Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Dependência da maconha: Como evitar o vício?

A dependência da maconha, Infelizmente a cada dia que passa, o vício só cresce e pessoas não conseguem ver como essa droga pode prejudicial

Infelizmente, a cada dia que passa, a dependência da maconha só cresce e poucas pessoas conseguem ver como essa droga pode prejudicar sua vida.

Até porque, o vício é mais comum em drogas como álcool ou cocaína. Ou seja, muitas pessoas que fazem consumo, ainda tem a velha impressão de que a dependência não existe.

Mas, o que poucas pessoas sabem é que sim, é possível ficar viciado em maconha. Isso significa que você não pode parar de usá-la, mesmo se você quiser.

Estudos mostram que cerca de 1 em cada 10 adultos que usam maconha podem ficar viciados. Logo, suas chances vão até 1 em 6 se você usá-lo antes dos 18 anos.

Além disso, muitos especialistas consideram a maconha como uma das drogas mais ofensivas, uma vez que quase sempre, ela é uma das primeiras a serem usadas.

Sim, hoje a maconha é uma das drogas que introduzem e levam muitas pessoas a dependência, prejudicando sua vida e o seu bem-estar.

Por fim, para você entender melhor sobre tudo isso, nesse artigo falaremos mais a fundo sobre a dependência e abuso de maconha e como isso pode afetar diretamente o bem-estar de uma pessoa.

Como você saber se é dependente da maconha?

Primeiramente, o primeiro ponto para você entender mais sobre a dependência e abuso de maconha, é descobrir se sofre com isso.

Diante disso, com base em alguns relatos, e experiências que vemos aqui nas clínicas de recuperação para drogados, responda as seguintes perguntas:

Você usa maconha todos os dias ou quase todos os dias? Você tentou desistir, mas não pode?

Você tem sintomas indesejados quando para, como ansiedade, irritação ou problemas para dormir? Isso desaparece quando você usa maconha de novo?

Tem um forte desejo, ou desejo, de usá-lo? Você continua usando mesmo que coisas ruins aconteçam, como problemas no trabalho, na escola ou com amigos e familiares?

Se respondeu sim a qualquer um desses, saiba que é muito provável que esteja sofrendo pela dependência ou abuso de maconha.

Até porque, em boa parte das vezes, os sintomas podem estar lhe afetando indiretamente, e você acaba não percebendo.

Por ser uma das “drogas de entrada” a maconha pode atingir diretamente o subconsciente, e trazer danos muitas vezes indiretos.

Problemas ligados ao vício da maconha

A dependência e abuso de maconha pode trazer danos que podem variar muito de pessoa para pessoa.

No entanto, vale citar que sim, existem aqueles que querendo ou não são considerados “comuns”.

O primeiro deles, é que ouso de maconha pode dificultar a mente, aprender ou prestar atenção.

Então, se você dirige enquanto está alto, é mais provável que você tenha um acidente de carro.

Ou, se você já tem problemas de saúde mental, a dependência e abuso de maconha pode o agravar.

Além disso, pessoas que usam muita maconha são mais propensas a ficar de vez e não felizes com a vida. Portanto, se você usá-lo todos os dias, você pode ter sintomas de abstinência um dia ou dois depois de parar. Estes incluem insônia, problemas de humor ou desejos que você não pode controlar.

Por fim, em muitos casos os usuários vão usando a droga apenas nos fins de semana ou em determinados eventos, e depois passando para os dias da semana, e logo após, não consegue mais passar um dia sem usar.

Infelizmente a dependência pode surgir inconscientemente, e quando vai ver, você não consegue mais se livrar, se tornando viciado na substancia.

Seu corpo começa a pedir e desejar muito fazer o uso, onde deixar isso de lado, pode gerar uma forte abstinência.

Quem fica com a dependência e abuso de maconha?

O uso precoce pode levar a problemas de maconha. Genes e meio ambiente também desempenham um papel.

Além disso, é mais provável que você fique dependente ao usar principalmente com outras drogas, como álcool.

Ou seja, sim, misturar drogas pode aumentar e acelerar bastante o vício.

Suas chances também aumentarão se você usar maconha muito e por si mesmo.

Além disso, problemas de saúde mental, como ansiedade ou transtorno de humor, também podem aumentar suas chances.

Como a dependência e abuso de maconha acontece?

A maconha tem THC, ou tetrahidrocanabinol como ingrediente psicoativo primário. Ele aciona receptores em seu cérebro chamados receptores endocanabinóides.

Dessa forma, quando você usa drogas viciantes como maconha, você pode mudar circuitos em seu cérebro. Com o tempo, você se torna menos sensível aos produtos químicos da maconha.

Você pode fazer menos endocanabinóide, que seu corpo produz por conta própria. Isso significa que você pode precisar usar mais da droga para se sentir “normal”, ou você pode se sentir estressado quando você não está usando.

Como evitar o vício da maconha?

A única maneira segura de impedir que a dependência e abuso de maconha aconteça é nunca usar maconha.

Não usar drogas quando você é jovem pode diminuir suas chances. Se você tem filhos, certifique-se de que eles sabem que a maconha pode ser prejudicial.

Fique de olho em seus filhos, se você se divorciar, se mudar, ou tiver que mandá-los para outra escola.

Além disso, adolescentes tendem a começar a usar drogas, quando enfrentam mudanças ou estressores incertos.

Vale citar que os adultos também devem se manter longe das substâncias, até porque, ela pode trazer danos graves a saúde mental e física também.

No ciclo de adultos, o uso e abuso da maconha pode ocorrer principalmente em momentos de convívio social, ou até mesmo em altas cargas de estresse.

Portanto, durante esses e todos os períodos que você passar, evite fazer o uso da substancia, evitando sofrer com os seus problemas e evitar recaídas.

Como tratar a dependência e abuso de maconha?

A maioria das pessoas com dependência e abuso de maconha não procuram tratamento. Contudo, você pode melhorar se tentar psicoterapia, ou falar de terapia.

Isso inclui terapia cognitiva comportamental, Gestalt-terapia, Psicanálise e outras abordagens. Dessa maneira, isso pode ajudá-lo a mudar pensamentos e comportamentos que dificultam a demissão.

Você também pode tentar estabelecer limites, como apenas usar maconha em certos dias da semana, como os fins de semana.

Logo, se você tem problemas em aderir aos limites autoimpostos, pode indicar um problema. Meditação ou outras atividades de alívio do estresse também podem ajudá-lo a usar menos.

No entanto, além de tudo isso, uma das coisas ideais que podem ser feitas, é buscar uma clínica de recuperação.

Principalmente para você que realmente quer se livrar do vício de uma vez!

E, para obter sucesso durante esse tratamento, ter acesso as melhores clínicas do Brasil faz total diferença.

Até porque, lá você consegue obter um tratamento rápido e que seja realmente eficaz, fazendo com que a abstinência, e outros problemas, não sejam mais aparentes.

Ou seja, fazendo você ter de volta a sua autoestima, bem-estar e o melhor de tudo, qualidade de vida.

Então, porque não ter acesso a tudo isso agora? Entre em contato com o nosso Grupo, e consiga um tratamento eficaz e direcionado, evitando a dependência e abuso de maconha.

5/5 - (7 votes)

Compare listings

Comparar
Pesquisa