Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Sintomas de ansiedade podem causar depressão? Saiba tudo agora.

Se sintomas de ansiedade podem causar depressão. Não deixe sua saúde mental de lado, pois isso pode prejudicar toda sua vida. Não perca!

Sabia que hoje, muitas pessoas tem bastante dúvida a respeito se sintomas de ansiedade podem causar depressão?

Embora a ansiedade seja geralmente considerada um estado de alta energia e a depressão um estado de baixa energia, ansiedade e depressão estão mais intimamente relacionadas do que você imagina.

Dessa forma, uma pessoa com depressão muitas vezes experimenta muita ansiedade, possivelmente até mesmo na medida em que tem ataques de pânico.

Ou seja, diante desses fatos, sintomas de ansiedade podem causar depressão.

No entanto, saiba que transtornos de ansiedade envolvem mais do que nervosismo comum e preocupação.

Eles podem causar medo terrível sobre coisas que outras pessoas não pensariam duas vezes.

Assim, muitas pessoas com transtornos de ansiedade compreendem plenamente que seus pensamentos são irracionais. Mas eles ainda não podem detê-los. Sentimentos de perder o controle interno os assombram.

Essa angústia é uma das formas de entrada para a depressão, mostrando já, desse modo, que sintomas de ansiedade podem causar depressão.

Entender tudo isso é extremamente importante para você que deseja ter de volta a sua saúde mental, e assim se manter bem.

Por fim, diante disso, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, criamos esse artigo completo, falando tudo sobre se os sintomas de ansiedade podem causar depressão.

 

Por que a ansiedade e a depressão estão frequentemente ocorrendo?

Na verdade, se trata de um ciclo: Quando você fica ansioso, você tende a ter esse pensamento generalizado sobre alguma preocupação ou algum problema.

Dessa forma, você se sente mal com isso.

Além disso, você se sente como se tivesse falhado, diante disso, chegando à depressão.

Esses dois transtornos, ansiedade e depressão, têm uma relação complicada:

  • A chance de adquirir depressão é muito maior quando um transtorno de ansiedade já existe. Assim, quase metade das pessoas com depressão grave também sofrem de ansiedade severa e persistente;
  • As pessoas que estão deprimidas muitas vezes se sentem ansiosas e preocupadas. Desse modo, um pode facilmente desencadear o outro, com ansiedade muitas vezes precedendo a depressão;
  • Pessoas com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) são especialmente propensas a desenvolver depressão;
  • Uma predisposição biológica para ambas as condições, se muitas vezes na raiz da batalha de um indivíduo. Isso parece ser verdade com transtornos de ansiedade ainda mais do que com a depressão;
  • Pessoas com transtorno de ansiedade devem falar com um psiquiatra, psicólogo ou outro profissional de saúde sobre seus sintomas. O tratamento para um transtorno de ansiedade não deve ser adiado. Se não for pego no tempo, a depressão pode encontrar a porta aberta para se mudar e montar casa nesses indivíduos.

 

O que causa ansiedade?

Por razões que são apenas parcialmente compreendidas hoje, o centro de luta ou fuga no cérebro desses indivíduos torna-se ativado, mesmo quando não existe nenhuma ameaça real.

Nesse sentido, estar em um estado de ansiedade constante é como ser perseguido por um predador invisível. A sensação de estar em perigo nunca desaparece. Portanto, eles estão sempre em alerta.

Ansiedade ocasional é uma parte normal da vida. É comum as pessoas se sentirem ansiosas se houver conflito em um relacionamento, um problema no trabalho, um grande teste iminente ou uma grande decisão pela frente.

Mas, os transtornos de ansiedade envolvem mais do que preocupação temporária ou medo.

Assim, para pessoas com transtorno de ansiedade, a ansiedade não desaparece. Muitas vezes piora com o tempo ao ponto de os sentimentos interferirem em suas funções diárias.

 

O que causa depressão?

Pesquisas atuais sugerem que a depressão é causada por uma combinação de fatores genéticos, biológicos, ambientais e psicológicos.

Dessa forma, embora possa ocorrer em qualquer idade, muitas vezes começa na idade adulta.

Assim, como acontece com muitos transtornos de ansiedade, a depressão em crianças e adolescentes pode apresentar-se como irritabilidade mais do que baixo humor.

Na idade adulta, a depressão aparece como desesperança, desespero e raiva. Com um baixo nível de energia, os indivíduos aflitos muitas vezes se sentem sobrecarregados pelas tarefas cotidianas e relações pessoais fundamentais para a vida.

Por fim, como mencionado acima, a depressão é frequentemente gerada de um transtorno de ansiedade não tratado. Logo, sintomas de ansiedade podem causar depressão.

 

O que pode indicar que tanto a ansiedade quanto a depressão estão presentes?

Características que podem sinalizar a presença de transtorno de ansiedade e depressão incluem:

  • Preocupações irracionais ou medos que não vão embora;
  • Sintomas físicos, como fadiga, dor de cabeça, batimentos cardíacos rápidos, respiração laboral ou dor abdominal;
  • Dificuldade para dormir ou ficar dormindo;
  • Mudanças nos hábitos alimentares, ou muito ou muito pouco;
  • Dificuldade em lembrar, tomar decisões ou concentrar;
  • Sentimentos constantes de tristeza ou inutilidade
  • Perda de interesse habitual em atividades ou hobbies;
  • Sentir-se muitas vezes cansado e rabugento;
  • Incapacidade de relaxar e viver o momento;
  • Sofrer de ataques de pânico, incluindo a sensação de perder o controle interno.

 

O que fazer para tratar a depressão e a ansiedade?

Como você viu anteriormente, de alguma forma sim, os sintomas de ansiedade podem causar depressão.

E, em ambos os casos, buscar o tratamento se torna ideal, para que os efeitos e sintomas sofridos por esses problemas, não venham a lhe afetar cada vez mais.

Nesse sentido, vale citar que hoje, a melhor forma para um tratamento, é procurar uma clínica especializada em depressão e ansiedade.

Então, diante disso, não deixe de procurar a melhor opção, escolhendo aquela que traga o melhor resultado, e torne os sintomas e efeitos algo pequeno, e que não afete o seu bem-estar.

Quanto mais cedo se busca um tratamento adequado, melhor será para sua saúde mental!

Entre em contato conosco agora mesmo, e agende uma avaliação completa, encontrando juntos a melhor clínica de recuperação mais próxima a você.

Compare listings

Comparar