Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas

Entenda como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas, Conhecimento sobre a doença é a arma contra a dependência química. Confira.

Conhecimento é a base de tudo, isso você já ouviu falar, mas como Thomas Fuller sempre dizia em suas frases “O conhecimento é um tesouro, mas a prática é a chave para alcançá-lo” reforça a ideia de como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas e aliar conhecimento sobre dependência química e recuperação.

Com a evolução constante dos mecanismos de disseminação do conhecimento, hoje não temos apenas livros para postergar o que aprendemos, temos supercomputadores que em segundos podem compartilhar as nossas informações com o mundo todo. Posto isso, uma informação postada agora mesmo em nosso Blog pode ser acessada em qualquer canto do mundo, basta acessar Encontre Clínicas e você terá acesso à todo nosso conteúdo.

Além do mais, a revolução tecnológica nos permitiu aprender muito sobre diversos assuntos, hoje inclusive é possível se especializar em diversas áreas e se aprofundar cada vez mais com conhecimento técnico em campos que antigamente sequer existiam, como por exemplo a psicologia e a psiquiatria por exemplo.

Graças a isso, e à prática de estudos de campo o conhecimento foi se espalhando e com a vivência de profissionais dos gêneros dentre as dificuldades que o mundo moderno apresenta, novas soluções eram propostas e problemas que aparentemente não tinham soluções começaram a simplesmente a serem resolvidos.

Conhecimento sobre a doença como arma contra a dependência química

Quanto mais se conhecer sobre um assunto e mais se viver em determinada situações mais experiente se é, com isso é possível justificar que o conhecimento sobre a doença como arma contra a dependência química é fundamental quando o assunto é como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas.

Entender mais sobre a doença como um transtorno mental, sobre os processos que ela causa no indivíduo, as dores da abstinência, as peripécias que a mesma prega, os mecanismos de pensamento que são alterados em prol ao consumo da substância é imprescindível para que se tenha noção de como proceder dentro do processo da recuperação

Quanto mais se vive a recuperação, mais se descobre as artimanhas que a dependência química faz com o indivíduo. Ao se tornar dependente químico todos os processos que envolvem a saúde mental se alteram de uma forma que jamais se imaginaria.

Pessoas que aparentemente eram normais e que jamais imaginariam conviver com esse tipo de problemática, se tornam escravas de um método de pensamento depressivo e emblemático, onde o desejo, a fissura e a compulsão estão andando de mãos dadas.

Por isso vale ressaltar que para se afastar das drogas, é preciso apenas uma coisa primeiramente, querer por si só. Não basta fazer pelo outro, você pode até fazer inicialmente quando não tem a capacidade de pensar por si, já que a substância é quem pensa e quem faz.

Entretanto, querer parar de usar e tomar as rédeas da própria vida é importante para começar um tratamento de acordo e começar a cortar o cordão umbilical da drogadição e alcoolismo. Posto isso, partindo deste princípio você já está no caminho certo, e agora é só a vivência para te ensinar o resto. Porém, existem ferramentas importantes que podem te auxiliar no procedimento de recuperação

A recuperação te afasta da droga, mas a iminência da recaída permanece

Parar de usar já é recuperação, entretanto a recuperação te afasta da droga, mas a iminência da recaída permanece. Então além de como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas, é interessante usar do máximo conhecimento possível para se distanciar dos processos que envolvem as recaídas.

As recaídas são tristes e dolorosas. Envolvem um conjunto de sentimentos de diversas partes como família e dependente, é quando a doença rasga o peito do usuário e faz com que ele ceda suas vontades. É quando ela toma o controle e quando se vê, já aconteceu. Posto isso, apesar de ruim, alguns indivíduos conseguem se tornar mais fortes com a recuperação, outros voltam para clínicas, outros simplesmente padecem.

Por isso é interessante que em recuperação, o indivíduo que busca aprimorar-se e conhecer mais sobre os mecanismos que as drogas fazem com que o seu corpo se altere, entendam que existe um processo dentro da questão da recaída.

A recaída na substância é só a cereja do bolo, e isso Narcóticos e Alcoólicos Anônimos citam veementemente em suas literaturas e reuniões. É totalmente verdade, porque antes de usar a substância em questão existem um conjunto de pensamentos, sentimentos e comportamentos que já estão associados à recaída comportamental.

Por isso é interessante saber sobre a droga, onde ela atua no organismo, o que ela faz com o cérebro, como são os comportamentos do indivíduo sem ela e com ela para poder entender a questão como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas e conjuntamente pensar sobre o quesito recuperação te afasta da droga, mas a iminência da recaída permanece.

Conscientize-se sobre Lugares, Pessoas e Hábitos

Como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas vinculada a um aspecto interessante que é a questão da recaída, e o conhecimento sobre a doença como arma contra a dependência química justamente para entender que existem limitações que estão envolvidas no processo é interessante e por isso conscientize-se sobre lugares, pessoas e hábitos envolvidos na recuperação.

Sendo assim é importante frisar que como a droga altera a química da mente e do corpo consequentemente, vale ressaltar que quando o indivíduo está envolvido em processo de uso, os comportamentos de consumo estão atrelados a lugares, pessoas e hábitos. 

Por isso, esses três aspectos são fundamentais para se entender que os mesmos, com o tempo, podem se tornar gatilhos e incitar o uso. Por exemplo, o hábito de sacar dinheiro ou, no caso de pessoas alcoólatras, ir à padaria no final da tarde para comprar pão.

São limitações que no começo devem ser respeitadas pelo paciente que está na fase inicial de recuperação e entender que ao longo do processo de evolução do tratamento e conforme for havendo uma maior compreensão do mesmo e conscientização sobre lugares, pessoas e hábitos, tais limitações se transformarão em conquistas.

“20/02” Dia Nacional de Combate às Drogas e ao Alcoolismo

Para quem não sabe, o dia 20/02 de qualquer ano é o dia nacional de combate às drogas e ao alcoolismo. Apesar desse ano 2021 ser atípico e estar com diversos centros fechados, é difícil ouvir campanhas ou até mesmo outdoors em estabelecimentos falando sobre o assunto, mas a internet está aí pra isso e nós do Encontre Clínicas trazemos para você essas matérias.

A Agência Brasil forneceu dados relevantes sobre a questão do tratamento em clínicas de recuperação e a maneira de como é realizado o recurso terapêutico dentro destas instituições. O tratamento psicológico, medicamentoso e laborterápico. Como trazer as responsabilidades e a vivência da pessoa antes do mecanismo da dependência química dominar toda a vida do indivíduo, além da manutenção em grupos de apoio.

Em nota sobre como usar a conscientização para afastar pessoas das drogas, em nota à entrevista é citado que os jovens não sabem o quanto estão se expondo ao consumir deliberadamente e demasiadamente o álcool e as drogas de maneira a “socializar” com os demais. “É como uma roleta russa” cita um dos psicólogos.

Por fim, é interessante ressaltar que toda essa matéria prescrita acima fomenta a questão de um indivíduo que já está em processo de recuperação mas mesmo assim é interessante ressaltar que pessoas hoje tem o acesso a informação, entretanto vale viabilizar campanhas como as realizadas no CAPS AD do Jardim Ângela onde frisa conscientizar a população desde cedo sobre o malefícios de substâncias, evitando processos de dependência.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas. para tratamento da dependência química

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a melhor melhor maneira para deixar o vício, conheça tratamento em uma clinica de recuperação . A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local.

Compare listings

Comparar