Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Dependente químico com depressão! Como ajudar?

Fique por dentro de como ajudar um dependente químico com depressão, na atualidade, a depressão é um problema tão frequente, Saiba mais

fique por dentro de como ajudar um dependente químico com depressão, na atualidade, a depressão é um problema tão frequente que foi denominada como “Mal do século”

Tal doença costuma ser muito popular entre a juventude, intensificando-se, ainda mais, quando o jovem possui dependência química.

Nesse sentido, há formas de tentar minimizar a dor sentida por um dependente químico depressivo, como por meio da internação em uma clínica de recuperação para dependentes químicos, em razão de possuírem altos níveis de recuperação dos pacientes.

Iremos discutir ao longo desse texto, algumas formas de diminuir as dores sentidas pelo vício e pela depressão, iremos discutir ao longo do texto.

Dependência química e depressão

A depressão é uma das doenças mais populares da atualidade, e atinge aproximadamente 350 milhões de pessoas.

Paralelo a isso, segundo o relatório da UNODC, cerca de 200 milhões de pessoas fazem uso de algum tipo de droga ilícita.

Diante desses dados, fica claro que a existência de dependentes químicos depressivos é mais comum do que realmente parece!

É visível, também, que frequentemente, a depressão e o uso das drogas são resultados de problemas, medos e angústias de alguém.

Desse modo, o indivíduo, com a finalidade de se ver livre dos conflitos e dores que vivencia, começa a usar drogas.

Após isso, o dependente químico percebe que só consegue o relaxamento que deseja durante o curto momento que utiliza a droga.

A partir daí, os quadros de depressão começam a ganhar mais força, em geral, em decorrência de não possuir dinheiro para alimentar o vício e por isso, precisar ficar a sós com suas tristezas.

Sinais apresentados por dependentes químicos depressivos

Irritabilidade

Crises de irritabilidade podem ser frequentes, principalmente entre o período em que o uso das drogas for interrompido por falta de dinheiro.

Tal situação pode ser responsável pelo início de roubos e furtos do dependente, com a finalidade de alimentar o vício.

Ademais, ainda pode causar a incidência de ameaças, direcionadas a família, com o objetivo de exigir dinheiro.

Em casos mais graves, é comum que ocorra o uso da violência por parte do dependente químico depressivo, tendo em vista que muitas vezes provocam ferimentos em familiares e conhecidos, pois sentem que precisam depositar todos os seus problemas em alguém.

Para evitar que esses casos mais graves aconteçam, é preciso que a internação em uma clínica de tratamento para dependentes químicos ocorra o mais rápido possível.

Falta de entusiasmo

É comum que o dependente químico, ao adquirir a depressão, perca o interesse em muitas atividades que antes lhe despertavam entusiasmo.

Logo, é comum que o desejo do dependente seja apenas usar drogas, sem manter frequência em nenhuma outra atividade, como assistir aos programas favoritos e praticar algum tipo de esporte.

Perda ou aumento no apetite

Perda ou ganho brusco no peso são situações perigosas para saúde do indivíduo, que podem vir a ocorrer juntamente com a vinda da depressão à vida do dependente químico.

Com isso, é preciso tentar trazer a felicidade para o indivíduo, do contrário, é possível que ocorra algum dano sério ao organismo do dependente químico.

Raiva e desrespeito com a família

É comum que a família tente convencer o dependente químico depressivo a largar as drogas por meio da internação em uma clínica de reabilitação.

Entretanto, um sinal, que infelizmente é normal, é a rejeição e resistência à internação, uma vez que alegam estarem bem através de discursos rudes.

Todavia, a família e o dependente químico depressivo sabem que nada está bem!

Nesse caso, recomenda-se a internação involuntária para dependentes químicos, ou seja, aquela que ocorre sem o consentimento do paciente que será internado.

Riscos da dependência química atrelada à depressão

Suicídio

Embora por vezes o dependente químico depressivo não expresse abertamente o desejo de tirar a própria vida, o ato é uma situação bastante frequente por parte desses indivíduos.

Com isso, muitas pessoas mantêm essa vontade em silêncio, o que aumenta a força da depressão, tendo em vista que a família costuma não ter ciência do que se passa na mente de um dependente químico depressivo, para tomar a melhor medida para prevenir a concretização de tal atitude.

Pensamentos psicopatas

Pensamentos perversos e que colocam a vida de outras pessoas em risco são ideias que permeiam o imaginário de alguém depressivo e dependente químico.

Isso se dá em decorrência da vontade de descontar em outra pessoa todo o medo e frustração sentida.

Logo, isso pode gerar atos de violência em espaços públicos, como trens, avenidas e locais silenciosos, o que pode, no pior dos casos, acarretar a morte de alguém.

Problemas familiares

O péssimo relacionamento em âmbito familiar também é um perigo relacionado à depressão em dependentes químicos.

Assim, quadros de irritabilidade se tornam frequentes e indesejáveis em meio às conversas cotidianas.

Roubos e furtos

Com a finalidade de conseguir dinheiro para alimentar o vício, e assim, ver-se livre dos problemas por um curto período, o qual compreende o consumo da droga, muitos dependentes químicos depressivos acabam cometendo roubos e pequenos furtos.

Diante disso, fica claro que a internação em uma clínica para dependentes químicos é fundamental para combater a incidência dos problemas descritos acima, mesmo quando esse não é o desejo do dependente químico depressivo, pois seu vício e doença podem acarretar riscos aos outros indivíduos e a si.

Busque conversar com o dependente

Antes que qualquer medida seja tomada, é preciso entender os sentimentos do dependente químico depressivo.

Busque conversas honestas e verdadeiras que revelem os problemas e medos do seu familiar.

Ao conhecer os desafios que o dependente vem sofrendo, analise se é possível minimizá-los ou se o auxílio de uma clínica de reabilitação de dependentes químicos se faz preciso.

Tenha em mente que conseguir fazer com que esse familiar esteja livre do vício e da depressão significa melhor convívio familiar e possibilidade de novas perspectivas de vida, sonhos e metas.

Clínica de recuperação para dependentes químicos – Benefícios ao dependente químico depressivo

Em uma clínica de tratamento para dependentes químicos, o paciente estará inserido em um ambiente que apresenta uma ampla equipe médica e psicológica, além da existência de outros pacientes que partilham do mesmo desejo: largar as drogas!

A evolução do dependente químico depressivo se dará por diversos fatores, sendo um dos principais, a conexão de amigos, que serão adquiridos dentro da clínica de tratamento.

A possibilidade de manter conversas frequentes com psicólogos pode colaborar para o desempenho do paciente, haja vista que conversar sobre os medos, angústias e problemas com um profissional especializado no assunto corrobora uma visão mais positiva acerca da visão de mundo do dependente químico depressivo.

Tal situação também acarreta o progresso do paciente no que diz respeito a largar o vício, uma vez que os problemas que originam a depressão costumam ser os mesmos que dão início ao consumo das drogas, pois o dependente acredita que pode sufocar tudo que o incomoda com o auxílio das substâncias.

A participação do dependente químico depressivo em atividades lúdicas, realizadas em uma clínica de tratamento para dependentes químicos, ajuda a aumentar a percepção de felicidade do indivíduo, situação que faz com que seu olhar seja desviado da tristeza inevitável.

“Nunca se pode concordar em rastejar, quando se sente ímpeto de voar”. Tal citação de Hellen Keller retrata bem isso. Ao aprender a sorrir e a viver intensamente, o ato de viver em uma tristeza constante nunca mais será aceito pelo dependente químico depressivo, logo, não tornará a rastejar.

E é isso que a clínica de tratamento para dependentes químicos irá ensinar, a viver, a se reconstruir e a se levantar!

A internação de um dependente químico depressivo em uma dessas clínicas contribui muito para sua evolução emocional, pois tem a missão de apoiar o paciente em seu progresso e a ensiná-lo a aproveitar mais a vida, por meio de atividades lúdicas e conversas com psicólogos, enquanto ele pode tratar sua depressão com medicações adequadas para o combate à doença.

Internação involuntária para dependentes químicos

Caso o dependente químico depressivo apresente resistência quanto à sua internação em uma clínica de tratamento para dependentes químicos, a família pode tentar interná-lo mesmo assim, utilizando-se da internação involuntária.

Assim, a internação involuntária ocorre quando o dependente químico não reconhece os riscos do uso desenfreado das drogas, a ponto de ser necessário um pedido da família para conseguir internar o paciente, mesmo contra o seu desejo.

Tendo em vista que a clínica de tratamento para dependentes químicos que o paciente possa vir a ser internado possui boas avaliações e resultados, é normal que, mesmo com os protestos iniciais do dependente químico, ele venha a se adaptar ao decorrer dos dias e até gostar do local.

Isso ocorre por conta das várias vantagens que o dependente químico encontrará em uma clínica de recuperação, como novos amigos, que possuem histórias semelhantes, a equipe médica e psicológica, atividades e palestras motivacionais, entre outros.

Veja matérias relacionadas

Conte com a nossa ajuda para vencer a depressão e a dependência química

Encontrar uma boa clínica de tratamento para dependentes químicos é de suma importância para o paciente.

Saiba que ao internar um dependente químico depressivo a probabilidade de recuperação do vício e da doença é muito forte, o que aumenta as perspectivas de vida do indivíduo ao se ver livre dos seus antigos problemas.

Sabemos que a escolha da clínica não é fácil.

A família faz questão de ter certeza que seu ente querido será bem tratado, que será cuidado de forma digna, que todas suas necessidades serão atendidas e que ele terá todos os recursos para sair da clínica reabilitado.

Para ajudar nesse momento de decisão, a Encontre Clínicas oferece suporte 24 horas, com informações e indicações de clínicas em todos os Estados do Brasil.

Nossa equipe pode fazer uma avaliação da sua situação em um breve telefonema e ajudar você a escolher uma clínica, saber como utilizar o plano de saúde para pagar a internação e tirar dúvidas sobre internação involuntária ou compulsória.

Fale conosco pelo telefone (44) 99155-7195 ou pelo WhatsApp (11) 96262-2008 e conte com a nossa equipe para esclarecer todas as suas dúvidas sobre depressão e internação. Estamos à sua disposição.

Compare listings

Comparar