Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Como conseguir internação em clínica de recuperação gratuita?

Conheça algumas formas de conseguir uma internação em clínica de recuperação gratuita para dependentes químicos e alcoólatras, Saiba mais.

Thomas More idealizou no livro “Utopia” uma sociedade perfeita, sem a presença de qualquer conflito ou desafio.

Um mundo em que os problemas são inexistentes, que infelizmente, existe, hoje, apenas no universo literário.

Nos dias atuais, tal sociedade não passa de uma verdadeira utopia, uma vez que doenças como a dependência química e o alcoolismo provocam diversos problemas, como a exclusão de diversos grupos sociais, falta de um bom relacionamento familiar, roubos, furtos e até mesmo danos à saúde.

Felizmente, existem formas de combater essas doenças, como fazem as clínicas de recuperação, que servem para ajudar o indivíduo a abandonar os vícios, sendo fortes aliadas no abandono total e progressivo das drogas e da bebida.

Por outro lado, é justo afirmar que muitos familiares que desejam internar um parente para tratamento da dependência se sentem desamparados por não terem condições financeiras para isso.

O que muita gente não sabe é que é possível conseguir a internação em uma clínica de recuperação gratuitamente!

Antes de abordar como conseguir uma internação gratuita para um familiar dependente de álcool ou drogas, convém que observemos do que se trata a chamada “Clínica de recuperação”, bem como para quem essa é destinada.

Clínica de recuperação – Motivos para realizar a internação

Inicialmente, uma clínica de recuperação é um ambiente destinado aos dependentes e viciados em algo, tendo como principal atuação estimular o abandono das drogas e do álcool.

Nesse sentido, é um espaço em que diversas pessoas convivem, todas com o objetivo de largar o vício.

Nas clínicas de reabilitação, os dependentes podem sempre contar com a equipe médica do local, que oferece suporte emocional e está disposta a ouvir e entender os motivos que fizeram alguém depositar seus problemas na dependência química ou no álcool, ajudando os pacientes a encontrarem outras soluções para suas questões pessoais.

Sendo assim, fica evidente que uma clínica de reabilitação auxilia muito no sonho de ver um familiar livre, de fato, da dependência, porquanto que lá ele estará ao lado de outras pessoas, com histórias e anseios semelhantes.

Dentro das clínicas de tratamento para dependentes químicos e alcoólatras, a motivação será constante, tanto por parte da equipe da clínica, tanto por parte dos amigos adquiridos no ambiente.

Agora que ficaram nítidas as vantagens obtidas a partir da internação em uma clínica de recuperação, convém a observação acerca das formas de conseguir internar um familiar de forma gratuita em um desses ambientes.

Plano de saúde cobre a internação de dependentes químicos e alcoólatras?

Sim, a cobertura total por parte do plano de saúde é válida e obrigatória quando o paciente possuir os seguintes requisitos:

1-) Possuir encaminhamento médico, sendo esse um pedido para a internação com CID (código para determinado tipo da doença)

2-) A cobertura da dependência, seja ela de álcool ou de drogas, esteja prevista pelo contrato do plano de saúde

3-) É preciso a posse do tipo correto de cobertura de plano, sendo o adequado para as internações, o plano hospitalar.

O plano pode se negar a cobrir as despesas da clínica de reabilitação, mesmo cumprindo tais critérios?

Não!

Caso possua todos os três critérios listados acima, na qual destaco que o plano deve ser, ao menos, da categoria hospitalar, a internação em uma clínica de recuperação é obrigatória!

Se mesmo assim, o plano vir a se recusar, o adicto ou os familiares podem procurar a Agência Nacional de Saúde Suplementar, que é uma agência vinculada ao ministério da saúde responsável por garantir o bom funcionamento dos planos de saúde brasileiros.

Entretanto, caso o problema não seja resolvido, mesmo realizando o que foi dito acima, você pode buscar ajuda judicial para obrigar o plano a cobrir as despesas da clínica de reabilitação, haja vista que o paciente deve possuir os três critérios já citados para conseguir obter sucesso na ação.

Assim, fica nítido que há grandes chances de conseguir cobertura por parte do plano de saúde, uma vez que se trata de uma obrigação dele, a partir do momento que o adicto cumpre todos os requisitos para a internação.

Outras formas de obter a internação gratuita

Antes de tudo, é preciso que abordemos sobre os tipos de internações em uma clínica de recuperação, para que assim, possamos falar nos próximos tópicos sobre outras formas de internação gratuitas.

Internações

Segundo a lei de número 10.216/2001, em seu artigo 6º, parágrafo único, é exposta a existência de três tipos de internação psicológica, sendo elas a internação voluntária, involuntária e compulsória.

Internação voluntária:

Acontece quando o próprio adicto reconhece o problema que as drogas e o álcool causam à sua vida, e assim, decide se internar voluntariamente em uma clínica de recuperação, a fim de largar o vício.

Internação involuntária:

Ocorre quando algum familiar percebe os riscos que o vício causa entre as relações familiares, éticas e morais do adicto e decide interná-lo em uma clínica de reabilitação sem o seu consentimento.

Internação compulsória:

Se dá quando a justiça determina que algum cidadão que se utiliza das drogas ilícitas ou do alcoolismo deve ser internado em uma dessas clínicas.

Sob essa ótica, falaremos agora sobre as internações pelo SUS!

O SUS pode internar alguém em uma clínica de recuperação?

Sim! Contudo, trata-se de algo raro.

O sistema unificado de saúde (SUS), é o sistema público de saúde do Brasil que tem como objetivo oferecer serviços e assistência médica.

Entretanto, conhecemos que tal sistema apresenta algumas falhas no quesito de internação de dependentes químicos e alcoólatras, haja vista que a inserção de um paciente em uma dessas clínicas é algo raro.

Assim, o que se observa é que a principal forma de tentar minimizar os problemas dos dependentes, por meio do SUS, é através do atendimento ambulatório ( sem a internação do adicto), tendo em vista que a internação só ocorre, geralmente de forma compulsória, quando o dependente acarreta riscos à sociedade, como por exemplo, em decorrência de muitos roubos e furtos com o objetivo de comprar drogas ou bebidas alcoólicas, ou por causa dos transtornos mentais causados pelo uso contínuo desses objetos de consumo, situação que pode resultar em atitudes que colocam em risco a vida de outras pessoas, como assassinatos e atos psicopatas.

Diante disso, evidencia-se que o SUS oferece sim cobertura para a internação de um paciente em uma clínica de reabilitação, contudo, tal processo é utilizado apenas em últimos casos, uma vez que a principal proposta do programa é a de oferecer assistência ambulatorial.

Sendo assim, recomenda-se que não leve muito em consideração a possibilidade de conseguir uma internação pelo SUS, ao passo que é preciso colocar novas formas de conseguir uma internação gratuita em primeiro plano.

Instituições voluntárias

Outro ponto que vale ressaltar são as instituições voluntárias, que buscam atender dependentes químicos e alcoólatras de forma gratuita e voluntariada.

Geralmente, tais clínicas são mantidas por instituições religiosas ou por doações conseguidas por meio de campanhas on-line de arrecadação.

Convencionalmente, costumam oferecer uma boa estrutura para abrigar os então dependentes dos vícios, além de contarem com uma equipe médica capacitada para oferecer suporte a todos os pacientes.

Talvez essa seja uma das melhores opções gratuitas para internar um familiar que quer se ver livre do vício e alcançar sucesso emocional, sem qualquer auxílio de meios viciantes e, por vezes, ilícitos.

ONG de reabilitação

Semelhante às instituições voluntárias, as ONGs (Organização não governamental), são instituições, geralmente financiadas por leis de incentivo ou por empresas, que oferecem contrapartidas sociais.

Sob esse viés, é comum a existência de ONGs que atuam no campo da reabilitação.

Desse modo, procurar por uma ONG que ofereça tal serviço é, também, uma ótima opção para internar um familiar que possui algum tipo de vício relacionado às drogas e ao álcool.

Conte com a nossa equipe

Veja como uma internação é tão importante para dependentes químicos que pode valvar sua vida das drogas e do álcool, Internação 24 horas, Consulte-nos.

O Grupo Encontre Clínicas é um portal especializado em ajudar pessoas a encontrarem clínicas de reabilitação próximas às suas cidades e que estejam dentro de suas possibilidades financeiras.

Além disso, oferecemos toda orientação para que você possa solicitar que o plano de saúde do ofereça a cobertura total do tratamento em uma clínica de reabilitação, haja vista que isso se trata de um direito seu e obrigação do plano de saúde, podendo esse receber uma ação judicial caso se recuse a oferecer tal direito ao paciente que cumpre com os três requisitos necessários e anteriormente citados.

Além disso, tenha em mente que não é comum que o SUS ofereça a inserção de um adicto em uma clínica de recuperação, a menos que o paciente possa colocar sua saúde e a vida da sociedade em risco, por meio de furtos, roubos e transtornos mentais.

Ao final, tenha certeza que escolher uma clínica de recuperação é uma das melhores formas de se ver livre, de fato, dos problemas causados pelo uso desenfreado de substâncias químicas ilícitas e do álcool, cenário que corrobora melhor relacionamento com a família e os amigos. Ademais, dizer não aos vícios pode significar também o início de uma nova fase da vida, como por exemplo, a iniciação ou continuação dos estudos.

Entre em contato conosco pelo telefone (44) 99155-7195 ou pelo WhatsApp (11) 96262-2008 e deixe-nos ajudar a solucionar o problema do alcoolismo e da dependência química na sua família.

Atendimento para viciado em drogas e álcool

Compare listings

Comparar