Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

O que leva uma pessoa a usar drogas: descubra as razões

Já parou para pensar sobre o que leva uma pessoa a usar drogas? Quais são os motivos de uma dependência? Descubra as principais razões!

A lista de razões para descobrir o que leva uma pessoa a usar drogas é tão grande quanto a quantidade de indivíduos que consomem.

Até porque, infelizmente você hoje tem uma série de fatores que podem levar a entrar no ciclo das drogas licitas e ilícitas.

Além disso, a dependência nessas substâncias pode afetar qualquer pessoa que seja, de qualquer lugar e classe econômica.

Isso porque, ao contrário do que muitos pensam, o uso de drogas não se enquadra apenas em pessoas de baixa renda, que não têm uma moradia estável ou que não tiveram educação.

Inclusive, muitos indivíduos com uma vida estruturada, emprego e família, estão sim suscetíveis a usar drogas.

Contudo, dentre as diversas causas fundamentais, existe uma subdivisão com outras infinitas razões que podem acabam fazendo com que você entre nessa dependência química.

Como, por exemplo, todos que usam essas substâncias tiveram uma motivação para chegar nessa situação.

No entanto, essa motivação, assim como as de outras pessoas, possuem relação com as causas principais: emocionais, psicológicas ou físicas.

Por fim, muitas são as razões que você precisa conhecer. Diante disso, veja a seguir tudo sobre o que leva uma pessoa a usar drogas.

Quais as características das causas principais?

Independente do motivo pelo qual você tenha começado a usar drogas, é importante entender que tudo está ligado a uma causa básica.

Dessa forma, veja abaixo como se caracteriza cada causa e entenda em qual você ou alguém próximo se encaixa.

Emocional

Quando você sente que precisa das drogas para completar um vazio na sua vida, podendo ser algo recente ou não, significa que isso está ligado ao emocional.

Por exemplo, ao perder um parente ou amigo, a dor é tanta que acaba formando um vazio que, em muitos casos, acaba sendo preenchido com o uso das drogas.

Além dessas, existem outras razões como:

  • Término de um relacionamento
  • Traumas
  • Estresses

Assim, em algumas dessas situações as pessoas procuram por drogas que possam “desligá-las” do mundo, onde entram as depressoras.

Física

No caso de dores persistentes, por exemplo, alguns usuários se automedicam com substâncias próprias para essa situação, correndo o risco de usar doses muito altas e ter uma overdose.

Ou seja, a causa física é aquela em que você vê que necessita dos efeitos da droga para se sentir melhor fisicamente.

Psicológico

Problemas relacionados a baixa-autoestima, falta de confiança, angústia, ansiedade e outros, podem gerar um sentimento de inadequação em relação a você mesmo ou ao mundo.

Dessa forma, por tudo isso que está ligado ao seu psicológico, você pode optar pelo uso das drogas para evitar esse tipo de sentimento, assim, buscando aumentar a autoestima, confiança e etc.

O que leva uma pessoa a usar drogas?

Você sabe o que leva uma pessoa a usar drogas?

Como já foi dito, as causas que levam a isso são muitas e variam de pessoa pra pessoa.

Apesar de que tudo esteja ligado a razões físicas, emocionais ou psicológicas, existem motivos relacionados a isso que se tornam gatilhos para que a pessoa use as drogas.

Infelizmente, quando as pessoas sofrem algum tipo de estresse emocional ou físico muito grande, as mesmas não recorrem a maneiras mais fáceis de lidar com isso, e acabam optando pelas drogas.

Veja algumas das causas mais comuns que levam ao consumo excessivo das drogas:

O luto

Quando acontece a morte de algum parente ou alguém próximo, quase nunca estamos preparados, e certamente é um acontecimento que devasta o emocional.

Embora algumas pessoas consigam passar pelo luto por meio de acompanhamento psicológico ou de alguma forma saudável, nem todas possuem essa força de vontade.

Infelizmente, alguns não conseguem enfrentar a dor do luto e, por isso, usam as drogas como um meio de diminuir o sentimento de perda.

Término de um relacionamento

Quem já passou por o fim de uma relação sabe o quanto isso pode destruir o emocional de alguém.

Até porque, quando se tem uma relação, dificilmente você pensa em terminá-la, e, por isso, quanto mais tempo tiver durado, pior será o sofrimento com o fim.

Dessa forma, assim que você rompe um namoro ou casamento, isso pode afetar diversas áreas da sua vida, inclusive a sua capacidade de enxergar um propósito nas coisas.

Por isso, quando não há um apoio emocional adequado após um término doloroso, você pode usar as drogas como consolo.

Influências externas

Em algumas situações, dependendo do ambiente no qual você está exposto, isso poderá contribuir para que você escolha as drogas.

Vale ressaltar que, não são todos os casos, mas, crescer numa família envolvida com as drogas, sofrer abuso, se envolver em crimes ou outros, são razões que podem influenciar no uso dessas substâncias.

Pressão familiar

As demandas que as famílias impõem variam de acordo com a sua idade, ou seja, se você jovem ou adulto.

Porém, as mais comuns são: ir bem na escola, saber conciliar o trabalho com a criação dos filhos, e outras obrigações.

No entanto, quando essa pressão em cima de você se torna exagerada, muitas vezes fica difícil administrar tudo.

Contudo, aí entra a busca pela droga para conseguir relaxar.

O tédio

Adolescentes, principalmente, jovens e adultos vez ou outra vivenciam o sentimento de tédio, quando não possuem atividades para fazer.

Isso se dá porque, muitos ainda não possuem compromisso com trabalho, família, contas, faculdade, e outras responsabilidades.

Sendo assim, as vezes o uso das drogas pode parecer algo novo para passar o tempo, e acabar virando um vício a longo prazo.

O que são drogas e quais as mais usadas no país?

Para entender melhor o que leva uma pessoa a usar drogas, é preciso conhecer um pouco mais sobre essas substâncias que causam dependência em grande parte dos indivíduos.

Primeiramente, você precisa saber que existem dois tipos de drogas principais que são os naturais e sintéticas.

Além disso, essas drogas ainda podem ser divididas em drogas lícitas, como o álcool e cigarro, e ilícitas, que enquadram todo o resto.

No entanto, diferente do que muitas pessoas acham, não somente as ilícitas são as que afetam o corpo.

Acredite, quase 3% da população brasileira acima de 15 anos é considerada alcoólatra segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

E, estão dentre os casos mais procurados por tratamento aqui nas clinicas de reabilitação.

Porém, é claro, não são apenas elas.

Por fim, para você entender melhor, veja a seguir quem são as drogas não legalizadas mais usadas hoje no Brasil:

Cocaína

Essa é um exemplo de droga semissintética, porque apesar de ser extraída de uma folha, ela também é produzida em laboratório.

Além disso, está inserida no grupo das estimulantes, pois aumenta a atividade no sistema nervoso central, lhe deixando em alerta.

Inclusive, a overdose por cocaína está dentre um dos problemas mais comuns da atualidade, onde muitas pessoas acabam chegando até no óbito.

Crack

O crack, infelizmente é considerado uma das mais perigosas, devido ao alto risco de causar dependência no usuário logo após a primeira dose.

Assim como a cocaína, essa droga pode causar em você efeitos de euforia, hiperatividade, alerta e insônia, por exemplo.

Inclusive, por ser usada por meio da inalação, ele chega e age de forma rápida no cérebro, por isso, seus sintomas aparecem de maneira imediata.

Êxtase

Conhecida popularmente como a droga do amor, o êxtase também atua de forma estimulante no cérebro, e é produzido em laboratório, ou seja, é sintético.

Vale ressaltar que, esse tipo de droga pode ser consumido em formato de comprimido, em pó, cápsulas, e possui diversos tamanhos e cores.

Além disso, tem efeito alucinógeno, mas também causa cansaço, visão embaçada, dores musculares, calafrios e suor.

Maconha

Com certeza você já ouviu falar de maconha em algum lugar.

Isso porque, ela é considerada umas das mais consumidas e populares, mesmo não sendo legalizada, assim como todas as outras.

A mesma se enquadra no grupo de drogas naturais, até porque, é retirada da planta Cannabis Sativa.

De início, ela pode fornecer efeitos bem prazerosos, como uma sensação de relaxamento.

No entanto, quando você usa de forma constante por um longo prazo, podem surgir sintomas de falha na memória e aprendizagem, assim como a desenvolvimento de transtornos mentais.

Qual o melhor tratamento para dependente químico?

Se você está sofrendo com a dependência química ou conhece alguém próximo que sofre com isso, uma das coisas primordiais a ser feita é procurar um tratamento.

E hoje, você precisa saber que as clinicas de reabilitação são um dos lugares mais certos e ideais para isso.

Até porque, se livrar do vicio das drogas, seja licitas ou ilícitas não é simples, gerando abstinência e dentre outros fatores, que levam a necessidade de um acompanhamento.

Por esse motivo, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação podemos te ajudar a escolher a melhor clínica de recuperação mais próxima de você, para oferecer um tratamento digno e adequado para aquele vício.

Aqui você vai garantir que o dependente consiga ter um acesso a tratamento de qualidade, com o melhor apoio e profissionais do mercado.

Entre em contato conosco hoje mesmo e faça sua avaliação 100% gratuita.

Se você tem a oportunidade de ajudar alguém a mudar de vida, faça isso o mais breve possível. E claro, em um lugar de qualidade e que o dependente tenha um tratamento humano.

Compare listings

Comparar