Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

O que são drogas sintéticas?

o que sao drogas sinteticas

O que são drogas sintéticas? Tratam-se de um tipo de substância psicoativa que é produzida artificialmente em laboratórios. Ao contrário das drogas naturais, que são derivadas de plantas ou substâncias naturais, as drogas sintéticas são criadas por meio de processos químicos controlados.

Essas substâncias podem variar amplamente em termos de composição química, efeitos e potencial de abuso.

Neste artigo, vamos entender o que são drogas sintéticas, as 10 principais, 10 tratamentos e como ajudar alguém viciado em drogas sintéticas. Leia conosco e saiba mais sobre o assunto, vamos lá!

O que são drogas sintéticas?

E então, o que são drogas sintéticas? As drogas sintéticas são substâncias químicas fabricadas para alterar as funções do sistema nervoso central. Elas são projetadas para imitar os efeitos de drogas naturais, como maconha, cocaína ou ecstasy, mas muitas vezes possuem composições químicas únicas.

Devido a essa natureza variável, as drogas sintéticas podem apresentar uma ampla gama de efeitos, que vão desde estados de euforia até sintomas psicóticos.

As drogas sintéticas são frequentemente conhecidas como “drogas de design”, “drogas de clube” ou “drogas inteligentes”.

Elas são comercializadas de forma enganosa, muitas vezes rotuladas como produtos legais ou seguros, o que as torna especialmente perigosas, pois os usuários podem não estar cientes dos riscos envolvidos.

10 principais drogas sintéticas

1. Metanfetamina

A metanfetamina sintética é uma droga altamente viciante e estimulante que afeta o sistema nervoso central. Ela age aumentando a liberação de neurotransmissores, como a dopamina, resultando em uma sensação de energia intensa e euforia.

No entanto, esses efeitos são de curta duração e podem ser seguidos por uma sensação de exaustão extrema.

O uso prolongado de metanfetamina pode levar a sérios danos físicos e mentais, incluindo problemas cardíacos, dentes arruinados (conhecidos como “boca de metanfetamina”), ansiedade severa e psicose.

2. MDMA (Ecstasy)

O MDMA é uma substância psicoativa sintética que é frequentemente associada a festas e eventos sociais.

Ele é conhecido por induzir sentimentos intensos de empatia, sociabilidade e prazer. O MDMA atua liberando uma grande quantidade de serotonina no cérebro, o que leva a essas sensações positivas.

No entanto, o uso frequente de MDMA pode prejudicar o sistema serotoninérgico, levando a depressão e ansiedade, além de outros riscos para a saúde, como superaquecimento e desidratação.

3. Ketamina

A ketamina é um anestésico dissociativo sintético que pode causar alucinações e distorções sensoriais. Ela é frequentemente usada recreativamente em festas e eventos noturnos devido aos seus efeitos psicodélicos.

Pode induzir um estado conhecido como “k-hole,” caracterizado por experiências dissociativas profundas. No entanto, o uso imprudente de ketamina pode levar a lesões na bexiga, distúrbios cognitivos e problemas psiquiátricos.

4. LSD

O LSD é uma droga alucinógena sintética que é conhecida por causar alterações profundas na percepção, pensamento e humor. Mesmo em doses extremamente pequenas, o LSD pode induzir alucinações vívidas e experiências psicodélicas intensas.

Os efeitos do LSD são altamente imprevisíveis e podem variar de uma experiência profundamente espiritual a uma experiência aterrorizante. É importante notar que o LSD não é considerado fisicamente viciante, mas seu uso pode ser psicologicamente desafiador.

5. Bath Salts

As “bath salts” são uma classe de substâncias psicoativas sintéticas que se assemelham a estimulantes como a anfetamina e o MDMA.

Elas são conhecidas por causar estimulação intensa, agitação, paranoia e, em alguns casos, comportamentos psicóticos. As “bath salts” receberam esse nome devido à sua aparência, mas não têm relação com produtos de banho legítimos.

O uso de “bath salts” pode levar a riscos graves para a saúde mental e física.

6. Spice (K2)

O Spice, também conhecido como K2, é uma mistura de substâncias sintéticas projetadas para imitar os efeitos da maconha. No entanto, a composição química do Spice pode variar amplamente, tornando-o imprevisível e perigoso.

Os efeitos do Spice podem incluir euforia, relaxamento, paranoia, alucinações e sintomas físicos prejudiciais. O uso de Spice tem sido associado a uma série de problemas de saúde, incluindo intoxicação aguda e danos aos órgãos.

7. N-BOMe

Os N-BOMes são uma série de substâncias psicoativas sintéticas que são frequentemente vendidas como substitutos do LSD. Eles são conhecidos por serem extremamente potentes e, portanto, são mais arriscados em termos de overdose.

Os efeitos dos N-BOMes incluem alucinações intensas, distorções perceptivas e agitação. No entanto, seu uso também está associado a uma série de efeitos colaterais prejudiciais, como vasoconstrição perigosa e risco de convulsões.

8. Flakka

A flakka é uma droga sintética que ganhou notoriedade devido aos seus efeitos altamente agitados e comportamento violento associado ao seu uso.

Ela pode causar agitação extrema, delírios, alucinações e sintomas psicóticos. A flakka é conhecida por ser altamente viciante e apresenta riscos significativos para a saúde e a segurança dos usuários.

9. Mefedrona

A mefedrona é um estimulante sintético que pode causar sentimentos de euforia, hiperatividade e aumento da energia. Ela é frequentemente usada em festas e situações sociais.

No entanto, o uso de mefedrona pode levar a problemas de saúde, como aumento da pressão arterial e ritmo cardíaco, além de sintomas psicológicos, como ansiedade e paranoia.

10. Fentanil

O fentanil é um opioide sintético extremamente potente e perigoso que é responsável por muitas overdoses fatais.

Ele é usado clinicamente para tratar a dor, mas o fentanil produzido ilicitamente é frequentemente encontrado no suprimento de drogas ilícitas. O fentanil é tão potente que mesmo pequenas quantidades podem ser letais. Seu uso está associado a uma alta taxa de mortes por overdose.

10 tratamentos para drogas sintéticas

1. Avaliação médica

O primeiro passo no tratamento da dependência de drogas sintéticas é uma avaliação médica completa para determinar a extensão do vício e avaliar a saúde geral do indivíduo. 

2. Desintoxicação médica supervisionada

Em muitos casos, a desintoxicação médica supervisionada é necessária para gerenciar os sintomas de abstinência das drogas sintéticas. Essa fase é crítica para a segurança do paciente. 

3. Terapia individual

A terapia individual, como a terapia cognitivo-comportamental (TCC), é uma parte fundamental do tratamento. Ajuda os indivíduos a entender os fatores subjacentes ao uso de drogas e desenvolver estratégias de enfrentamento saudáveis. 

4. Terapia de grupo

A terapia de grupo oferece suporte emocional e a oportunidade de compartilhar experiências com outros em recuperação. 

5. Terapia familiar

Envolver a família no processo de tratamento é essencial para fornecer apoio e melhorar as dinâmicas familiares. 

6. Tratamento farmacológico

Em alguns casos, medicamentos podem ser prescritos para ajudar a gerenciar sintomas de abstinência ou reduzir os desejos pelas drogas sintéticas. 

7. Reabilitação residencial

Programas de reabilitação residencial oferecem um ambiente estruturado e seguro para a recuperação, com acesso a tratamento contínuo e apoio terapêutico. 

8. Programas de prevenção de recaídas

A prevenção de recaídas é uma parte crucial do tratamento a longo prazo. Os programas ensinam habilidades de enfrentamento e fornecem estratégias para evitar recaídas. 

9. Apoio comunitário

Grupos de apoio e organizações comunitárias desempenham um papel importante na recuperação, oferecendo um senso de pertencimento e apoio contínuo. 

10. Acompanhamento a longo prazo

A continuidade do cuidado e o acompanhamento a longo prazo são essenciais para garantir que os indivíduos permaneçam em recuperação e evitem recaídas.

Como ajudar alguém viciado em drogas sintéticas?

Ajudar alguém viciado em drogas sintéticas pode ser desafiador, mas é fundamental oferecer apoio e orientação. Eduque-se primeiro, buscando informações sobre as drogas sintéticas e os desafios que seu ente querido está enfrentando.

Isso o ajudará a entender melhor a situação. Em seguida, abra uma comunicação honesta e empática com seu ente querido, oferecendo seu apoio e ouvindo suas preocupações.

Incentive seu ente querido a buscar ajuda profissional, que pode incluir tratamento médico, terapia e programas de reabilitação. Evite fazer julgamentos ou culpar seu ente querido, pois o vício é uma doença complexa, e a culpa não é produtiva.

Para proteger seu próprio bem-estar, é importante estabelecer limites claros e saudáveis em seu relacionamento.

Ao mesmo tempo, esteja disposto a oferecer apoio quando necessário. Lembre-se de que cuidar de alguém com um vício pode ser emocionalmente desafiador. Portanto, procure apoio para você mesmo, por meio de grupos de apoio ou terapia.

Conclusão

As drogas sintéticas representam um desafio significativo para a saúde pública, com riscos à saúde e à segurança de quem as utiliza.

O tratamento da dependência de drogas sintéticas é possível com o apoio adequado, incluindo tratamento médico, terapia e apoio social.

A conscientização sobre os perigos dessas substâncias e o acesso a recursos de tratamento são essenciais para ajudar as pessoas a superar o vício em drogas sintéticas e alcançar uma vida saudável e livre de substâncias. Até a próxima!

encontre clinicas 2

A Encontre Clinicas Brasil é uma empresa de referência nacional com grande experiência no direcionamento e auxílio no tratamento e encaminhamento para internação de dependentes químicos, residencial para idosos, além de oferecer todo suporte necessário aos familiares.

Compare listings

Comparar