Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Internação Involuntária como Proceder?

Saiba como proceder com uma internação involuntária para dependente químico em uma clinica de recuperação, veja esse artigo ou fale com nossos terapeutas.

Quando um dependente químico se recusa a um tratamento de reabilitação há a necessidade de internação involuntária. No entanto, este tipo de internação requer cautela, onde entender como proceder é algo essencial.

A internação involuntária só é indicada em casos onde o dependente passa a oferecer riscos a si próprio e às demais pessoas.

Quando o dependente passa pela internação involuntária normalmente o caso dele está avançando, na maior parte das vezes nem mesmo o dependente consegue reconhecer que possui um problema e necessita de tratamento.

Mas afinal, na internação voluntária como devemos proceder?  Quem deve solicitar a internação?

Dessa forma, para você entender melhor, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação desenvolvemos esse completo artigo sobre esse tema, para que você possa entender a importância de uma internação involuntária, e principalmente como proceder. 

O que é a internação involuntária?

Na introdução do nosso artigo fizemos um breve resumo sobre o que se trata a internação involuntária, mas agora vamos nos aprofundar nessa informação.

A internação involuntária é um procedimento comum para dependentes químicos em estado grave. No entanto, mesmo que em muitos casos seja extremamente a maior parte das famílias desconhecem a possibilidade de aderir a este procedimento. 

A internação involuntária já é prevista em lei federal desde de 2004, dessa forma um dependente químico internado involuntariamente não está sendo abusado ou lesado pela clínica responsável.

Um dependente químico pode chegar ao auge do desequilíbrio emocional, trazendo assim então riscos a ele e as pessoas que estejam ao seu redor.

A família ou responsáveis legais do dependente químico podem solicitar o requerimento de uma internação involuntária.

Quando requerida o dependente químico não precisa assinar nenhum documento, sendo assim então uma responsabilidade apenas dos familiares ou responsáveis legais.

A internação involuntária jamais deverá ser tomada como a primeira medida de tratamento. Essa alternativa será usada somente quando o cenário estiver crítico

Por isso, apenas médicos podem fazer o julgamento se há real necessidade de aderir a internação involuntária do dependente químico.

Na análise o médico analisa o grau de complexidade do dependente químico, tendo como fatores o tempo de consumo e a quantidade de consumo das drogas, além de claro a reação delas sobre o dependente.

Quando devo solicitar a internação involuntária?

Como já dissemos no tópico anterior, a internação involuntária é a última alternativa, mas na maior parte das vezes ela é a menos indicada.

Alternativas mais simples são tomadas anteriormente, como, por exemplo, o uso de medicamentos e acompanhamento clínico, porém também há a possibilidade da própria internação voluntária.

Isso ocorre quando o usuário reconhece que precisa de ajuda e se coloca à disposição para ser internado (a).

Mas, infelizmente na maior parte das vezes o dependente químico não aceita e também não reconhece que tem um problema, entretanto as consequências da recusa aproximam a possibilidade da internação involuntária.

Há também casos em que o dependente químico sofre de surtos psicóticos, assim ele compromete a sua própria integridade e também a segurança das pessoas ao seu redor.

Como é feita a internação involuntária? 

Mais uma vez repetimos que apenas familiares e responsáveis legais podem solicitar a internação involuntária.

Entretanto, a lei de número 13.840 aprovada em 2019 autoriza servidores públicos do sistema público de saúde a solicitarem a internação involuntária.

Este cenário é comum, em caso de moradores de ruas, mas não só em casos de moradores de rua.

Infelizmente em alguns casos a própria família abandona o dependente químico, sendo assim então uma responsabilidade repassada aos servidores públicos de saúde.

Novamente repetimos que apenas um médico com CRM ativo pode dizer se o dependente deve ou não ser internado involuntariamente.

O procedimento da internação involuntária dura em média 90 dias, sendo um tempo médio aceitável para a desintoxicação do organismo do paciente.

No entanto, é claro que isso pode variar muito de pessoa para pessoa.

A importância de procurar uma clínica

Como pode perceber a internação involuntária é um assunto complexo, dessa forma a necessidade de uma equipe especializada é fundamental para o sucesso da recuperação do paciente.

Infelizmente há clínicas com profissionais despreparados para este tipo de situação, por isso ao selecionar uma clínica que lhe ajude nessa jornada seja criterioso (a).

Primeiramente verifique se a clínica possui registro do Ministério da Saúde e também certificados emitidos pelos órgãos competentes.

Verifique a capacidade de atendimento e também o nível de conhecimento técnico e experiência da mesma.

A estrutura da clínica também deve ser um fator analisado, verifique se é confortável. Não coloque alguém em um lugar que parece um castelo mal assombrado.

Quais são os sinais do dependente que indicam a necessidade da internação involuntária?

Você precisa saber que não adianta apenas saber sobre a internação involuntária como proceder, sem entender como reconhecer os sinais da dependência química.

Muitas vezes a família pode não optar por levar um dependente com necessidade de tratamento para a clínica, por não entender que aquele problema está de uma forma bastante avançada, acabando em perder muito tempo, que poderia estar sendo convertido em um tratamento adequado.

Ou, é comum também que familiares e até responsáveis locais do dependente acabem fechando os olhos para a atual realidade das coisas.

Assim, fazendo com que o individuo que sofra do vicio acabe se desgastando mais, e tendo cada vez mais problemas.

Ou seja, sim, quanto antes você identificar os sinais, e procurar uma ajuda, seja através da internação involuntária ou não, muitos problemas poderão ser evitados.

Inclusive, comprovadamente, os especialistas afirmam que quando mais cedo o tratamento do dependente, mais rápido pode ser a sua recuperação, e logo ele poderá ter de volta o seu bem-estar e uma vida normal.

Por fim, para você ficar em alerta, e assim seguir os passos da internação involuntária como proceder, conheça alguns sinais muito comum dentre os dependentes:

Relação familiar alterada

Sim! Você pode muitas vezes nem perceber, mas um dos fortes sinais que indicam uma dependência forte, e assim a necessidade da dependência, são as relações familiares alteradas.

Dessa forma, quando o individuo começa a usar droga, seja as ilícitas ou até mesmo as licitas (álcool, cigarros e etc.) é normal que a relação familiar mude bastante.

O primeiro sinal pode estar relacionado ao afastamento. Assim, aquela pessoa bastante presente no dia a dia, começa a sumir com frequência ou não opta mais por estar nos mesmos ambientes familiares.

Além disso, ela ainda pode se apresentar com altos níveis de estresses com os membros mais próximos da família, até mesmo, por motivos simples.

Se você está querendo melhorar o bem-estar daquela pessoa, esse é um dos principais pontos, que pode ser ideal para botar apostos os passos da internação involuntária como proceder.

Falta de compromisso com as atividades

Um dos pontos bastante presente em quem acaba entrando no vício das drogas, é a falta de compromisso com as atividades antigas e muitas vezes essenciais.

Ou seja, começar a faltar ao trabalho com muita frequência, não fazer mais nenhuma programação de diversão e dentre outras coisas.

Assim, isso ocorre principalmente, porque naquele momento, o seu principal “companheiro” está sendo as drogas.

Logo, para o indivíduo, o seu corpo com aquela substancia, não vai precisar de mais nenhuma outra coisa.

Problemas financeiros

Claro, para sustentar o vício, você concorda que o gasto financeiro de um dependente começa a crescer descontroladamente?

Nesse sentido, saiba que os problemas financeiros são um dos fortes sinais que pode demostrar o vício em drogas.

Até porque, todo o seu dinheiro está indo praticamente por completo para o consumo das substancias ilícitas, ou até licitas, como o álcool sendo o principal.

E, quando esse dinheiro acaba, as vezes o individuo pode procurar por coisas de dentro de casa, às vezes, essenciais para vender e sanar o vício.

Portanto, sim, esse é um dos fortes sinais, e inclusive, não é difícil de você conseguir identificar.

Considerações finais

A internação involuntária é uma forma de tratamento para dependentes químicos, porém essa forma requer uma clínica qualificada, entendo corretamente como proceder.

Jamais em hipótese alguma entregue seu ente querido nas mãos de qualquer profissional.

Por esse motivo, não deixe de contar conosco do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, pois temos as melhores clinicas de recuperação do país, com profissionais adequados, e vão ajudar diretamente a uma boa recuperação e tratamento.

Portanto, se você procura uma clínica de recuperação que seja segura e de qualidade para internar involuntariamente um familiar, entre em contato e faça sua avaliação hoje mesmo.

Atendimento 24 horas!

Se você tem a possibilidade de ajudar alguém a mudar de vida, não deixe de investir nisso.

Compare listings

Comparar