Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Como funciona um centro de reabilitação?

Você sabe exatamente como funciona um centro de reabilitação? Tire as suas principais dúvidas a respeito desse assunto tão importante!

Já parou para pensar em como funciona um centro de reabilitação?

Primeiramente, mais difícil do que largar o vício em substâncias químicas é ter que recomeçar a vida e se adaptar novamente a normalidade.

No geral, quando dependentes químicos estão no processo de parar o uso, sem uma ajuda específica, sempre haverão recaídas.

Por isso, quando você ou alguém próximo se encontram nesse ciclo vicioso, o mais adequado a fazer é procurar internação em um centro de reabilitação.

Até porque, são esses locais que possuem médicos especializados no vício, que vão lhe ajudar a se reestabelecer novamente, sem que aconteçam novas recaídas.

Vale ressaltar que, nos casos em que o dependente não quer ajuda, é preciso elaborar estratégias entre os mais próximos com o objetivo de conscientizar o usuário e incentivá-lo na recuperação.

Além disso, antes de escolher uma boa clínica é necessário estar atento a alguns fatores sobre o local, como: métodos de tratamento, quais os especialistas, infraestrutura, e onde entra a participação familiar.

Por fim, abordaremos nesse artigo outras informações importantes sobre clínicas de recuperação, assim como o funcionamento das mesmas.

Como funciona um centro de reabilitação?

O centro de reabilitação é um local voltado para resgatar pessoas que optaram pelo uso das drogas.

Assim, ele disponibiliza de médicos especializados, terapeutas e psicólogos para ajudar na recuperação de um vício.

Ou seja, as clinicas de reabilitação são confiáveis e os locais mais direcionados para um tratamento adequado.

Inclusive, dependendo da cidade, existem centros privados e públicos, onde em ambos você consegue realizar consultas, tratamentos e exames necessários para auxiliar na “limpeza do organismo” contra as drogas.

No entanto, além de possuir um corpo médico profissionais em vícios e dependências, lugares assim possuem uma infraestrutura adequada, para que os pacientes e familiares se sintam confortáveis e acolhidos.

De maneira geral, os centros possuem o atendimento médico, para que haja uma detecção no caso do paciente ter desenvolvido algum dano no corpo por conta da ingestão constante da droga.

Em seguida, tem também o processo de desintoxicação, o qual consiste em “limpar” em organismo para eliminar qualquer resquício que tenham restado das substâncias químicas.

Além desses procedimentos, em um centro de reabilitação também existem outras atividades que visam um melhor tratamento.

São elas:

Terapia em grupo

Se você não sabe, esse tipo de terapia, conforme o nome já indica, é feita junto a pessoas que estão na mesma situação.

Assim, o profissional vai iniciar uma conversa entre todos, fazendo com que haja uma troca de experiências.

Dessa forma, isso faz com que o dependente não se sinta sozinho, e até faça amigos nessas sessões.

Terapia ocupacional

Primeiramente, como o nome já indica, o foco dessa terapia será ocupar a mente do dependente com atividades.

Como, por exemplo, pintar, desenhar, ler livros, fazer algum exercício, e outros.

Com isso, o paciente vai começar a ter uma maior independência, tanto física como social.

Consultas terapêuticas individuais

Além das terapias em grupo, é importante que sejam feitos acompanhamentos individuais, para que o médico possa entender mais a respeito de como o usuário ficou dependente.

Vale ressaltar que, as atividades em grupo servem para que a pessoas veja que não está sozinha naquela situação e se sinta acolhida pelos outros.

Já as terapias individuais, são necessárias para que o especialista concentre apenas naquele caso, chegando no melhor resultado possível para realizar o tratamento.

Quais são as formas de internação?

As maneiras de internação em um centro de reabilitação dependem bastante de como o paciente vai reagir com tudo isso.

Desse modo, existem três formas de como você pode internar alguém nesses locais. Veja sobre elas a seguir:

Internação voluntária

Esse tipo de procedimento só acontece quando o paciente, por vontade própria, procura um tratamento adequado nas clínicas, com objetivo de sair do vício.

Sendo assim, como o próprio nome já diz, internação voluntária é quando a pessoa está consciente daquilo e aceita, onde o mesmo pode buscar auxílio ou pedir para que alguém próximo procure ajuda.

Contudo, familiares e amigos podem até dar incentivo para que a internação ocorra, mas a decisão final precisa ser do dependente químico.

Do contrário, já seria outro exemplo de internação.

Por fim, em relação a alta, o médico responsável pelo centro pode liberar assim que perceber recuperação total.

Internação involuntária

Diferente da anterior, a involuntária não precisa ter o consentimento da pessoa, já que, na maioria dos casos, a mesma não consegue mais entender o tamanho do risco caso não aceite a ajuda necessária.

Portanto, a partir do momento em que o usuário é considerado um risco para si mesmo e para pessoas próximas, o mais indicado é recorrer a internação.

Lembre-se que, para esse procedimento ser feito, é preciso que algum familiar faça o pedido de internação a clínica escolhida, e assim que for autorizado, o centro de reabilitação vai buscar a pessoa.

Além disso, o Ministério Público do seu Estado precisa estar informado tanto da internação do usuário, como da alta dele.

Inclusive, a alta pode ser solicitada pelo responsável legal, mas só poderá ser dada pelo médico especialista do cento.

Internação compulsória

A internação compulsória acontece quando o dependente não possui família e, consequentemente não tem nenhum responsável para solicitar a internação.

Por isso, esse tipo de internação é feita por ordem judicial, onde também não é necessária a autorização do usuário.

Aliás, a ordem judicial é a afirmação de um médico que deve ser de acordo com laudos que mostrem que o dependente é um risco pra si próprio e para a sociedade.

Vale ressaltar que, não é permitido o juiz intervir na alta do dependente, onde somente o centro de reabilitação que pode liberar, assim que o paciente estiver totalmente recuperado.

Onde encontrar um centro de reabilitação adequado?

Agora que você viu como funciona uma clinica de reabilitação, um dos próximos passos é procurar uma unidade dessa para tratamento.

No entanto, é claro que para isso, todo o tratamento precisa ser feito em uma clinica especializada, e que preze pelo paciente com humanidade e respeito.

E, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação conseguimos te ajudar diretamente nessa parte, uma vez que contamos com as melhores clinicas disponíveis hoje no Brasil.

São clinicas especializadas em álcool e drogas, que podem oferecer um tratamento humano, adequado e direcionado especialmente para cada paciente.

Diante disso, solicite o seu orçamento ainda hoje e garanta um tratamento adequado.

5/5 - (7 votes)

Compare listings

Comparar