Resgate 24 horas em todo território nacional.

Tipos de Depressão: Confira cada um e seus Principais Sintomas.

A depressão é uma doença que afeta milhares de pessoas em todo mundo, Conheça os Tipos de Depressão: Confira cada um e seus Principais Sintomas.

A depressão é uma doença que afeta milhares de pessoas em todo o globo e atualmente estima-se que há em torno de 320 milhões de pessoas no mundo com a doença, entretanto você sabia que existem tipos de depressão: confira um e seus principais sintomas neste artigo feito especialmente para você aqui no Encontre Clínicas.

A cada ano que passa mais o mundo está investindo em tecnologia de ponta, seja para explorar outros planetas, para aprimorar a indústria, para lançamento de satélites, para revolucionar a o processamento de dados e, concomitantemente para aprimorar o diagnóstico e tratamento de doenças mentais que fazem com que mais pessoas tenham a oportunidade de melhorar de vida.

Em contrapartida, com essa revolução da tecnologia da informação e com a concorrência incessante de por parte de vários segmentos do mercado, as grandes corporações e o mercado estão ficando cada vez mais exigentes, o que faz com que trabalhemos mais e tenhamos menos tempo para nós mesmos. Sendo assim, é comum adoecermos mentalmente.

Ou seja a saúde mental e evolução rápida são duas cordas que puxam de lados opostos e isso influencia muito na questão do aparecimento de outras doenças graves e comorbidades associadas aos transtornos mentais, como a depressão, síndrome do pânico, transtorno afetivo bipolar e dependência química.

Por isso vale salientar que este artigo tem como intuito trazer como curiosidade os tipos de depressão sendo assim pode-se conferir cada um e seus principais sintomas para ajudar a você percebê-los e ir se cuidando, afinal saúde não pode ser deixada de lado.

Depressão um campo altamente estudado pelos profissionais da saúde

Atualmente a área da saúde física e mental é um campo altamente estudado pelos profissionais do gênero, inclusive os hospitais psiquiátricos e as clínicas de recuperação para dependentes químicos e para pessoas que têm comorbidades psiquiátricas nunca tiveram tantas filas de espera como atualmente. Entretanto quando se trata de tipos de depressão: confira um e seus principais sintomas, é importante salientar que existem sintomas silenciosos e que vagarosamente vão aparecendo, e quando se percebe a pessoa já está em estado calamitoso.

Quando pegamos o índice Brasil para avaliar a taxa evolutiva de pessoas que sofrem de depressão, vale a pena ressaltar que estamos em torno dos 5,8% da população brasileira sofrendo da doença, isso porque estamos falando de pessoas já diagnosticadas com depressão. 

E isso, reforça que são os níveis mais altos registrados na América Latina, então mentalmente o país considerado mais alegre do mundo, está mentalmente adoecido. Sendo assim, esse é um campo altamente estudado pelos profissionais da saúde mental justamente para entender o processo de desenvolvimento de quadros depressivos na população brasileira, já que nosso sistema de saúde é público e quem paga essa conta, é o governo.

Os episódios depressivos podem ser categorizados em três pontos principais como por exemplo episódios leves, moderados e graves. Além do mais a depressão pode apresentar sintomas como ansiedade, falta ou excessividade de apetite, alterações e regulagens do sono, dores pelo corpo, agitação, fadiga, sentimentos de culpa ou de inutilidade como por exemplo “a culpa foi minha” ou “não sou capaz de fazer isso”. 

Além do mais a pessoa pode não conseguir se concentrar, perder o foco, não ter vontade de trabalhar ou de fazer coisas simples como por exemplo tomar um banho ou escovar os dentes. 

Outras ficam literalmente “em cima do muro” quando o assunto é tomada de decisão, não sabendo o que fazer da vida. Em casos crônicos, a pessoa pode até tirar a própria vida.

Além do mais, existem quadros depressivos que podem aparecer de maneiras distintas ,e que mesmo assim, são considerados como depressão e podem evoluir cronicamente como por exemplo:

  1. Transtorno depressivo maior

É quando o humor fica em baixa, caracterizado por uma baixa depressiva, onde não se há prazer nem energia em fazer certas tarefas. Sendo assim, muitas pessoas sentem desprazer em realizar tarefas cotidianas como trabalhar ou fazer atividades simples caseiras.

  1. Depressão Bipolar

Já a depressão bipolar, mais conhecida como TAB, ou transtorno afetivo bipolar, o indivíduo apresenta episódios de alteração de humor bruscos. Entretanto, é algo diferente da depressão, mas todavia, está ligado ao fato ligado a questão que a pessoa vivencia episódios extremos de alternância entre episódios de depressão e períodos extremos, a famosa fase de mania, como a euforia e compulsão por exemplo. Que posteriormente fomentam a depressão e a pessoa vive esse ciclo incondicionalmente.

  1. Distimia

Nada mais é que uma depressão persistente, uma depressão crônica. Em muitos dos casos esse episódio chega a durar minimamente por dois anos. A pessoa chega a perder as espectativas de tudo em sua vida e pode levar até mesmo ao suicídio se não tradata adequadamente.

Por isso vale salientar que quando se trata de tipos de depressão: confira um e seus principais sintomas, não é apenas somente esses sintomas, como é uma doença de cunho mental, qualquer mudança de comportamento deve-se acender um sinal de alerta, por isso a área da saúde mental é um campo altamente estudado pelos profissionais do gênero.

Entenda o ciclo depressivo pós uso de substâncias psicoativas estimulantes

Quando falamos de doenças como a depressão, vale ressaltar que as drogas, como agentes estimulantes, depressoras e perturbadoras do SNC influenciam drasticamente no quesito químico corpóreo e podem fomentar diretamente o ciclo depressivo de alguém. E a depressão pode, não por via de regra, ser um gatilho para o uso de substâncias psicoativas.

Sendo assim, entenda o ciclo depressivo pós uso de substâncias psicoativas estimulantes conjuntamente. Pois conforme anteriormente declinado,  tipos de depressão: confira um e seus principais sintomas, existem pessoas que estão em estado de depressão bipolar e quando surge o episódio de mania ou euforia, para saciar a sensação de ansiedade, é comum recorrer à algum comportamento adictivo com o intuito de sanar essa sensação de desconforto.

Sendo assim, às vezes, fomentar esse ciclo depressivo com drogas é criar outra comorbidade. A drogadição ou dependência química popularmente falando. Do mesmo jeito que pessoas que são dependentes químicas tendem a ter outras comorbidades como a depressão e a TAB devido ao abuso químico.

Precisando de ajuda ? Fale com de nossos especialista, Atendimento 24 horas.

Compare listings

Comparar