Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Síndrome de abstinência alcoólica: Identifique corretamente

indentifique corretamente a sindrome de abstinencia alcoolica

Por mais que poucas pessoas conheçam exatamente o que é isso, saiba que a síndrome de abstinência alcoólica é algo bastante comum, principalmente pelos que desejam sair do álcool.

Até porque, conforme vamos citar mais a fundo, o álcool, assim como diversas outras drogas, tem um forte potencial de gerar dependência.

E, diante disso, ao tentar simplesmente tirar ele da rotina de um dependente, ele pode oferecer inúmeros sintomas, dentre eles a síndrome da abstinência.

Às vezes, dependendo do tempo de uso e da intensidade, passar poucas horas sem ingerir álcool, pode gerar inúmeros sintomas em uma pessoa dependente.

Por fim, para você entender melhor, veja mais algumas informações sobre a Síndrome de abstinência alcoólica e aprenda a identificar corretamente essa doença.

Sinais de síndrome de abstinência alcoólica

A síndrome de abstinência alcoólica é o grupo de sintomas que podem se desenvolver quando alguém com transtorno por uso de álcool para de beber repentinamente.

O transtorno por uso de álcool era anteriormente conhecido como dependência de álcool ou alcoolismo.

Dessa forma, se uma pessoa bebe regularmente muito álcool, seu corpo pode se tornar dependente da substância.

O álcool é um depressor. O transtorno por uso de álcool ou o consumo excessivo de álcool por um longo período podem alterar a química do cérebro de uma pessoa devido à exposição contínua aos produtos químicos do álcool.

O uso crônico de álcool pode causar mudanças complexas em seu cérebro, inclusive nos neurotransmissores dopamina e ácido gama-aminobutírico (GABA), que afetam a excitação e a sensação de recompensa de uma pessoa.

A produção desses neurotransmissores é afetada quando uma pessoa para ou reduz significativamente a ingestão de álcool.

Por fim, o cérebro precisa se reajustar, o que leva a sintomas de abstinência.

Sintomas

Os sintomas de abstinência de álcool incluem náusea, ansiedade e ritmo cardíaco acelerado.

No entanto, saiba que esses não são os únicos sintomas, onde tudo vai depender de cada organismo.

Assim, pessoas com síndrome de abstinência alcoólica podem ter uma ampla variedade de sintomas, dependendo da quantidade de álcool que beberam, tipo de corpo, sexo, idade e quaisquer condições médicas subjacentes.

Desse modo, os sintomas comuns da síndrome de abstinência alcoólica incluem:

  • náusea;
  • vômito;
  • frequência cardíaca rápida;
  • agitação;
  • dor de cabeça;
  • insônia;
  • sudorese;
  • pesadelos;
  • ansiedade.

Os sintomas graves são chamados delirium tremens ou síndrome de abstinência alcoólica.

Dessa forma, podemos considerar a síndrome como já um estado avançado de determinada dependência.

Os sintomas de síndrome de abstinência alcoólica incluem:

  • Tremores graves;
  • Pressão arterial elevada;
  • Alucinações, geralmente visuais;
  • Extrema desorientação;
  • Convulsões;
  • Temperatura corporal elevada.

Os sintomas da síndrome de abstinência alcoólica podem ser fatais. Em casos extremos, o cérebro pode ter problemas para regular a respiração e a circulação.

Por fim, mudanças drásticas na pressão arterial e na frequência cardíaca também podem se desenvolver, o que pode levar a um acidente vascular cerebral (AVC) ou até ataque cardíaco.

Síndrome de abstinência alcoólica x ressaca

Embora alguns dos sintomas da síndrome de abstinência alcoólica sejam semelhantes a uma ressaca, eles não são a mesma condição.

Desse modo, ela e a ressaca têm causas diferentes. A ressaca ocorre quando uma pessoa bebe muito álcool de uma só vez.

Já a síndrome de abstinência alcoólica ocorre quando uma pessoa com transtorno por uso de álcool para ou diminui repentinamente sua ingestão de álcool.

O excesso de álcool pode irritar o revestimento do estômago, causar desidratação e levar a uma resposta inflamatória no corpo.

À medida que o álcool passa, esses efeitos levam a sintomas comuns de ressaca, como dor de cabeça, náusea e fadiga.

A síndrome de abstinência alcoólica é diferente. Se uma pessoa tem  transtorno por uso de álcool, seu corpo se acostuma a uma certa quantidade de álcool em seu sistema.

O uso continuado de álcool provoca alterações no sistema nervoso central e na produção de neurotransmissores no cérebro.

Por fim, quando o fornecimento de álcool é subitamente interrompido ou diminuído, os sintomas de abstinência podem se desenvolver.

Considerações finais

Neste artigo, você pôde conhecer sobre a síndrome de abstinência alcoólica. Agora, você possui mais suporte para não ficar sujeito a ela.

Além disso, caso você esteja passando por problemas com álcool, não deixe de buscar ajuda de uma clínica de recuperação.

Até porque, diversos sintomas e até consequências da síndrome da abstinência alcoólica podem ser evitados com um tratamento prévio e adequado.

Em vista disso, é crucial buscar sempre por uma clínica de recuperação especializada em tratamento para alcoólatras.

Isso porque, somente lá é possível passar com mais tranquilidade o processo de desintoxicação, oferecendo um tratamento adequado e direcionado a cada pessoa, combatendo diretamente a síndrome da abstinência alcoólica.

Inclusive, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação podemos te ajudar nesse processo.

Por fim, entre em contato agora pelos telefones e fale com um de nossos profissionais:

(44) 31382122

(11) 96262-2008

Dr Jose Riva Junior

Dr. José Riva Junior é Medico, CRM 206513 e Autor do Grupo Encontre Clínicas de Recuperação e Reabilitação, tem dedicado sua carreira a criar conteúdo bem pesquisado para que aqueles que estão em busca de tratamento possam encontrar a ajuda de que precisam.

Compare listings

Comparar