Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Como são os Diferentes Padrões de Consumo e Risco das Drogas

O Padrões de Consumo e Risco das Drogas e álcool demonstra uma preocupação ao ponto de problemas sociais graves, Atendimento 24 horas, Confira.

Não precisamos ser experts para sabermos que existem uma quantidade diversificada de drogas à disposição no mercado, da mesma maneira que a indústria de consumo disponibiliza uma diversificada quantidade de produtos a nossa disposição, chefes do narcotráfico também estão adotando o mesmo padrão, contudo como são os diferentes padrões de consumo e risco das drogas por parte do consumidor final?

Do mesmo jeito que as empresas estão de olho na maneira que o mercado se porta, e se comporta em relação ao consumo dos produtos, muitas corporações ao desenvolverem produtos para o mercado, tentam avaliar o nicho de mercado que possuem e diversifica-lo com apenas um único intuito, vender mais e conseguir mais lucro.

Empresas que tinham apenas um único produto, tendem a desenvolver outras categorias do mesmo, para que se possa atingir outros consumidores finais ao longo da cadeia de consumo e assim, lucrar mais, dessa maneira, mais consumo, mais renda. E se isso acontece com as empresas lícitas, porque não com o narcotráfico?

Por que não diversificar a quantidade e tipos de drogas disponíveis no mercado ao ponto de adequar ao padrão de consumo e ao bolso do consumidor? Sendo assim, mais drogas, mais venda e consequentemente mais lucro, não é mesmo? 

Entretanto, apesar disso já estar acontecendo há um tempo, e existirem mercados mais dinâmicos como os EUA e Europa, e mercados mais conservadores como o Brasil, ainda sim existem dinâmicas de vendas e consumo de drogas diferentes por regiões, o que fez com que a Nescon Medicina e a UFMG levantassem um estudo sobre como são os diferentes padrões de consumo e risco das drogas, especialmente aqui no Brasil.

O consumo de drogas e álcool demonstra uma preocupação ao ponto de problemas sociais graves

O estudo da Nescon Medicina e a UFMG a respeito do consumo de drogas e álcool demonstra uma preocupação ao ponto de problemas sociais graves caso não sejam tomadas as devidas medidas necessárias imediatamente, além do mais é interessante que se entenda como são os diferentes padrões de consumo e risco de drogas para que os órgãos públicos tomem as atitudes devidas para com os grupos que sofrem com esse transtorno mental aliado ao consumo de álcool e narcóticos ao ponto de se tornarem um problema social.

A comunidade identificou que o consumo das mesmas, independente de licitude, tem aumentado ao longo das décadas. Posto isso, como a saúde brasileira, por mais que se tenha recursos alternativos da rede privada, é um direito de todos o SUS, então realizar tratamento para pessoas que sofrem com a dependência tem um elevado custo, e isso requer gasto público.

Além do mais, outras preocupações como o ingresso cada vez mais cedo de jovens e adolescentes no consumo abusivo de drogas e álcool, tem impressionado os pesquisadores. Acidentes automotivos onde o consumo de entorpecentes está presente tem aumentado, comportamentos antissociais, e abandono da escola devido ao uso de narcóticos também é preocupante, especialmente na última década.

A pesquisa tem como intuito demonstrar a gravidade do abuso desse tipo de substância por parte de toda a população e o quanto ela gera problema para ao longo de todo esse processo, além disso o que muitos esquecem de contabilizar é as doenças que estão associadas ao processo de desenvolvimento de dependência química e que também geram graves consequências.

Desenvolver técnicas e diretrizes para essas doenças é interessante para auxiliar o médico e o dependente (paciente) na tomada de decisões corretas ao tratamento. Mas a opinião do médico e a maneira com que se aborda o tratamento impactam diretamente no condicionamento do recurso terapêutico e a consequência no serviço de saúde.

Sendo assim o estudo de como são os diferentes padrões de consumo e risco das drogas no estudo da Nescon conjuntamente com a metodologia abordada salientam ainda mais a questão pertinente ao consumo de drogas e álcool demonstra uma preocupação ao ponto de problemas sociais graves caso não sejam tomadas as devidas medidas necessárias imediatamente

Metodologia abordada pela pesquisa sobre os padrões de consumo de narcótico e álcool

Com relação a mecânica da pesquisa e a dinâmica da mesma, a metodologia abordada pela pesquisa sobre os padrões de consumo de narcótico e álcool busca padronizar um texto objetivo sobre os procedimentos que envolvem o diagnóstico, tratamento terapêutico e preventivo. Desta forma vale ressaltar uma questão que envolve a conduta e a contra-conduta, confrontando-as com as referências bibliográficas e confrontando com as evidências do NHS – National Health Service  – do Reino Unido.

Para constituir a metodologia sobre o artigo em como são os diferentes padrões de consumo e risco das drogas, serão divididos em quatro grandes grupos sendo eles A, B, C e D.

  1. Estudos experimentais e observacionais de melhor compatibilidade
  2. Estudos experimentais e observacionais de menor compatibilidade
  3. Relatos ou séries de casos
  4. Publicações baseadas em concordância ou parecer de especialistas

Sendo assim, vale ressaltar que é importante que os leitores do Blog do Encontre Clínicas tenham ciência de como funciona o procedimento de abordagem da pesquisa, principalmente porque esse artigo terá relevância em diversos outros que publicaremos, então a metodologia abordada pela pesquisa sobre os padrões de consumo de narcótico e álcool devem ser guardadas já que serão utilizados como link em outras questões.

Além do mais é interessante que se saiba como são os diferentes padrões de consumo das drogas agora e que se tenha uma abordagem específica inicialmente para que quando se expor cada droga separadamente, nossos leitores já tenham um norte a seguir em nosso blog.

A sociedade precisa saber como estão esses padrões de consumo

É interessante que seja lançada uma pesquisa, justamente para alertar como está o reflexo das substâncias psicoativas no meio social, posto isso a sociedade precisa saber como estão esses padrões de consumo para poder avaliar a sua história e principalmente mudá-la. Aprender que é necessário conviver com os problemas sociais ao ponto de olhá-los com a dinâmica de querer mudá-los é importante principalmente para se ter uma sociedade mais justa, igualitária, mental e fisicamente saudável.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a melhor melhor maneira para deixar o vício, conheça tratamento em uma clinica de recuperação . A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local.

Compare listings

Comparar