Resgate 24 horas em todo território nacional.

Como foi a operação contra o tráfico de drogas da PM em Curitiba

A operação contra o tráfico de drogas da PM em Curitiba, nos alerta o quanto temos que nos conscientizar com relação às drogas e o crime organizado

Existe um porquê das drogas serem proibidas não só no Brasil mas no mundo, a questão não é só um problema de saúde pública por se tornar dependente, mas os bastidores do tráfico como, logística e distribuição, sendo assim entenda como foi a operação contra o tráfico de drogas da PM em Curitiba.

Se tornar dependente químico é um dos problemas que são resultado da disponibilidade das drogas no mercado, entretanto outros problemas estão associados às substâncias como por exemplo a logística “química”, o armazenamento, a venda ilícita, a violência, a criminalidade, o enriquecimento ilícito dos chefões do tráfico, escravidão por parte da população que está sucetível aos criminosos, a corrupção, a lavagem de dinheiro e outros. 

As drogas, movimentam um mercado ilícito gigantesco global, e infelizmente não há como mudarmos essa realidade no curto prazo. Pessoas que nascem nesse meio, não sabem o que é uma vida digna social, justamente porque não se é dada oportunidades para que se saia do mesmo. O tráfico literalmente volta nos tempos de escravidão, e tira a vida e as oportunidades de pessoas que sequer tem a chances de escolher. 

Os grandes traficantes, especialmente dos grandes cartéis de drogas, se aproveitam de indivíduos socialmente fragilizados e “oferecem” possibilidades, onde jamais a pessoa terá condições de ter uma vida digna novamente. Entretanto, caso a pessoa se negue às “ofertas” impostas pelos cartéis, normalmente se paga com a própria vida ou com a vida de algum parente.

E tudo isso acontece por uma única coisa, o consumo. Do outro lado da balança, existe uma demanda altíssima para que se tenha essas substâncias. A coca que se consome aqui no Brasil, independentemente de qualquer região do mesmo, não foi plantada aqui e nem colhida, mas veio de regiões específicas como Peru, Bolívia e Colômbia. E a logística, envolve pessoas que tiveram que expor suas vidas para poder trazer a substância até aqui, seja por “própria vontade” ou por falta de opção.

Além disso, como não podemos mudar essa realidade no curto prazo, como tomar medidas efetivas para que não se tenha a oferta desses produtos? A resposta é simples: Analisar o tráfico, prender os responsáveis, chegar aos “grandes peixes” e tirar a substância do mercado, diminuindo a oferta.

A operação contra o Tráfico nos alerta o quanto temos que nos conscientizar com relação às drogas e o crime organizado

Ter dúvidas sobre narcóticos e sobre os problemas que elas causam em 2021 infelizmente é ser inculto, já que há diversos canais de notícias que demonstram as ações das polícias em diversos estados contra o manejo de drogas, como exemplo a operação contra o tráfico nos alerta o quanto temos que nos conscientizar com relação às drogas e o crime organizado. 

Seja na televisão, internet, rádio ou até mesmo nas redes sociais, podemos saber sobre as notícias que envolvem operações locais, estatais ou federais contra esse tipo de prática. Deste modo, entenda como foi a operação contra o tráfico de drogas da PM em Curitiba ao analisar durante 4 meses um grupo que fazia vendas de drogas no conjunto Vitória Régia, no bairro Cidade Industrial da cidade.

A operação, denominada de Palácios da PM do Paraná, cumpriu 30 mandados de busca e apreensão, e conjuntamente somam-se 12 de prisão nas áreas onde havia a prática de vendas e consumo de drogas locais. Dez indivíduos foram presos e R$55.000,00 em espécie com armas e drogas foram apreendidos.

Antes do procedimento de investigação acontecer, foram realizadas denúncias locais, que incitavam a PM local a investigar a atividade de tráfico de drogas, e em levantamento e observação durante o período a análise concluiu que realmente havia pontos de vendas de drogas.

O consumo e articulação de quadrilha criminosa local também foi exposto de maneira a ser foco da operação e desta maneira todas as abordagens ao longo, renderam a apreensão de 723 partes de cocaína, 94 de maconha, 18 flagrantes e 28 Termos Circunstanciados.

Foi uma vitória para a polícia local, que trabalhou duramente para conseguir realizar o procedimento e ter sucesso. Em entrevista, Hudson Leôncio Teixeira comandante geral da PM, isso fomentou a ideia de investimento em serviços de inteligência, que contribui para avaliar pontos de atuação do crime organizado local.

Atualmente a operação contra o tráfico nos alerta o quanto temos que nos conscientizar com relação às drogas e o crime organizado e como resultado, o local está em aparente tranquilidade, sem homicídios, roubos, crimes e furtos. Problemas que circundam as drogas.

Os problemas que circundam as drogas não cabe só ao dependente químico, mas a sociedade e são enfoque das operações policiais

Quando falamos inicialmente dos problemas da droga, falamos da questão do narcotráfico, entretanto, justamente como foi a operação contra o tráfico de drogas da PM em Curitiba e a maneira visto que Hudson Leôncio Teixeira descreve no final da entrevista a situação do local após operação, levanta o questionamento sobre os problemas que circundam as drogas não cabe só ao dependente químico, mas a sociedade e são enfoque das operações policiais. 

Vender droga atrai a criminalidade, pois justamente envolve dependentes que estão em situações calamitosas. Pessoas que estão na rua, pois já abandonaram suas casas em detrimento do abuso contínuo de substâncias e que não tem mais nada a perder na vida, e que como forma de insistência e manutenção do mesmo, fazem do possível e impossível para conseguir a substância. Além disso, atrair pessoas que nunca tiveram contato com o crime e incitá-lo é uma maneira de manter a organização viva.

A operação contra o tráfico nos alerta o quanto temos que nos conscientizar com relação às drogas e o crime organizado, e as orientações prestadas pelas Políticas Sobre Drogas, ajudam consideravelmente na prevenção ao ingresso de pessoas no consumo e no tráfico das substâncias psicoativas. Ter conhecimento é a melhor maneira de nos brindar sobre a criminalidade e os problemas sociais que as drogas estão envolvidas.

Por fim, as operações contra a distribuição e logística de substâncias ilícitas em conjunto com a política antidrogas brasileira, fazem a sua parte. Contudo, nem sempre conseguem fazer com que as pessoas deixem de experimentar e evoluir para um quadro de dependência. Desse modo, pessoas que fazem uso das substâncias e que posteriormente se tornam dependentes químicas crônicas podem ter uma chance de tratamento nas clínicas de recuperação para alcoólatras e dependentes químicos no Paraná, basta acessar nossa plataforma online no Grupo Encontre Clínicas e encontrar a melhor unidade.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a melhor melhor maneira para deixar o vício, conheça tratamento em uma clinica de recuperação . A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local.

Compare listings

Comparar