Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Terapia cognitiva comportamental na dependência química

Como funciona a terapia cognitiva comportamental na dependência química. Ela é uma base teórica muito importante da Psicologia atualmente.

A terapia cognitivo comportamental (TCC) na dependência química é amplamente utilizada hoje.

Dessa forma, a TCC ensina aqueles que se recuperam de vícios e doenças mentais a encontrar conexões entre seus pensamentos, sentimentos e ações e aumentar a conscientização de como essas coisas afetam a recuperação.

Ou seja, sim, pode ser uma excelente opção principalmente para aquelas pessoas em estado de recuperação, diminuindo uma série de problemas, como, por exemplo, recaídas.

Entendendo a Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

A terapia comportamental cognitiva (TCC) é uma classificação de aconselhamento de saúde mental fundada na década de 1960 pelo Dr. Aaron T. Beck.

Dessa forma, ela ajuda as pessoas a lidar com pensamentos e sentimentos problemáticos para superar o vício.

Nos dias atuais, a terapia cognitivo-comportamental é amplamente utilizada hoje em dia no tratamento da dependência.

Assim, a TCC ensina aqueles em tratamento para um transtorno por uso de substâncias a encontrar conexões entre seus pensamentos, sentimentos e ações e aumentar a consciência de como essas coisas afetam a recuperação.

Por fim, juntamente com o vício, a TCC também trata distúrbios concomitantes, como:

  • Ansiedade;
  • Transtorno de Déficit de Atenção (DDA);
  • Transtorno bipolar;
  • Distúrbios alimentares;
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC);
  • Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT).

Como funciona a Terapia Cognitivo Comportamental?

A terapia cognitivo comportamental mostra que muitas ações e emoções prejudiciais não são lógicas ou racionais. Esses sentimentos e comportamentos podem vir de experiências passadas ou de fatores ambientais.

Dessa forma, quando uma pessoa viciada entende por que se sente ou age de uma certa maneira, e como esses sentimentos e ações levam ao uso de substâncias, ela está mais bem equipada para superar seu vício.

Nesse sentido, os terapeutas cognitivo-comportamentais ajudam aqueles em recuperação a identificar seus “pensamentos automáticos” negativos. Um pensamento automático é baseado em impulso e muitas vezes vem de equívocos e sentimentos internalizados de dúvida e medo.

Até porque, infelizmente muitas das vezes, as pessoas tentam automedicar esses pensamentos e sentimentos dolorosos bebendo álcool ou abusando de drogas.

Ao revisitar continuamente memórias dolorosas, aqueles em tratamento podem reduzir a dor causada por elas.

Por fim, eles podem então aprender novos comportamentos positivos para substituir o uso de drogas ou álcool.

Terapia Cognitivo Comportamental na Dependência química

Pensamentos negativos automáticos são muitas vezes uma causa raiz de depressão e transtornos de ansiedade, que são problemas comuns concomitantes com o vício.

Desse modo, isso significa que pensamentos automáticos podem tornar alguém mais propenso a abusar de drogas e álcool também.

Nesse sentido, para você entender melhor, veja a seguir alguns pontos retratados pela terapia cognitiva comportamental na dependência química:

  • Ajudando a descartar falsas crenças e inseguranças que levam ao abuso de substâncias;
  • Fornecendo ferramentas de autoajuda para melhorar seu humor;
  • Ensinar habilidades de comunicação eficazes.

Habilidades para gerenciar gatilhos

Gatilhos são situações que “desencadeiam” desejos ao longo do dia e impedem que muitas pessoas viciadas fiquem sóbrias.

Assim, a terapia comportamental cognitiva na dependência ajuda aqueles que lutam contra um vício a lidar com os gatilhos de três maneiras principais:

  • Reconhecer: Identifique quais circunstâncias levam ao uso de drogas ou bebida.
  • Evitar: Retire-se de situações de gatilho sempre que possível ou apropriado.
  • Lidar: Use técnicas de TCC para abordar e aliviar emoções e pensamentos que levam ao abuso de substâncias.

As técnicas de terapia cognitivo-comportamental podem ser praticadas fora do consultório do terapeuta. Aqueles em recuperação podem fazer muitos exercícios de TCC por conta própria, em casa ou em grupo.

Portanto, grupos de apoio ao vício também incorporam os princípios da TCC em seus exercícios de autoajuda para incentivar a sobriedade contínua.

Técnicas de Terapia Cognitivo Comportamental

Você precisa saber que os terapeutas cognitivo-comportamentais usam exercícios específicos para ajudar na recuperação do vício.

Desse modo, para você entender melhor, veja a seguir exemplos de técnicas de TCC usadas no tratamento de dependência incluem:

Registros de pensamentos

Aqueles em tratamento podem examinar pensamentos negativos automáticos e procurar evidências objetivas que apoiem e refutem esses pensamentos.

Sendo assim, eles listam evidências a favor e contra seus pensamentos automáticos para comparar e contrastar.

Por fim, o objetivo é ajudá-los a ter pensamentos mais equilibrados e menos severos, avaliando criticamente o que estão pensando.

Experimentos comportamentais

Esses exercícios contrastam os pensamentos negativos com os positivos para ver qual é mais eficaz na mudança de comportamento. Algumas pessoas respondem melhor à auto bondade e outras à autocrítica.

Por fim, os experimentos comportamentais tratam de descobrir o que funciona melhor para o indivíduo.

Exposição baseada em imagens

Neste exercício, aqueles em recuperação pensam em uma memória que produz sentimentos negativos poderosos.

Sendo assim, eles anotam cada visão, som, emoção, pensamento e impulso naquele momento. Ao revisitar frequentemente memórias dolorosas, a pessoa viciada pode reduzir a ansiedade causada por elas ao longo do tempo.

Cronograma de Atividades Agradáveis

Essa técnica envolve fazer uma lista semanal de atividades saudáveis ​​e divertidas para quebrar as rotinas diárias.

Nesse sentido, essas tarefas devem ser simples e fáceis de executar, incentivando emoções positivas.

Portanto, agendar essas atividades prazerosas ajuda a reduzir os pensamentos automáticos negativos e a subsequente necessidade de usar drogas ou beber.

Onde encontrar a melhor clínica de reabilitação?

A terapia cognitiva comportamental na dependência química, com toda certeza pode ser uma excelente opção para quem busca se recuperar do vício.

No entanto, para garantir que a terapia seja funcional, antes de qualquer coisa, é essencial ter acesso a uma boa clínica de reabilitação.

Diante disso, nós do Grupo Encontre Clínicas de Recuperação podemos te ajudar nesse processo, onde juntos encontraremos a melhor opção mais próxima de você.

Sempre focando em um tratamento funcional, rápido e que realmente possa fazer você se livrar do vício.

Dessa forma, entre em contato conosco agora mesmo e agende sua avaliação.

Estamos prontos para te ajudar a superar esse problema, e garantir um estilo de vida justo e de muito bem-estar.

Seja para você, ou até para um terceiro, não deixe de contar conosco!

Compare listings

Comparar