Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Tipos de depressão: Veja os principais sintomas

O quanto você entende sobre a tão falada depressão? É valioso saber sobre ela. Veja quais são os tipos de depressão principais sintomas.

Seja na TV, em alguma rede social ou até mesmo no dia a dia, provavelmente a palavra depressão, em menor ou maior grau, faz parte da sua rotina, saiba mais sobre esses transtornos.

Mas, o quanto você realmente entende sobre ela? Sabe realmente quais são os principais sintomas? Os tipos que existem?

Infelizmente, mesmo que seja uma doença muito presente em todo o mundo, pouco se é falado realmente sobre esse problema.

Por fim, para você ficar por dentro, e conhecer melhor, veja a seguir quais são os tipos de depressão e principais sintomas.

O que é depressão?

Depressão é uma condição médica que afeta seu humor e capacidade de funcionar. Sintomas depressivos incluem sentir-se triste, ansioso ou sem esperança.

Dessa forma, toda essa condição também pode causar dificuldade com o pensamento, memória, alimentação e sono.

Sendo assim, um diagnóstico de transtorno depressivo grave (depressão clínica) significa que você se sentiu triste, baixo ou sem valor na maioria dos dias por pelo menos duas semanas, ao mesmo tempo em que tem outros sintomas, como problemas de sono, perda de interesse em atividades ou mudança no apetite.

Além disso, sem tratamento, a depressão pode piorar e durar mais tempo. Em casos graves, pode levar à automutilação ou à morte.

Felizmente, os tratamentos podem ser muito eficazes na melhoria dos sintomas da depressão. Por isso, veremos sobre tipos de depressão principais sintomas.

Quais são os tipos de depressão e outros transtornos?

Os profissionais de saúde nomeiam os tipos de depressão de acordo com sintomas e causas.

Saiba que esses episódios muitas vezes não têm uma causa óbvia, podendo depender de uma série de pontos.

Além disso, em algumas pessoas, eles podem demorar muito mais do que em outras sem nenhuma razão clara.

Por fim, para você entender melhor sobre tudo isso, saiba que os tipos de depressão incluem:

Transtorno depressivo maior

A depressão grave (depressão clínica) é uma doença que possui sintomas intensos ou avassaladores que duram mais de duas semanas.

Desse modo, esses sintomas interferem na vida cotidiana, sendo uma das depressões mais fortes e intensas.

Ou seja, as pessoas que sofrem com esse problema, geralmente tem sintomas muito mais graves, com fortes isolamentos sociais, e que precisam em muitos casos, um acompanhamento intenso.

Por fim, em boa parte dos casos, é essencial a busca de um tratamento o mais rápido possível.

Depressão bipolar

Pessoas com transtorno bipolar têm períodos alternados de baixo humor e períodos extremamente elevados de energia (maníaca).

Nesse sentido, sim, são pessoas que sofrem com uma bipolaridade muito forte em seus sentimentos, variando muito durante um único dia, por exemplo.

E, durante o período baixo, eles podem ter sintomas depressivos, como sentir-se tristes ou sem esperança ou sem energia.

Esses sintomas podem ter uma variação em relação ao tempo, mas por ser algo bipolar, sendo geralmente temporário.

Infelizmente, as pessoas que sofrem com esse problema, geralmente podem ter problemas para relacionamento social, evitando o contato devido a esses picos depressivos.

Depressão perinatal e pós-parto:

“Perinatal” significa em torno do nascimento. Muitas pessoas se referem a esse tipo como depressão pós-parto.

Dessa forma, a depressão perinatal pode ocorrer durante a gravidez e até um ano após ter um bebê.

Por fim, os sintomas vão além do “baby blues”, que causa tristeza, preocupação ou estresses menores.

Lembrando que isso pode estar presente inclusive em gravidez desejadas e planejadas, sendo um sintoma infelizmente comum em muitas mulheres.

Esse tipo de depressão precisa ser tratada, principalmente pelo fato de que os sintomas pode gerar um “desprezo” por parte da mãe ao seu filho, de forma involuntária.

Assim, devido a depressão, a mãe pode ter problemas com o seu filho, prejudicando o desenvolvimento e relacionamento com a criança, sendo essencial a sua recuperação.

Transtorno depressivo persistente (TDP)

Os sintomas da TDP são menos graves do que a depressão grave.

Mas, as pessoas experimentam sintomas mais longos, possuindo muitas vezes, depressão por dois anos ou mais.

Além disso, assim como outros tipos de depressão, os sintomas podem ser presentes de forma mais intensa, em momentos específicos.

Transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM)

A desordem disfórica pré-menstrual é uma forma grave de desordem pré-menstrual (TDPM).

Assim, como o próprio nome induz, isso afeta as mulheres nos dias ou semanas que antecedem o período menstrual.

Ou seja, além dos sintomas considerados comuns nas mulheres, no seu período menstrual e dias antes, a depressão pode fazer parte desses dias.

Depressão psicótica

Pessoas com depressão psicótica têm sintomas depressivos graves e delírios ou alucinações.

Dessa forma, delírios são crenças em coisas que não são baseadas na realidade, enquanto alucinações envolvem ver, ouvir ou sentir-se tocado por coisas que não estão realmente lá.

Por fim, podemos dizer que esse é um dos tipos mais graves da depressão, sendo algo que pode prejudicar extremamente o bem-estar do indivíduo.

Nesses casos, o acompanhamento psicológico, ou até mesmo de uma casa de recuperação, se torna algo essencial.

Transtorno afetivo sazonal (SAD):

Depressão sazonal, ou transtorno afetivo sazonal, geralmente começa no final do outono e início do inverno. Muitas vezes desaparece durante a primavera e o verão.

Ou seja, podemos aparecer em outros tempos, mas em pequena intensidade, sendo muito mais presente durante determinados períodos.

Portanto, são diversos tipos de depressão principais sintomas.

Causas da depressão

Vários fatores podem causar depressão. No entanto, existem ainda aquelas causas que hoje, são consideradas “comuns” pelos especialistas.

Para que você possa ter uma breve ideia, confira a seguir algumas hoje das principais causas da depressão:

  • Química cerebral: Anormalidades nos níveis químicos cerebrais podem levar à depressão.
  • Genética: Se você tem um parente com depressão, você pode estar mais propenso a ficar deprimido.
  • Eventos da vida: Estresse, morte de um ente querido, eventos perturbadores (trauma), isolamento e falta de apoio podem causar depressão.
  • Condições médicas: Dores físicas e doenças contínuas podem causar depressão. Muitas vezes as pessoas têm depressão, juntamente com condições como diabetes, câncer e doença de Parkinson.
  • Medicação: Alguns medicamentos têm depressão como efeito colateral. Drogas recreativas e álcool também podem causar depressão ou piorar as coisas.
  • Personalidade: Pessoas que são facilmente sobrecarregadas ou têm problemas para lidar com a depressão podem ser propensas à depressão.

Quais são os sintomas da depressão?

A depressão pode afetar suas emoções, mente e corpo.

Ou seja, os sintomas infelizmente podem ser diversos, e isso varia principalmente de pessoa para pessoa.

Por isso que muitos especialistas afirmam que a depressão é única e individual. Cada um possui seu tipo diferente, necessitando o cuidado específicos aquele caso.

Para você conseguir entender tudo isso, a seguir veja alguns dos sintomas principais e podemos dizer que mais frequentes na depressão:

  • Sentir-se muito triste, sem esperança ou preocupado;
  • Não gostar de coisas que te davam alegria;
  • Ser facilmente irritado ou frustrado;
  • Comer demais ou muito pouco;
  • Mudanças no quanto você dorme;
  • Ter dificuldade em se concentrar ou lembrar das coisas;
  • Experimentar problemas físicos como dor de cabeça, dor de estômago ou disfunção sexual;
  • Pensar em se machucar ou se matar.

Como tratar a depressão da forma correta?

Infelizmente, muitas pessoas ainda tendem a querer tratar problemas relacionados a depressão em casa, ou com medicamentos diversos, não obtendo sucesso.

Até porque, a depressão é uma doença seria, e que precisa ser tratada com os medicamentos e os profissionais adequados.

Ou seja, sem esse acompanhamento, não é possível obter um tratamento adequado, e que vai promover bons resultados.

Não é à toa que nós, do Grupo Encontre Clínicas, sempre indicamos procurar por clínicas para depressão especializadas.

Inclusive, hoje nós somos referência quando o assunto é esse tipo de tratamento, oferecendo opções, com profissionais eficazes e direcionados.

Com toda certeza, para você que sofre de depressão, ou conhece alguém que está passando por esse problema, esses tratamentos serão realmente eficazes.

Compare listings

Comparar