

Um caso notório que repercutiu em na cidade de Aparecida de Goiânia ficou famoso e ganhou manchetes, foi uma triste realidade vivida por uma mãe, mas que representa milhares de famílias na mesma situação e que não sabem como proceder no quesito recuperação de pacientes usuários de drogas .

A mãe, acorrentou o filho em casa para que o mesmo não saísse nas ruas e além de consumir drogas, cometesse crimes para realizar o consumo das mesmas. Em desespero, ela pediu ao jornal local ajuda para realizar o procedimento de internação.

Em adendo, a mulher que pediu para não ser identificada disse aos repórteres da TV Anhanguera – que representa o G1 local – que protocolou um pedido na Defensoria Pública do Estado para conseguir uma internação involuntária para o rapaz.

O atendimento foi realizado pela Defensoria Pública do Estado e foi passada a orientação para a mãe e conjuntamente uma relação da documentação necessária para que seja realizado o procedimento.

Entretanto, em meio a esta documentação, está a necessidade do relatório de um médico sugerindo a internação involuntária. E este documento, não foi entregue, o que não fez com que o processo desse continuidade.

Além do mais, a Defensoria Pública adverte em nota que qualquer pessoa que necessite do procedimento de internação involuntário, necessita da obrigatoriedade da carta médica para o procedimento.

Do outro lado, de uma triste realidade vivida por uma mãe, mas que representa milhares de famílias, a mesma tentou diversas vezes levar o filho ao médico mas ele se recusa ir às consultas. Em nota à entrevista, ela ressalta que se sente de mãos atadas e sem saber o que fazer.

Tal caso extremo em Goiás reforça a importância do tratamento de dependentes químicos, mas infelizmente há essa barreira da própria doença, o ciclo de vício e de uso não permite que a pessoa busque tratamento, mas infelizmente, as pessoas que são codependentes sofrem demais. 

A codependência mata psicologicamente uma família

Não estamos aqui para julgar, mas o desespero dessa mãe em acorrentar o filho demonstra como a codependência mata psicologicamente uma família. Ela não é a única, pode ter sido uma pequena parcela que chegou na mídia, mas representa milhares de famílias brasileiras.

As pessoas que têm amor, sofrem e ficam desesperadas e de mãos atadas sem saber o que fazer quando vêem seus filhos saírem de casa e não saberem que horas, quando e de que maneira vão voltar.

A dependência química é uma doença que cresce dentro do indivíduo, muda os processos químicos do cérebro e corrói o caráter interno. Gera problemas internos, cria comorbidades eternas e como resultado, afeta as pessoas próximas. Conjuntamente, ao saírem dos lares, os dependentes químicos agudos e imersos na doença se tornam problemas sociais graves.

Um exemplo disso é a cracolândia em São Paulo. Já citamos diversas vezes os problemas que são expostos mas infelizmente é difícil encontrar uma solução eficaz, estratégica e pontual. As pessoas que estão lá, já estão imersas no ápice da dependência, mas mesmo assim, são um problema social.

Entretanto, hoje as clínicas de recuperação estão fazendo um tratamento diferenciado, além da concorrência enfática na questão da reabilitação de pessoas que são dependentes de drogas e álcool, existem algumas instituições que auxiliam as pessoas quanto ao procedimento de internação, como é o caso do Encontre Clínicas.

Veja Algumas Clínicas de Recuperação no Estado de Goiás

Lista Completa em Goiás

A Clínica de Recuperação em Aparecida de Goiânia é referência no estado de Goiás. Conta com estrutura diferenciada no tratamento para dependentes químicos
A Clínica de Recuperação em Aparecida de Goiânia é referência no estado de Goiás. Conta com estrutura diferenciada no tratamento para dependentes químicos
Procurando Clínica de Recuperação em Anápolis – Goiás, Unidade referência, com experiência no tratamento de dependentes químicos e alcoólicos. Consulte-nos
Procurando Clínica de Recuperação em Anápolis – Goiás, Unidade referência, com experiência no tratamento de dependentes químicos e alcoólicos. Consulte-nos
A Clínica de Recuperação feminina em Goiânia é referência no Estado de Goiás, para tratamento de dependência química e alcoólica, equipe completa, confira!
A Clínica de Recuperação feminina em Goiânia é referência no Estado de Goiás, para tratamento de dependência química e alcoólica, equipe completa, confira!

Internação facilitada e com altas taxas de recuperação em Goiás

O diferencial do Encontre Clínicas é a internação facilitada e com altas taxas de recuperação, principalmente quando se trata de tratamento de pessoas que são dependentes químicas em unidades involuntárias.

Existem psiquiatras de plantão que são parceiros das instituições e realizam o pronto atendimento imediato, já no ato da internação, sendo assim, recorrer ao recurso de internação involuntário é uma maneira simples de tratar de quem precisa de ajuda imediata.

O caso extremo em Goiás, a importância do tratamento de dependentes reforça exatamente isso, a codependência também foi um fator extremo quando se trata de atitudes de desespero, quando não se sabe mais por onde se recorrer. Entretanto, conforme anteriormente declinado, muitos de nossos parceiros dão apoio à família e suporte à pessoas que sofrem de codependência.

Essa uma triste realidade vivida por uma mãe, mas que representa milhares de famílias, foi um choque para o Brasil, mas demonstra a necessidade de que, pessoas que são codependentes também buscarem grupos de apoio como Amor Exigente por exemplo.

Eles orientam pessoas que não entendem o quanto adoeceram concomitantemente e conjuntamente com filhos, maridos e parentes que são usuários de substâncias psicoativas e que mudaram suas vidas completamente.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas. Aproveite a ajuda sobre a A importância do tratamento de dependentes químicos em Goiás.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a selecionar um tratamento em uma clínica de recuperação  adequada. Uma avaliação por telefone exige apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajuda você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local. 

Junte-se à discussão

Compare listings

Comparar