Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Espalharam a Fake News de que Cocaína combate o COVID 19.

Espalharam a Fake News de que Cocaína combate o COVID 19. Boato de que droga livra infectados da doença circula em diversos países do mundo, confira.

Antes de começarmos esse artigo já estamos salientando que o que foi dito na corrente do Zap é Fake News: cocaína não combate o COVID 19. Que as notícias falsas já datam de milênios, nós já sabemos, inclusive desde a época dos primórdios da escrita. O famoso “telefone sem fio” que acaba virando verdade no final das contas. 

Falar pelos quatro cantos besteira por aí, até é algo que não se deve dar tanta relevância, afinal que nunca falou algo que não deveria falar? Todavia, o problema é quando isso começa a se tornar verdade e as pessoas começam a acreditar, aí a coisa fica feia e séria. Podendo chegar a casos extremos de histeria coletiva onde há até mesmo prejuízos.

Mas enfim, o melhor remédio para as notícias falsas é a checagem da desinformação. Por exemplo: Sabe aquela vizinha mexeriqueira que fala da vida de todo mundo e que inventa um monte de coisa de um e de outro no seu prédio e no seu bairro?

Então, imagina que chega até você, através da boca dela, que o seu vizinho que é um cara super legal, está doente. O que você faz?

No mínimo em uma prosa agradável, tenta conversar e saber se realmente procede aquela informação para saber realmente se ele está bem, afinal, é uma notícia que é pertinente a você e à ele também, e como são amigos, conversam sobre.

Você não sairia por aí espalhando o que a mexeriqueira do prédio falou por aí, um monte de abobrinha sem saber a real fonte de informação, seria no mínimo falta de educação com uma pessoa que você conhece e que tem apreço.

Entretanto, estamos na era da informação, no século XXI, na época em que conversamos mais pelo celular do que pessoalmente. Onde trocamos muito mais mensagens de texto do que fazemos apertos de mãos. Aí, receber uma informação dizendo que “cocaína teoricamente previne COVID” e compartilhar isso, é ser pior que a vizinha mexeriqueira, não é? Porém, vale ressaltar que é fake news: cocaína não combate o COVID 19.

O Brasil fornece as ferramentas mas não os manuais

Existe um estudo na Suécia que ensina os alunos, desde o fundamental, a checarem as informações que são consumidas na internet, principalmente quanto a sua veracidade. Aqui, infelizmente com a falha no sistema educacional público, o Brasil fornece as ferramentas mas não os manuais de como proceder com a checagem da informação.

E algumas pessoas, seja por ignorância, seja por desinformação, compartilham uma besteira como essa a respeito da cocaína e o COVID como publicado em matéria no UOL. Sendo assim aquilo na corrente do Zap e do Face era Fake News: a Cocaína não combate o COVID 19.

Como algo tão nocivo e que traz tantos prejuízos para uma pessoa, pode ser compartilhado em uma rede social através de um “ser iluminado que acha que aquilo está certo” se as pessoas tomarem por verdade isso.

A cocaína é devastadora, trás imensos prejuízos, lota clínicas de recuperação e ainda se não tratado, o dependente ele fica na rua atrás da droga, vira caso social. É compromisso do estado cuidar de pessoas nestas situações de rua, por isso que dependência química é coisa séria.

Por isso que quando é falado que o Brasil fornece as ferramentas mas não os manuais, ele deveria incitar não só através dos veículos de comunicação, mas também através do sistema educacional público. Esse é o grande dilema brasileiro, a falta de intenção em investimento educacional de base, é delicado tocar nesse assunto.

“A” não tem haver com “B” e ponto

Nós do Encontre Clínicas, estamos há mais de dez anos engajados na recuperação de pessoas dependentes químicas e alcoólicas e sabemos dos dilemas que é ser usuário de narcótico e salientamos juntamente com os profissionais em matéria do Uol que “A” não tem haver com “B” e ponto. Fake News: Cocaína não combate o COVID 19!

Sabe o que a cocaína combate? A paz da família, a harmonia da casa, a saúde mental, a saúde física, a responsabilidade, o respaldo financeiro, os sonhos, as atitudes, corrompe o caráter e isso, quando não gera problemas irreversíveis como TAG, TAB e em pessoas que vivem nas ruas e estão expostas ao sexo químico o HIV por exemplo. Por isso “A” não tem haver com “B” e ponto.

A necessidade da checagem antes do compartilhamento

Vamos tomar como exemplo algo bem simples. Imagine que você tem um tio, cujo filho é um dependente químico. Você já passou pelo processo de internação em uma clínica e sabe que nesta instituição o procedimento é rápido, o tratamento é bom, e que cabe no bolso. É o famoso “b.b.b.” – bom, bonito e barato – então você indica para ele, mas com bases.

Com a informação é a mesma coisa. Se você recebe uma mensagem falando de qualquer assunto, é importante a necessidade da checagem antes do compartilhamento. Principalmente para priorizar a sua integridade na rede também, pensa que assim como no exemplo do tio, é a sua credibilidade em jogo e aí? Vai compartilhar besteira?

Se você faz a sua parte na checagem, não dissemina um conteúdo inadequado como este. E assim, para a corrente. Se mais pessoas fizessem o mesmo, o conteúdo não sairia das mãos do compartilhamento da pessoa que teve a brilhante ideia de lançar a fake news. Ressaltando então  o caso da fake news: cocaína não combate o COVID 19, destrói a vida de quem consome.

Encontre Clínicas e assuntos que você pode confiar

Agora vamos falar de um tema legal, e aí, você sabe porque dá pra confiar no Encontre Clínicas? A verdade é que sim, você pode ficar tranquilo com relação ao conteúdo que você consome aqui. Porque nosso site é produzido e tecnicamente estruturado com bases e assuntos importantes relacionados à dependência química.

Estamos há dez anos no mercado de clinica de recuperação e reabilitação de pessoas dependentes químicas e alcoólicas e sabemos muito bem como funciona a instalação psíquica da doença e os procedimentos que envolvem a recuperação individual e da família. Pode confiar, entra em contato com a gente

Compare listings

Comparar