Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Cocaína combate a Covid-19: Saiba tudo sobre essa Fake News!

Espalharam a Fake News de que Cocaína combate o COVID 19. Boato de que droga livra infectados da doença circula em diversos países do mundo, confira.

Não é segredo para ninguém que as fakes news na pandemia são numerosas, sendo muito reproduzidas nas redes sociais. E, uma das que mais surpreendeu, foi a de que a Cocaína combate a Covid-19.

Além disso, saiba que existem relatos de pessoas que acreditaram nessa falsa noticia, e estavam cogitando o uso de tal substância no combate da doença.

No entanto, é claro que os danos ao uso de tal droga são altíssimos, o que pode complicar diretamente a vida de uma pessoa.

Por fim, para você entender melhor, nesse artigo vamos falar sobre a fake “cocaína combate a Covid-19. Não caia nessa!

A mudança na pandemia

Desde o início da pandemia até medidas de distanciamento, as maneiras pelas quais a vida mudou e continua a evoluir parecem intermináveis.

Para a maioria, essas mudanças foram difíceis de processar às vezes, e tudo bem.

No entanto, como sociedade, estamos todos juntos nisso. Assim, é importante lembrar que, mesmo nos momentos mais difíceis, você nunca está sozinho.

Isso significa que você deve procurar aconselhamento se encontrar informações que pareçam falsas ou estranhas, como a ideia de que a cocaína combate a Covid-19.

Sim, você leu corretamente, há muitas pessoas por aí que perguntaram “cocaína combate a Covid-19?”

Por fim, esse mito é perigoso para sua saúde e pode deixá-lo mais vulnerável ao vírus, comprometendo diretamente sua imunidade, e adquirindo, devido ao uso de tal substância, outros sintomas mais graves, correndo o risco de se tornar dependente da cocaína.

Cocaína combate a Covid-19?

Desde os primeiros dias da pandemia, circulam histórias de que a cocaína possui a capacidade de neutralizar o COVID-19 e até matar o vírus.

Dessa forma, vários meios de comunicação e revistas científicas analisaram em profundidade essas alegações e descobriram que elas são definitivamente falsas. Portanto, é falso que cocaína combate a Covid-19.

À medida que o coronavírus continuava a se espalhar pelo mundo, várias agências governamentais e países se manifestaram e esclareceram que a cocaína não protege contra o COVID-19.

Além disso, eles reforçaram suas falas enfatizando que a cocaína é uma droga viciante que causa sérios efeitos colaterais e é prejudicial à saúde das pessoas.

Nesse sentido, alguns desses efeitos colaterais incluem:

  • Convulsões;
  • Distúrbios do movimento, incluindo doença de Parkinson;
  • Paranoia severa;
  • Alucinações auditivas;
  • Arritmia cardíaca;
  • Morte por overdose.

Assim, embora esta não seja uma lista exata, ela fornece um pouco de visão sobre o fato de que a cocaína não ajuda o corpo a aumentar uma resposta imune ou a se reparar.

Pelo contrário, destrói ativamente a saúde física de uma pessoa e a deixa suscetível com um sistema imunológico severamente comprometido.

Por fim, a conclusão é: cocaína e COVID são perigosas por conta própria, mas ainda mais perigosos juntos.

Os efeitos colaterais perigosos do uso de cocaína

Embora não haja absolutamente nenhuma prova de que a cocaína combate a Covid-19, há uma montanha de evidências de que ela afeta negativamente o corpo e o cérebro de várias maneiras.

Sendo assim, o uso de cocaína pode ter efeitos a curto e longo prazo em todo o seu ser, deixando-o com uma série de doenças físicas e complicações neurológicas.

Alguns dos problemas de curto prazo identificados podem incluir:

  • Irritabilidade;
  • Paranoia;
  • Ansiedade;
  • Alucinações;
  • Comportamentos violentos e agressivos imprevisíveis.

Embora pareçam preocupantes, eles empalidecem em comparação com os efeitos colaterais perigosos associados ao uso de cocaína a longo prazo, que incluem:

  • Arritmia cardíaca;
  • Dor no peito;
  • Hipertensão;
  • Dor abdominal e náuseas;
  • Convulsões;
  • Insônia e exaustão;
  • Depressão e ansiedade;
  • Psicose;
  • Alucinações;
  • Disfunção sexual;
  • Atrofia cerebral e pensamento prejudicado;
  • Ataque cardíaco;
  • Derrame.

No final das contas, foi definitivamente provado que o uso regular e sustentado de cocaína pode fazer com que uma pessoa desenvolva uma tolerância à droga, onde é necessária mais para atingir o mesmo nível.

Os perigos aumentam porque, quando a dose é aumentada significativamente, os efeitos nocivos que a cocaína tem sobre a saúde mental e física de uma pessoa também aumentam.

Esse tipo de uso crônico de cocaína pode aumentar o risco de coágulos sanguíneos, que, por sua vez, podem levar a ataques cardíacos, embolias pulmonares, derrames e trombose venosa profunda.

Também pode causar inflamação e morte do músculo cardíaco, deterioração da capacidade de contração do coração, bem como rupturas da aorta, angina e aumento permanente da pressão arterial.

Independentemente da maneira como você o corta, usar e abusar, é fake que cocaína combate a Covid-19.

Assim, saiba que ela destrói seu corpo, compromete seu sistema imunológico e deteriora seu cérebro.

Considerações finais

Neste artigo, você pôde confirmar que “cocaína combate a Covid-19” é uma grande mentira inventada por pessoas mal intencionadas

Caso você esteja aqui e tenha um problema com cocaína, ou conheça algum familiar ou amigo nessa situação, sugerimos que procure uma clínica de recuperação para sair dessa situação.

Nós, do Grupo Encontre Clínicas, somos referência quando o assunto são clínicas de recuperação para usuários e dependentes da cocaína, com unidades em todo o Brasil, à disposição para te ajudar nessa situação.

Por fim, possuímos clínicas com atendimento 24 horas, resgate imediato, e todo o time de profissionais especializados e prontos para te atender. Se você procura um suporte para esse problema, entre em contato agora conosco

Compare listings

Comparar