Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

O crack pode matar de overdose?

Neste post, vamos esclarecer o crack pode matar de overdose ?, A overdose de crack é comum ou incomum? o consumo de drogas mata 200 mil pessoas por ano.

Se o assunto é drogas, em especial as estimulantes, precisamos entender que o crack é uma droga estimulante assim como a cocaína, deriva da mesma pasta base mas com processo totalmente diferenciado, contudo o crack pode matar de overdose? É um assunto bem diversificado e pesquisado nos mecanismos de pesquisa e nós do Encontre Clínicas vamos trazer para você essa questão importante.

Pasta base misturada com água e soda cáustica, aquecida a uma temperatura onde os compostos se diluam e a reação aconteça. Formando uma camada com água e outra com umas pedrinhas, o crack. Pó e crack apesar de serem muito parecidos, são diferentes. 

Os efeitos entre “dar aquele tirinho” e “fumar uma rocha” são semelhantes, entretanto o da “rocha” é muito superior e forte. O crack tem uma potência infinitamente maior que a cocaína em termos de prazer pelo tipo de absorção dela, já que é pulmonar.

Fora que a COCº – molécula resultante da mistura entre a cocaína e a soda cáustica – penetra com uma facilidade muito maior no cérebro, o que faz com que a capacidade de emanar dopamina no ato de uso seja muito maior em comparação com pessoas que são usuárias de coca. 

Pessoas que utilizam cocaína têm taxas de dependência de 5% a 12% em 24 meses, enquanto os usuários de crack são quase de 46% em menos da metade do tempo com a mesma carga de assiduidade. Uma outra comparação interessante é que a cocaína em pó e a pedra têm diferenças com relação ao quanto chega ao sangue e início pico e duração de efeito. Veja a seguir:

COCAÍNA EM PÓPEDRAS DE CRACK
o que é sal solúvel em águapedras amareladas ou brancas
quanto chega ao sanguede 25% a 80%de 60% a 70%
início do efeito3 a 5 minutos5 a 10 segundos
pico do efeito10 a 40 minutos1 a 5 minutos
duração do efeito60 a 90 minutos30 a 45 minutos

A overdose de crack é comum ou incomum?

Apesar de ser um irmão da cocaína muito mais poderoso em termos de potencialidade de vício, muitos se perguntam se a overdose de crack é comum ou incomum, por incrível que pareça, é incomum. O fato é que o crack pode matar de overdose, mas é difícil disso acontecer. Em compensação a cocaína é mais perigosa que o crack quando o assunto é morte por overdose.

Primeiramente porque temos que voltar na tabela acima e observar a relação em questão do tempo que a cocaína fica no organismo. Em comparação com o crack é extremamente maior. Apesar do prazer do crack ser infinitamente superior, o tempo que o mesmo permanece no organismo é baixo, o que faz com que a coca seja altamente poderosa.

Além do mais pessoas que fazem uso de cocaína e desenvolvem tolerância, aumentam as doses conforme o tempo, e conjuntamente misturam a substância com outra droga, o álcool. No organismo o resultado do composto é o cocaetileno, um veneno para o corpo. Grande precursor de overdoses em altas doses  no organismo.

Já respondemos a respeito sobre a overdose de crack é comum ou incomum, todavia o crack pode matar de overdose também. Existe uma pesquisa a respeito das pessoas que estão assíduas no crack que é a respeito da sua morte. É triste falar sobre isso neste artigo, mas infelizmente é necessário, já que estamos falando sobre drogas.

Os Nóia – pessoas que são adictas à droga e que vivem em sua função – tem infelizmente uma trágica estatística. Uma delas é que eles quase não são mortos por conta das overdoses que somam apenas 9% dos casos de viciados em crack. Essa estatística é de pessoas que têm condições e que ainda não estão em situação de rua, justamente porque usam em altas doses da substância.

Outra dolorosa estatística é que os cracudos infelizmente adoecem com facilidade, justamente por deixarem de se cuidar. Começam a viver nas ruas em prol da substância e fazem mundos e fundos em prol das próximas doses e isso envolve roubar, se prostituir, mentir e até mesmo ficar devendo para traficantes. DST’s e outras doenças graves como HIV são responsáveis pela morte de muitos dessa categoria.

Segundo a R7  – os segredos do mundo – existe uma parte triste mas real sobre a vida de pessoas que escolhem viver nessas condições. A miséria moral e a vida em prol das doses de crack, fazem com que muitos sejam assassinados no meio do caminho. Seja por conta de dívidas com o tráfico de drogas ou com encrencas locais. Os que cometem delitos ainda acabam por irem para cadeias e centros prisionais.

Não pertença a realidade do crack

Apesar de ser o maior consumidor de crack do mundo, sendo o detentor de 20% do consumo mundial, não pertença à realidade do crack. E que o crack pode matar de overdose mesmo que em baixíssima escala, seu maior problema é o sofrimento da realidade social que a droga migra o indivíduo.

Pessoas que tinham tudo para brilhar, acabam por virar nada por conta de um simples prazer, mas que não dignifica ninguém. O crack é devastador e corrói o indivíduo, a família e a sociedade. Não deixando nada para ninguém. 

Por isso, se você conhece alguém que esteja sofrendo com a dependência química, entre em contato com os CAPS para solicitar apoio. Se precisar de procedimento de internação particular, entre em contato com o Encontre Clínicas.

A clinica de recuperação são altamente eficientes para o tratamento de pessoas que estão nas condições de drogadição de substâncias psicoativas de maneira compulsiva, assim como o crack. Apesar de ser uma droga que tem altas taxas de reincidências, o crack pode matar de overdose. Contudo, o dilema social envolvendo a substância é lastimável e lamentável. Pessoas que estão na rua por conta do vício na substância, podem ter suas vidas e destinos mudados para sempre. E nem sempre têm um final feliz, por isso, escolha o caminho da recuperação.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas. Aproveite a ajuda sobre o tratamento de dependência do crack.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a selecionar um tratamento de recuperação e reabilitação adequada. Uma avaliação por telefone exige apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajuda você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local. 

Compare listings

Comparar