Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Entenda a relação entre o consumo de álcool e sua saúde mental

Você sabe a relação do consumo de álcool e sua saúde mental? Para muitos, o álcool é uma parte regular da vida, mas será isso saudável?

Você sabe como é a relação do consumo de álcool e sua saúde mental?

Para muitas pessoas o álcool faz parte regular da vida, poucos tendo a verdadeira ideia do quanto ele traz malefícios a saúde e ao bem-estar.

Atualmente, o álcool já faz parte de muitos rituais que ajudam boa parte das pessoas a “relaxar” e principalmente se socializar com outras pessoas.

Nesse sentido, muitas pessoas acabam fazendo o uso constante para “tirar o estresse”, principalmente, depois de um longo dia ou até no momento de desfrutar de algumas refeições com a família ou amigos.

No entanto, e o que poucas pessoas sabem, mesmo com toda a sua popularidade, o consumo de álcool também pode ter um efeito adverso em nossa saúde física e mental e bem-estar.

Assim, o uso e dependência de álcool podem interagir com a depressão e a ansiedade para resultar em graves consequências negativas.

Por fim, para você entender melhor, vamos dar uma olhada em como o álcool pode afetar nossa saúde mental.

Acalmar o estresse

Infelizmente, muitos usam o álcool para relaxar depois de um evento estressante, como o trabalho, pensando que uma bebida ou duas ajudarão, temporariamente, a esquecer os problemas.

Mas, a longo prazo, o álcool realmente interfere com a produção de cortisol do seu cérebro, que é um hormônio responsável pela resposta ao estresse.

Quando você bebe muito álcool, seu cérebro aumenta a quantidade de cortisol que produz, o que, aumentando sua pressão arterial e níveis de alerta.

Além disso, isso também pode ajudar a elevar os níveis de estresse e ansiedade no indivíduo.

Inclusive, é um dos modos em que o consumo de álcool e sua saúde mental estão relacionados.

Portanto, sim, no decorrer do tempo, ao invés de ser uma boa alternativa para o estresse, os níveis desse sentimento podem se elevar, junto a diversos outros problemas de saúde.

Por fim, não é à toa que os especialistas consideram o álcool e a droga como “falsos calmantes”.

Pode tornar a depressão e a ansiedade ainda piores

Às vezes bebemos para comemorar, como para um aniversário ou para tocar no ano novo.

Além disso, outras vezes, porém, podemos recorrer ao álcool porque estamos deprimidos ou ansiosos e esperamos que, bebendo, possamos diminuir essas emoções negativas.

Infelizmente, o oposto é realmente verdade: a automedicação com álcool para “tratar” a ansiedade e a depressão pode evoluir para um ciclo negativo, onde bebemos para diminuir nossa depressão ou ansiedade, mas nossa depressão ou ansiedade acaba piorando por causa disso.

O álcool também pode afetar a química do cérebro, como neurotransmissores, por exemplo, que ajudam a enviar impulsos químicos e elétricos ao redor do seu corpo e cérebro; quando o álcool interfere nesse processo, as mudanças negativas também podem aumentar a ocorrência de depressão e ansiedade.

Então, consumo de álcool e sua saúde mental não são uma boa combinação.

O abuso de álcool está relacionado à automutilação

É comumente conhecido que o álcool tem a capacidade de nos ajudar a “relaxar” e agir impulsivamente.

No entanto, infelizmente, as consequências disso podem ser muito mais severas do que podemos imaginar.

Quando alguém está lutando contra a depressão ou ansiedade, e abusar do álcool, pode haver um maior potencial a determinadas coisas, incluindo atos de automutilação.

De fato, as taxas de suicídio são seis vezes maiores entre as pessoas com dependência de álcool.

Em exemplos mais extremos de abuso de álcool, bebedores pesados podem às vezes desenvolver psicose e experimentar sintomas como alucinações e delírios.

Para muitos de nós, a oportunidade de beber uma bebida alcoólica pode ser muito fácil de encontrar, desde querer relaxar, celebrar um evento especial, simplesmente se juntar a outros bebedores.

Estar atento à quantidade que consumimos pode ser um desafio.

No entanto, se você está preocupado com a conexão entre sua saúde mental e álcool, certamente há apoio por meio da psicoterapia.

Como a psicoterapia pode me ajudar?

A psicoterapia pode o ajudar a construir uma resiliência para lidar com os desafios da vida, e pode ajudar a melhorar seu estado mental, como quando você está se sentindo sobrecarregado ou completamente estressado.

O ambiente terapêutico é um lugar seguro, em que você pode desabafar, se fortalecer e desenvolver suas habilidades. consumo de álcool e sua saúde mental.

Em casos mais graves, você também pode procurar uma clínica de recuperação.

Onde encontrar a melhor clínica de recuperação para acabar com o consumo de álcool?


Como citamos, em alguns casos, e infelizmente bem comuns, muitas pessoas acabam precisando de tratamentos mais específicos para o elevado consumo de álcool, sendo as casas de recuperação a melhor e mais indicada alternativa.


Até porque, nesse ambiente você terá acesso a uma equipe de profissionais especializados, que ajudarão diretamente a tratar a dependência, com um acompanhamento, medicação e dentre outros, adequados a cada caso.

Ou seja, sendo uma alternativa essencial para quem deseja tratar o consumo de álcool e sua saúde mental.

E para isso, nós do Grupo Encontre Clínicas, temos as melhores clínicas de recuperação do Brasil, onde juntos podemos encontrar a mais próxima a você.

Tudo para ter um tratamento rápido, eficaz e humano. Focando sempre em trazer todo bem-estar e qualidade de vida de volta.

Compare listings

Comparar