Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Síndrome de Abstinência de Cocaína

Entenda como é Síndrome de Abstinência de Cocaína, e veja os meios terapêuticos para recuperação do dependentes de cocaína. Saiba mais.

Uma droga estimulante, que altera as sinapses entre os neurotransmissores, em especial os da dopamina, justamente onde tudo fica evidentemente feliz e alegre, mas como é a síndrome de abstinência da cocaína? Como o organismo reage ao ficar sem aquilo que traz um imenso prazer? Esse artigo irá explorar o mundo de pessoas que são dependentes químicas e que ficam sem a substância, e como é o processo de adaptação do corpo dentro dessa questão, além do mais os meios terapêuticos para recuperação desses indivíduos.

Para quem não sabe, a cocaína é uma droga estimulante do sistema nervoso central. Mas para que entendamos como é a ação dela no SNC, é necessário que compreenda-se sobre como esse tipo de substância age nos ao longo do processo de inalação até a “brisa” que a mesma oferece. 

Ao cheirar uma droga como a cocaína, o “pó” fica nas fossas nasais. Por lá existem tecidos irrigados de vasos sanguíneos e é exatamente aí que a mágica acontece. Esse “contatinho” com o muco nasal faz com que o pó se dissolva e penetre na corrente sanguínea, e aí ele chega até o sangue. Mas pra molecular entrar ela tem que ser pequena, senão não teria efeito algum.

Como curiosidade de molécula pequena existe a nicotina, que de tão minúscula, basta o contato com qualquer parte do corpo que penetra no organismo, por exemplo, você não precisa fumar um cigarro pra ter nicotina no organismo, basta um adesivo.

O segredo das substâncias psicoativas está nos neurotransmissores, que por sua vez fazem a comunicação entre neurônios e conjuntamente explicam os efeitos das drogas dentro do organismo. Além disso, existem neurotransmissores específicos de certos compostos como a dopamina, serotonina e norepinefrina que estão associados à atuação da cocaína e ao reflexo dela dentro do corpo da pessoa. 

Pessoas que estão constantemente usando “coca” estão dando estímulo externo para o corpo da liberação do prazer, uma vez isso atuando, os problemas são infinitamente graves. Especialmente pelo teor de dependência da droga, além do mais, ficar sem a mesma pode ser terrível para o dependente.

Entenda como a pessoa fica depressiva antes de começar a sofrer da abstinência da cocaína

Do luxo ao lixo, da riqueza à pobreza, da alegria à tristeza; entenda como a pessoa fica depressiva antes de começar a sofrer da abstinência da cocaína. E para que se compreenda como é a síndrome de abstinência da cocaína e essa baixa que acontece quando a droga está sendo eliminada do organismo conjuntamente com a queda das sinapses dos neurotransmissores, faz com que o organismo desacelere e a pessoa sinta a “down” de estar sem a substância no corpo.

Em entrevista o Dr. Ronaldo Laranjeira – um dos maiores médicos brasileiros e pesquisadores a respeito da dependência química no país e na América Latina – explica sobre a consolidação do uso crônico de cocaína e como o mesmo causa dano ao cérebro. Em matéria no canal do UNIAD, o pesquisador cita que existem padrões de danos, desde o começo do uso, até o usuário mais crônico da droga.

Na matéria é triste saber que pessoas que tiveram problemas com o uso de cocaína, alteraram a química do cérebro nas regiões da amígdala, córtex-orbitofrontal, córtex-temporal e ínsula. Deste modo as funções cognitivas ficam alteradas e o usuário tende a perder a flexibilidade cognitiva. Ou seja, ele repete comportamentos e padrões que não dão certo na vida. Por exemplo, usar a própria droga.

Controle inibitório é alterado por sua vez em conjunto. Para quem não sabe todo mundo tem um breque e acelerador. E pessoas que são usuárias de “pó” perdem a capacidade de gerir esses controles. É como se você estivesse em um carro, e não tivesse a capacidade de pisar no freio.

A Memória de TRABALHO é outro aspecto clínico sério afetado pela cocaína. Esse tipo de memória é fundamental para se ter consistência no “começo, meio e fim”. Então, sem a droga o usuário fica totalmente perdido, como é a síndrome de abstinência da cocaína? Com um quadro de ansiedade crônico alto e ao mesmo tempo depressivo. Mesmo que esteja “down”, seus pensamentos estão altamente acelerados e não tem como construir um processo de organização temporal (começo/meio/fim). Tudo fica difícil e favorece um quadro de surto, o que faz com que ele recorra a substância novamente.

Cuidados extremamente necessários quando o assunto é “cocaína”, em especial sua ausência no organismo

Entenda como a pessoa fica depressiva antes de começar a sofrer da abstinência da cocaína é importante justamente para que se tenha os cuidados extremamente necessários quando o assunto é “coca”, em especial a sua ausência no organismo. Como a dependência química é uma doença em que há uma ambivalência de sintomas muito grande, em especial como é a síndrome de abstinência da cocaína nos usuários?

  • Agitação ou depressão
  • Tristeza ou euforia
  • Apatia ou irritabilidade
  • Agitação
  • Perda da capacidade de sentir prazer
  • Fissura e desejo intenso
  • Fadiga e Anedonia

Apesar da dependência química ser uma doença, e ter um direcionamento clínico no tratamento, quando se tratam de sintomas, cada usuário pode apresentar os mesmos de maneira diferenciada para o mesmo tipo de doença, justamente porque parte da doença envolve característica única comportamental

Entretanto, independente de como é a síndrome de abstinência da cocaína, a  internação é uma das formas mais eficazes no tratamento de pacientes dependentes crônicos da substância e auxilia tanto os mesmos a lidarem com os problemas da vida e do enfrentamento da dependência em conjunto com a família.

Por isso o Grupo Encontre Clínicas luta juntamente contra a dependência em diferentes tipos. Seja nas estimulantes, perturbadoras ou depressoras o que vale o tratamento. É importante ressaltar que pessoas que estão em situação de dependência química aguda e que não aguentam mais, que querem dar uma pausa na vida, o interessante a se fazer é recorrer ao tratamento.

As clínicas de recuperação para dependentes químicos são lugares que auxiliam pessoas a se auto encontrarem. A olharem para si mesmas e enfrentarem seus problemas. A droga foi apenas um refúgio para os problemas e sua vida. Deste modo, sair dela é um ato de coragem e envolve um conjunto de atitudes que só o dependente pode escolher ter.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas. Obtenha ajuda sobre Síndrome de Abstinência de Cocaína.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a selecionar um tratamento de reabilitação adequado. A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local. 

Compare listings

Comparar