Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

O que é sexo químico? Saiba tudo sobre!

Para quem não sabe o sexo químico ou apenas chemsex, é uma prática que consiste em utilizar drogas conjuntamente com o sexo. Saiba mais...

Você alguma vez já ouviu falar sobre sexo químico? Como ele funciona? Saiba essa modalidade vem se tornando presente cada vez mais dentre as pessoas.

Inclusive, o que você talvez não saiba, o Chemsex ou sexo químico é uma tendência cultural que vem ganhando força.

Nessa prática, o uso de drogas é para uma modalidade diferente do que a convencional que é a de beber álcool ou usar drogas recreativamente ou para se “sentir melhor”.

Neste artigo, falaremos tudo sobre esse tipo de prática sexual, e como sim, ele pode ser prejudicial para a saúde das pessoas.

O que é sexo químico?

O sexo químico envolve o uso de drogas para melhorar o sexo.

Dessa forma, geralmente as pessoas fazem isso para mudar as sensações físicas que têm durante o sexo (aumentando o “prazer” e sua capacidade de fazer sexo por mais tempo).

Ou, até mesmo para mudar suas experiências psicológicas (aumentando sua confiança ou removendo inibições).

Ele pode durar muitas horas de cada vez e muitas vezes com vários parceiros sexuais (por exemplo, em festas), mas também pode envolver apenas um casal ou masturbação solitária.

É mais comum entre os homens gays, mas a cada dia que passa os heterossexuais costumam usar drogas e álcool para melhorar o sexo também.

O que precisa ser dito é que em ambos os casos, pode haver riscos para a saúde sexual e outros.

Além disso, é claro, ainda existem os riscos causados pela dependência química, que podem ser bastante graves ao corpo.

Quais são os riscos do sexo químico?

As drogas Chemsex mudam como você se sente e principalmente, como se comporta, o que diante disso, pode se tornar uma prática de muito risco.

Quando você mistura as drogas e álcool com sexo, se aumenta o risco de HIV e infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) de várias maneiras.

Até porque, com menos inibições físicas, é menos provável que você use preservativos, mesmo que tenha a intenção de antes.

Além disso, você pode não se lembrar do que fez e se usou preservativos, ou seja, durante uma longa sessão, você pode esquecer de tomar sua medicação de profilaxia pré-exposição (PrEP) , tornando-se mais vulnerável ao HIV se você não estiver usando preservativos.

Se você vive com HIV, pode esquecer de tomar sua medicação para a doença, o que ajuda a mantê-lo indetectável e evita que você transmita o HIV para seus parceiros.

Outro ponto é que você pode fazer sexo com estranhos (como pessoas com quem você se envolveu através das mídias sociais ou da internet). Ou, pode fazer sexo com vários parceiros.

Portanto, sim, podemos confirmar que um dos principais riscos do sexo químico, está nas suas chances de exposição bem maiores ao HIV e outras DSTs

Exageros prejudiciais: um dos riscos do sexo químico!

Você pode fazer sexo com mais força do que o normal, por causa dos efeitos anestésicos de drogas como o GHB.

Isso porque, o revestimento fino do ânus é facilmente danificado ou rasgado durante o sexo anal sem lubrificação, aumentando o risco de infecção pelo HIV e outras DSTs, incluindo a hepatite C, por exemplo.

Desse modo, se você tiver uma sessão de sexo particularmente longa, talvez não pense em acessar o tratamento de profilaxia pós-exposição de emergência (PEP) para prevenir a transmissão do HIV até que seja tarde demais. A PEP só funciona se for tomada dentro de 72 horas após a infecção.

Você também pode injetar drogas com agulhas compartilhadas, aumentando, portanto, o risco de infecção por HIV e hepatite C. Em vista disso, as drogas usadas no sexo químico também têm outros riscos à saúde.

Além disso, se torna muito mais fácil também o uso de GHB.

Assim, isso pode fazer com que você desmaie, deixando-a mais vulnerável à agressão sexual.

Quaisquer que sejam as circunstâncias e quaisquer drogas que você tenha usado, lembre-se de que agressão sexual nunca é aceitável e nunca é sua culpa.

Isso porque, drogas do sexo químico mudam como você se sente, às vezes de maneiras indesejadas.

Eles podem deixá-lo confuso, paranoico ou assustado e, em alguns casos, você pode perder o contato com a realidade e ter alucinações muito convincentes.

Também é comum que as pessoas tenham uma ‘redução’ após uma sessão de sexo químico, onde se sentem deprimidas ou deprimidas.

Então, certas drogas anti-HIV são conhecidas por interagir mal com drogas chemsex. Em particular, houve casos de mortes resultantes de interações entre ritonavir e metanfetamina.

Onde buscar ajuda?

Se você participou de sexo químico e está preocupado que possa ter se colocado em risco de HIV, você deve falar com um profissional de saúde sexual o mais rápido possível para obter orientação.

Você provavelmente receberá PEP como uma forma de tratamento de emergência se entrar em contato com eles dentro de 72 horas após a suspeita de exposição ao HIV.

Nas clinicas parcerias do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, você pode ter acesso a testes para infecções sexualmente transmissíveis (DSTs), incluindo HIV.

Ou seja, caso o sexo químico tenha ocorrido, e ainda se tenha dúvida sobre possíveis contaminações, é possível fazer esse teste.

Além disso, você pode também poderá encontrar com facilidade a clinica de reabilitação mais próxima, para iniciar o tratamento contra o uso da substancia química.

Até porque, de nada pode adiantar fazer os testes e tudo mais, mas não se livrar do vício das drogas, fazendo com que o sexo químico facilmente venha a ocorrer de novo, e as vezes, se torne até uma rotina.

Portanto, não deixe de procurar uma clinica de qualidade, e que ofereça um tratamento digno e eficaz contra as drogas.

Você pode evitar que um problema maior seja adquirido, e que o dependente consiga ter de volta uma vida saudável e prospera, sem precisar das drogas para seus prazeres.

Nós vamos te ajudar durante todo esse processo. Entre em contato conosco hoje mesmo e marque uma avaliação sem compromisso.

Uma simples atitude pode mudar a vida de uma pessoa! Não perca a chance.

{ “@context”: “https://schema.org/”, “@graph”: [ { “@type”: [ “Person”, “Organization” ], “@id”: “https://encontreclinicas.com.br/blog/#/schema/person/60ffd84e0e2ba29cd13bb31f3a456839”, “name”: “Encontre Clínicas”, “image”: { “@type”: “ImageObject”, “@id”: “https://encontreclinicas.com.br/blog/#personlogo”, “inLanguage”: “pt-BR”, “url”: “https://encontreclinicas.com.br/wp-content/uploads/2021/06/logo_encontre_clinicas_mobilie.jpg”, “contentUrl”: “https://encontreclinicas.com.br/wp-content/uploads/2021/06/logo_encontre_clinicas_mobilie.jpg”, “width”: 320, “height”: 100, “caption”: “Encontre Clínicas” }, “logo”: { “@id”: “https://encontreclinicas.com.br/blog/#personlogo” }, “description”: “Encontre as Melhores Clínicas de recuperação para Dependentes Químicos em todo Brasil.”, “sameAs”: [ “https://www.facebook.com/grupoencontreclinicas”, “https://twitter.com/encontreclinica” ], “url”: “https://encontreclinicas.com.br/author/joserivajunior2106/” } ] }

Compare listings

Comparar