Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

O crack pode matar de overdose? Descubra tudo!

Neste post, vamos esclarecer o crack pode matar de overdose ?, A overdose de crack é comum ou incomum? o consumo de drogas mata 200 mil pessoas por ano.

O crack é uma das drogas mais mencionadas no Brasil, a sua composição é semelhante à cocaína e ambas agem como estimulante. No entanto, a dúvida de muita gente é: será que o crack pode matar de overdose? 

Nós do Grupo Encontre Clinicas de Recuperação desenvolvemos esse sofisticado material explicando a ação do crack no corpo humano e suas consequências.

Você vai conseguir entender como essa, que é uma das drogas mais fatais do mundo pode trazer problemas graves ao corpo e como solucionar esse problema.

Descubra tudo se ela pode matar de overdose, e se caso não, as consequências que podem ser adquiridas.

O que é o crack?

O primeiro ponto para falarmos sobre essa droga é conhecê-la, mas leia com atenção nosso artigo para poder ter a melhor experiência de aprendizado possível.

Em curtas palavras o crack é a cocaína solidificada em cristais, ou seja, pedrinhas brancas ou amareladas.

Essa droga, considerada hoje uma das mais fatais do mundo, possui ação relativamente rápida, levando em média de 5 a 10 segundos para fazer efeito.

Ou seja, diferente da cocaína em pó, outra droga fatal, que leva cerca de 3 minutos. Entretanto, a cocaína em pó não possui a mesma sensação de prazer que o crack.

O crack é o resultado da pasta base misturada com água e soda cáustica, porém são aquecidos a uma temperatura onde os compostos se diluem. Assim, então, formando as pedrinhas mencionadas anteriormente.

O resultado dessa mistura é um ativo capaz de penetrar no cérebro aumentando o nível de dopamina de quem consome o crack, sendo esse o motivo pelo qual a crack gera mais prazer, pois ativa a dopamina em alta intensidade, deixando o usuário “saciado”.

Usuários de crack possuem uma taxa de dependência próxima dos 45% em apenas 6 meses. Entretanto, esse número pode ser ainda maior a depender da taxa de consumo. 

Veja a nossa tabela:

O Crack pode matar de overdose,  Saiba mais
O Crack pode matar de overdose, Saiba mais

Afinal, o crack pode matar de overdose? 

Agora que você já sabe que se trata essa droga, chegamos no que te fez pesquisar sobre isso, mas será que o crack pode matar de overdose?

Pouco provável, mas não se descarta a possibilidade de isso acontecer, mas realmente a morte por overdose não costuma estar presente no consumo do crack.

É claro que o crack possui seus danos, porém de fato não costuma ser o motivo de uma overdose. Isso acontece porque diferente do seu “irmão” a cocaína, o crack possuem menos efeito no corpo como mostra nossa tabela acima.

Entre os danos do crack podemos mencionar a ausência de raciocínio já que a droga afeta intensamente o cérebro, também podemos citar a paralisação de algumas partes do corpo como a boca.

Mas não é só isso, o crack também pode ser o motivo de um infarto, acontecendo principalmente quando o usuário já deve estar consumindo outras drogas como o álcool.

Outra característica evidente é a destruição da estética, mas não somente a estética do rosto como também todo corpo. Grandes hematomas e manchas podem surgir pelo corpo ao consumir o crack. 

Em resumo, o crack não costuma matar de overdose, porém como foi dito isso pode sim acontecer.

O crack além da overdose

Como vimos, a possibilidade do crack matar de overdose é baixa, mas não é apenas a overdose que provoca preocupações.

O crack possui consequências capazes de destruir uma vida, isso vai além do sepultamento de um corpo. Mas sim de um sepultamento de uma história.

O crack gera uma dependência capaz de trazer grandes problemas, como o adoecimento e a fragilidade emocional.

A partir disso, o usuário fica cada vez mais incapacitado de se curar, sendo a principal solução, um tratamento em uma clínica de reabilitação especializada.

Além disso, ao contrário do que muitos pensam, usuários de crack não são apenas “favelados”. Porém, a sociedade tende a etiquetar essas pessoas como marginais.

Muitos usuários de crack adotaram a droga a partir de um episódio pessoal, por exemplo, um luto, um término de relacionamento e até mesmo uma decepção profissional.

Pessoas são pessoas e cada uma conhece a sua realidade.    

Ao encontrar alguém que se encontra em situações de vício, evite apontar o dedo e julgar. Você muito provavelmente não sabe o que aconteceu na vida dessa pessoa.

Portanto, não é à toa que uma das melhores soluções, na frente de qualquer outra, é internar o usuário de crack, e não julgar, proporcionando uma chance de mudar sua vida.

Qual o tratamento eficaz para o crack?

Ao conhecer alguém nesse cenário, recomendamos fortemente aderir a uma clínica de recuperação, mas não entre na primeira que ver pela frente. Esse tipo de caso precisa de profissionais altamente competentes.

Dessa forma, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, podemos te ajudar nesse processo, onde temos os melhores profissionais disponíveis em todo o país.

Aqui, você consegue um tratamento adequado para o vício de crack, cocaína e diversas outras drogas, como até o álcool, feita de forma humana e totalmente profissional.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Antes de ver os diversos problemas que podem ser obtidos com o crack, procure um tratamento adequado.

Compare listings

Comparar