Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Clínica para dependentes químicos: como funciona?

Conheça Clínica para dependentes químicos em todo Brasil, veja nosso guia completo de Clinicas de Reabilitação para dependentes químicos. Fale conosco !

Já parou para pensar em como funciona uma clínica para dependentes químicos?

Com toda certeza, estamos falando de um local que você alguma vez já ouviu falar, mas hoje muito pouco se fala a respeito do seu funcionamento.

No entanto, entender como funciona a clínica e todos os seus principais processos, é algo de extrema importância, principalmente para você que está precisando dos serviços, seja para um ente querido, familiar, e etc.

Hoje, infelizmente, muitas pessoas acabam passando a ideia de que clínica de reabilitação se trata de manicômios, ou locais para tratamento de problemas mentais e viciados com estilo desumano.

Mas, isso não passa de uma Fake News, onde hoje as clínicas para dependentes químicos, se tornou um dos principais lugares de bem-estar e mudança de vida para quem está nessa vida.

Ou seja, saiba que esse será o lugar ideal para trazer o tratamento adequado para aqueles que precisam, com profissionais adequados, e toda uma estrutura focada em uma principal atividade: reabilitar e trazer qualidade de vida ao dependente.

Portanto, para que você consiga entender melhor, e até mesmo fugir dessas notícias falsas, citaremos a seguir as principais informações a respeito de como funciona uma clínica para dependentes químicos.

O que é a dependência química?

O transtorno de abuso de substâncias, ou popularmente conhecida como dependência química, pode ser definido como uma doença progressiva que faz com que as pessoas percam o controle do uso de alguma substância, mesmo com as consequências desse uso.

Dessa forma, a dependência está ocorrendo quando o individuo já não consegue mais deixar a substancia por vontade própria.

Ou seja, seu próprio corpo se tornou dependente daquilo, e períodos em que não faz o uso, ocorre os danos da abstinência, como estresse, dores, tremedeiras, e dentre outros.

Então, o dependente começa a ter o que muitos chamam de “vicio” sobre aquela substância.

E, diferente do que muitas pessoas pensam, o vício em drogas é uma doença poderosa e complexa.

Assim, pessoas viciadas em drogas não podem simplesmente parar, mesmo que queiram. As drogas mudam o cérebro de uma maneira, proporcionando prazer, e diluindo cada vez mais as chances de parar por conta própria.

A dependência química pode ser algo fatal quando não tratado corretamente, onde a principal responsável hoje por esse tipo de tratamento, será a clínica para dependentes químicos.

Os próprios órgãos de saúde, médicos especialistas e dentre outros, confirmam que lá é um dos únicos lugares com profissionais capacitados para o tratamento do vício.

Lá você vai notar que se torna possível trazer de volta o bem-estar de uma pessoa dependente.

Principais casos que levam a procura de uma clínica para dependentes químicos

Falamos anteriormente, que o principal local para levar uma pessoa que está sofrendo pelo vício em drogas, será uma clínica para dependentes químicos.

No entanto, uma dúvida muito comum, e que provavelmente você pode se perguntar, será: quais são os tipos de dependência química?

E, saiba que sim, existem diversos tipos de drogas, que vão além dos padrões que você conhece, como cocaína, maconha, craque e outras.

Saiba que o vício em drogas, pode ser definido como o uso de substâncias que ativam fortemente centro de dependência do cérebro.

É isso que torna essas substâncias viciadoras, enquanto outras não.

Por fim, para você entender melhor, veja a seguir quais são as principais drogas, que o seu vício leva uma pessoa a procurar suporte de uma clínica para dependentes químicos:

  • Drogas de clube:  GHB, cetamina, MDMA (ecstasy / molly), flunitrazepam (Rohypnol®).
  • Estimulantes: como cocaína (incluindo crack) e metanfetamina
  • Alucinógenos: ayahuasca, dietilamida do ácido D-lisérgico (LSD), peiote (mescalina), fenciclidina (PCP) e DMT.
  • Álcool: Cervejas, bebidas frias e quentes.
  • Inalantes: solventes, sprays de aerossol, gases e nitritos (poppers).
  • Medicamentos prescritos e remédios para resfriado.
  • Sedativos, hipnóticos e ansiolíticos (medicamentos ansiolíticos).
  • Esteroides: anabolizantes
  • Tabaco: nicotina e cigarros eletrônicos (e-cigarros ou vaping).
  • Maconha
  • Canabinóides sintéticos: K2 ou Spice

Essas hoje são as principais substâncias que levam uma pessoa a procurar uma clínica para dependentes químicos.

Como funciona uma clínica para dependentes químicos?

Como já citado, a clínica para dependentes químicos, é um local especializado onde a pessoa que sofre do vício em substâncias, consegue receber o tratamento correto para o seu problema.

Muitos se perguntam como funciona essa clínica, e a resposta é que tudo vai depender do tipo de tratamento necessário.

Isso porque, se você não sabe, existem diversos níveis de dependência.

Dessa forma, alguns dependentes conseguem se livrar do vício apenas de maneira simples, através de acompanhamento médico, com terapia, uso de medicamentos simples, e reengajamento em atividades sociais.

No entanto, claro que existem os casos onde a dependência será algo bem mais forte.

Nesses casos, ocorre as mesmas atividades citadas, mas, o uso de medicamentos será mais forte e apropriado para aquela dependência.

Você vai ver que nessa dependência, o acompanhamento médico é mais intenso, com a finalidade principal de diminuir os danos da abstinência.

A medida com que o corpo do paciente for respondendo positivo, o uso de medicamentos vai diminuindo.

Quais profissionais podemos encontrar em uma clínica para dependentes químicos?

Uma das grandes vantagens de optar por uma clínica para dependentes químicos, é que o paciente terá apoio de um time completo de profissionais.

Todos estarão ali 24h a disposição, para oferecer o tratamento adequado, e assim proporcionar o bem-estar para o indivíduo que tem o vício em drogas.

E, quando falamos em time, saiba que realmente são muitos os profissionais que fazem parte de uma clínica.

Os principais são:

  • Médico Clínico Geral;
  • Médico Psiquiatra;
  • Psicóloga;
  • Enfermeiras;
  • Terapeutas;
  • Coordenadores;
  • Conselheiros;
  • Monitores;
  • Nutricionista;
  • Cozinheira;
  • Prof. de Educação Física;
  • Assistentes sociais;
  • E dentre outros.

Clínica para dependentes químicos gratuita, realmente existe?

Como você deve saber, a dependência química infelizmente atinge muitas famílias de baixa renda aqui no Brasil.

E, o que poucos sabem é que sim, existem opções de clínica para dependentes químicos gratuita.

Inclusive, isso está previsto em lei, incluindo também a internação involuntária (contra a vontade) quando o dependente começa a oferecer risco para si mesmo, e também para família.

Assim, conforme a lei 10216/01, temos que:

Art. 1° Os direitos e a proteção das pessoas acometidas de transtorno mental, de que trata esta Lei, são assegurados sem qualquer forma de discriminação quanto à raça, cor, sexo, orientação sexual, religião, opção política, nacionalidade, idade, família, recursos econômicos e ao grau de gravidade ou tempo de evolução de seu transtorno, ou qualquer outra

Além disso, vale citar que a internação involuntária e gratuita, pode ocorrer desde que um médico psiquiatra realize o laudo.

Vale citar também que segundo a lei, o estabelecimento deve informar ao Ministério Público a internação em um prazo de até 72 horas, informando todos os motivos.

Caso contrário, a clínica e os seus responsáveis podem responder por cárcere privado.

Por fim, mas não menos importante, se você for conjugue do dependente, saiba que não se pode fazer a solicitação.

Sendo assim, só quem pode solicitar ao médico psiquiatra o laudo para uma internação involuntária são membros familiares que tenham laços consanguíneos.

Ou seja, só pode realizar a solicitação aquelas pessoas que se encaixarem como: pai, mãe, avó, tio(a).

Quanto tempo dura a internação em uma clínica para dependentes químicos?

Primeiramente, como você pôde ver, a internação de uma pessoa que sofre com o vício em drogas, pode dependendo de diversos fatores, sendo o principal, o grau de dependência.

Porém, saiba que o mesmo serve para o tempo de duração da internação.

Você precisa saber que no padrão, o tempo de permanência de uma pessoa na clínica de recuperação, circula entre 3 a 6 meses.

No entanto, existem os casos mais graves, e uma dependência mais forte, que podem chegar a 12 meses ou mais.

Mas, o que vai dizer quando tempo o dependente ficará na clínica está associado a algumas coisas, como:

  • Grau de dependência
  • Reposta imunológica
  • Tipo de droga dependente
  • Tipo de tratamento utilizado
  • Força de vontade do individuo em sair do vício
  • E etc.

Por fim, mas não menos importante, devemos lembrar que o potencial de resultado da clínica também será bastante decisivo.

Logo, quanto mais potencial ela tiver, e quanto mais eficiente for o seu tratamento, menos tempo será necessário.

Por isso a importância de optar sempre por uma clínica de qualidade.

Como escolher uma clínica de recuperação ideal
Encontre as melhores Clínicas para dependentes químicos do Brasil

Considerações finais

Como você conseguiu ver nesse artigo, ter uma boa clínica para dependentes químicos pode fazer total diferença na vida de uma pessoa com vício em drogas.

Por esse motivo, que a Encontre Clínicas de Reabilitação se torna uma excelente alternativa.

Dessa forma, aqui você vai conseguir garantir optar por um tratamento adequado e de qualidade, conseguindo resultados verdadeiros para aquela que está sofrendo com a dependência.

Por fim, temos separadas as melhores clínicas no seu estado, onde você pode facilmente encontrar aquela mais próxima a você.

Quer conhecer mais?

Contate-nos hoje mesmo pelos telefones:

Clínicas de Recuperação para internação Gratuita

(44) 99155-7195 / (44) 3138-2122

(11) 96262-2008

Compare listings

Comparar