Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Sinais de que o dependente químico precisa de internação

Os sinais de que o dependente químico precisa de internação são facilmente identificáveis, mas, muitas vezes, passam despercebidos pela família

Os sinais de que o dependente químico precisa de internação são facilmente identificáveis, mas, muitas vezes, passam despercebidos pela família, que acaba criando uma relação de co-dependência e não consegue tomar a atitude necessária para encaminhar uma pessoa querida para a clínica de reabilitação.

Essa demora, no entanto, pode ser fatal ou causar danos irreparáveis, tanto para a vida do dependente químico quanto para a de outras pessoas, próximas ou não, que podem ser afetadas pelas escolhas e atitudes do adicto (viciado).

Abaixo, falaremos um pouco sobre os sinais de que o dependente químico precisa de internação e ajudaremos você e sua família a dar os primeiros passos para uma nova vida, livre dos efeitos e consequências do uso das drogas.

4 Sinais de que o dependente químico precisa de internação

Violência doméstica

É fato que existem pessoas que são violentas independentemente do uso de nenhuma substância química ou alcoólica.

Para essas pessoas, a solução é o tratamento psiquiátrico e as penas da lei, pois violência é crime e deve ser tratada como tal.

Em alguns casos, porém, pessoas pacíficas, que nunca cometeram nenhum ato de violência, passam a se tornar agressivas por causa das substâncias químicas.

É comum que usuários de drogas se revoltem e se tornem violentos quando a família tenta impedí-los de sair de casa para comprar ou consumir drogas, e também é comum que dependentes químicos passem a ter alucinações e mania de perseguição, o que pode fazer com que eles se voltem contra seus familiares.

Além de tudo isso, as drogas causam efeitos que tiram o viciado da realidade. Ele pode passar a ver e ouvir coisas que não existem, além de perder o senso crítico que o ajudaria a se manter sob controle em situações de estresse.

Entre os sinais de que o dependente químico precisa de internação, a violência doméstica figura entre os mais nítidos.

Para o dependente químico que está agredindo pessoas em sua família, só existem dois caminhos: a prisão, como punição e proteção para as pessoas que residem com ele, ou a internação para tratamento e reabilitação, que dará a ele uma nova oportunidade de vida e de controle sobre suas próprias atitudes.

Quando estamos falando de famílias que se amam e que querem ser restauradas, certamente, a internação é o melhor caminho.

O dependente químico pode, através do tratamento, voltar a ser a pessoa que era antes de começar a usar drogas.

Não será possível apagar os momentos ruins, mas será possível recomeçar, tanto para ele quanto para as pessoas que estão ao seu redor.

Importa dizer que a dependência química é uma doença e, como todas as doenças, tem seus sintomas. Um dos sintomas que podem ser manifestados é o descontrole emocional, que é o que leva uma pessoa a agredir outras, mesmo sentindo amor por elas.

Se você deseja dar uma chance para um dependente químico que está se tornando violento, considere fortemente interna-lo em uma clínica de reabilitação.

Ele receberá todo apoio e todo o suporte necessário para se livrar das drogas e poder retornar para casa sem a influência tóxica que as substâncias causam à sua mente e ao seu organismo.

A internação em uma clinica de reabilitação pode salvar casamentos e relacionamentos de famílias inteiras, mas o ideal é não esperar que a situação se agrave, pois quando começam a acontecer episódios violentos dentro do lar, a tendência é que eles apenas aumentem e se tornem cada vez mais graves, podendo causar danos permanentes físicos e emocionais e, infelizmente, muitas vezes, acabar em morte.

Fugas, desaparecimentos e saídas perigosas

Um dos sinais de que o dependente químico precisa de internação urgente é quando começam a acontecer sumiços que deixam a família preocupada.

Não é incomum que usuários de droga em nível de dependência passem dias a fio fora de casa, principalmente quando estão viciados em crack.

Nesses casos, infelizmente, a família sofre a angústia de não saber onde está o seu familiar e, muitas vezes, ele se encontra em situação de risco, tentando se manter próximo de locais de venda de drogas, podendo cometer crimes como furtos e roubos para continuar sustentando seu vício.

Quando isso ocorre, a única forma de proteger o dependente químico é solicitar a internação involuntária com remoção, que é quando uma equipe especializada vai buscar o usuário onde ele estiver e encaminhá-lo para a clínica de recuperação, mesmo que contra sua vontade, bastando que a família faça a solicitação e se responsabilize pela internação.

A internação é uma oportunidade de ajudar o dependente químico a se desintoxicar, se restabelecer fisicamente e receber ajuda psicológica para desenvolver recursos para se manter longe das drogas.

Ao mesmo tempo, a família obtém a tranquilidade de saber que o seu familiar encontra-se em um ambiente seguro, com acesso à higiene, alimentação balanceada, e acompanhamento clínico e terapêutico.

Gravidez

A gravidez é um momento mágico e muito importante na vida de uma mulher, porém, no caso de mulheres com dependência química, a gravidez pode ser algo absolutamente diferente.

Mulheres dependentes de drogas muitas vezes se envolvem em relacionamentos tóxicos e abusivos, e também podem se envolver em relações de interesse, voltadas apenas à manutenção do vício.

Fora tudo isso, mesmo em relacionamentos considerados saudáveis, o sexo desprotegido não é incomum entre usuários de drogas, principalmente porque eles não se encontram em pleno domínio das suas capacidades analíticas, para avaliar os riscos que envolvem essas relações.

Quando uma mulher, dependente de drogas, engravida, é necessário que a família fique muito atenta ao que está acontecendo.

Se a gravidez foi planejada ou não, se o pai da criança é conhecido ou desconhecido e a forma que a mulher se refere à gravidez podem dar sinais de que ela precisa de internação, principalmente para que possa preservar a vida do bebê.

Mulheres que fazem uso de substâncias químicas durante a gravidez podem gerar crianças com má-formação, doenças mentais, deficiências físicas e até mesmo, crianças que já nasçam viciadas em drogas, com distúrbios emocionais desde o primeiro dia de vida.

A internação para tratamento de dependência química de mulheres grávidas pode salvar duas vidas ao mesmo tempo, protegendo o bebê de um aborto ou de uma vida com graves consequências e, também, dando à mulher uma oportunidade de ser uma excelente mãe, com controle sobre sua dependência e capaz de focar suas energias na vida familiar.

Doenças

Não há pessoa que não esteja sujeita à contaminação por vírus ou ao desenvolvimento de doenças, dos mais variados tipos, porém, um dos mais urgentes sinais de que o dependente químico precisa de internação é quando ele se encontra fisicamente doente.

O uso de drogas pode desencadear diversas doenças como enfisema pulmonar, cirrose, hepatite, insuficiência renal, entre outras.

Além delas, ainda existem doenças que são adjacentes e podem acabar sendo desenvolvidas por causa do comportamento irresponsável estimulado pelo uso de drogas: doenças sexualmente transmissíveis dos mais variados níveis de gravidade, inclusive AIDS, podem ser adquiridas por causa do uso de substâncias químicas, causando grandes danos para a vida de usuários.

No caso de desenvolvimento de qualquer doença relacionada ao uso de drogas, a melhor saída para o dependente químico é a internação em clinica de reabilitação.

Na clínica, além da desintoxicação e do tratamento para o controle da dependência, o paciente receberá acompanhamento médico para que seu organismo se restabeleça.

Boas clínicas de recuperação contam com alimentação balanceada, com cardápio desenvolvido por nutricionistas, além de rotinas planejadas por educadores físicos, a fim de ajudar o paciente a melhorar sua condição cardiorrespiratória, sua força física e restabelecer seu equilíbrio mental.

Além disso, na clínica de reabilitação, o paciente conta com enfermeiros disponíveis 24 horas, com equipe auxiliar, pronta para atender qualquer emergência e prestar socorro em caso de crises, sejam elas diretamente relacionadas à dependência química ou não.

Todos esses cuidados são essenciais para que o dependente químico possa se recuperar de quaisquer doenças que tenha adquirido ao longo do seu período de adicção, proporcionando a ele uma nova oportunidade de vida e à sua família, a tranquilidade de saber que seu ente querido está sendo bem cuidado e tendo sua saúde restabelecida.

Ajuda para internação em clínicas de recuperação

Se você precisa de ajuda para conseguir internação para tratamento de um familiar, ou para si mesmo, conte com a nossa equipe.

Nós somos do Grupo Encontre Clínicas e contamos com as melhores clínicas de Recuperação do Brasil.

São clínicas femininas e masculinas, com internação voluntária e involuntária, com remoção do paciente onde for necessário.

Temos clínicas de alto padrão e clínicas de baixo custo, e podemos ajudar você a salvar a vida de quem está sofrendo com a dependência química.

Estamos à disposição no whatsapp (11) 96262-2008 e no telefone (44) 3138-2122.

Entre em contato conosco e deixe-nos ajudar!

Assuntos relacionados

Compare listings

Comparar