Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Quais são os tipos de tratamento para dependentes químicos?

Conheça os tipos de tratamento para dependentes químicos e os tipos de internação que existem, Veja qual tratamento seria ideal para você ou familiares.

Muitas famílias acabam sofrendo com pessoas próximas que sofrem de dependência química, então é importante sabermos quais são os tipos de tratamento para dependentes químicos.

Nesse sentido, sabermos essas informações é importante para que nós possamos ajudar o dependente a encontrar uma forma de largar os vícios para sempre.

Essas situações são complexas e é necessário um conhecimento para saber lidar com essa situação. Dependentes químicos na família e próximos, devem ter uma tenção especial.

Sendo assim, vamos te contar tudo sobre os tipos de tratamento para dependentes químicos que existem atualmente.

Tipos de tratamento para dependentes químicos

Psicoterapia

O tratamento psiquiátrico funciona juntamente com o uso regulado de remédios, feito pela equipe médica que acompanha o paciente.

Essa equipe faz um acompanhamento psicológico do paciente para ajustar de acordo com as necessidades dele como será feito o tratamento.

Sendo assim, os médicos clínicos realizam o tratamento junto de alguns psiquiatras, psicólogos, assistente social e alguns outros. Esse tratamento é bastante complexo e demanda tempo, baseado na necessidade e grau de gravidade de cada paciente.

Além disso, vamos falar um pouco sobre o tratamento realizado com medicamentos, fique ligado!

Medicamentos

Os medicamentos são uma forma de desintoxicar o organismo com a ajuda de remédios escolhidos a dedo para cada paciente em questão.

Sendo assim, a escolha do remédio para o paciente deve ser feito pela equipe médica que esteja acompanhando o quadro de saúde do dependente químico. Dessa forma, o tratamento baseado em remédios será mais efetivo.

Durante esse tratamento, é necessário um acompanhamento de perto para garantir que o paciente esteja utilizando de forma correta e na dosagem certa os remédios prescritos pelos médicos.

Internação

A internação é um procedimento que geralmente é feito em último caso, quando o indivíduo está em um grau de perigo muito alto para conseguir se manter em sociedade.

Sendo assim, o próprio indivíduo escolhe a internação, quando ele vê que não consegue superar a dependência química sozinho. Então ele solicita uma internação em órgãos de saúde por meio da família.

Conheça agora quais são os tipos de internação que existem e como acontecem de acordo com o quadro do paciente!

Internação voluntária

Quando falamos sobre internação, não são apenas os familiares que podem optar por conversar com o indivíduo e tentaram interná-lo para realizar o tratamento.

Existem casos que acontecem, onde os próprios dependentes se conscientizam e percebem que estão indo longe demais e colocando não somente a vida deles em perigo mas também a dos familiares.

Nesse caso, ele pode optar por se colocar à disposição para ser internado e realizar um tratamento para superar o vício das drogas. Sendo internado por vontade dele e da família.

Internação Compulsória

Esse tipo de internação acontece em casos específicos que um juiz determina a internação de um paciente ao observar que o quadro de saúde dele é instável a ponto de não poder se integrar na sociedade.

Sendo assim, o juiz decreta que a internação do sujeito pode ser feita de uma forma ou de outra pelas clínicas de saúde pública ou particulares para recuperar o indivíduo.

Internação Involuntária

Diferente da internação voluntária, nessa aqui o paciente sabe que está causando perigo para a família e ele mesmo, mas mesmo assim se recusa a ser tratado. Então a família acaba optando por interná-lo da forma com a ajuda de órgão de saúde responsáveis.

Isso ocorre muito com indivíduos que já estão com um quadro de saúde muito grave para pensar racionalmente sobre a internação.

Lembrando que o familiar que pode solicitar a internação tem que obrigatoriamente ser de primeiro grau.

Além disso, é obrigatório que o nome do paciente seja encaminhado para o Ministério Público Estadual em 72h para o responsável técnico do estabelecimento.

Agora que você sabe quanto custa a internação de um dependente químico e os tipos de internação que existem, pode usar isso ao seu favor e escolher uma clínica de qualidade garantida.

Métodos usados pelas clínicas no tratamento para dependentes químicos

A clínica visa tirar a necessidade do corpo do paciente de ingerir qualquer tipo de substância que cause a dependência do organismo.

Para isso, é necessário criar uma série de hábitos e tirar pouco a pouco a necessidade do organismo de ingerir aqueles produtos de forma natural.

Sendo assim, a clínica de recuperação é como se fosse um recomeço para o paciente se purificar e começar uma vida nova por assim dizer.

Tudo que o paciente passa dentro da clínica é para levar até ele uma rotina nova e com bons hábitos. Nesse sentido, a clínica oferece diversos tipos de tratamentos para os dependentes químicos.

Sendo assim, a clínica para dependentes químicos promove a desintoxicação, conscientização e ressocialização do indivíduo na sociedade.

Desintoxicação:

O processo de desintoxicação é realizado de formas diferentes, pode ser feito com o acompanhamento médico apenas, ou de remédios especializados para cada situação de diferentes pacientes.

Essa etapa consiste em retirar a necessidade do organismo de ingerir substâncias químicas para se manter saudável. Então com acompanhamento médico e também uso de remédios, a equipe médica faz a diminuição do uso das drogas.

Sendo assim, aos poucos o paciente vai deixando de lado a necessidade de usar todos os dias aquela substância química.

Isso acontece porque o corpo está acostumado a usar em grande quantidade, então deve ser feito aos poucos para não causar sintomas piores ao paciente.

Conscientização:

Depois de regular o uso de substância química no organismo para chegar ao estado normal do ser humano, o indivíduo deve ser restabelecido psicologicamente.

Então é realizado um acompanhamento com uma equipe psicológica que ajuda com uma série de métodos para entender o que está passando e onde ele quer chegar.

Nesse sentido, ele aprende que não precisa mais de substâncias químicas e que logo será reintegrado à sociedade para viver normalmente com amigos e familiares.

Sendo assim, a rotina e os valores do paciente devem mudar com o tempo para que ele possa passar para a próxima etapa.

Ressocialização:

Depois de todo esse acompanhamento e diferentes tratamentos para eliminar os resquícios de substâncias químicas no organismo e na mente do paciente. Chega a etapa final da reabilitação do indivíduo.

Com a ajuda da família e órgãos públicos que auxiliam na recuperação desses pacientes, eles são reintegrados à sociedade para trabalhar e começar uma vida nova.

Dessa forma, o paciente deve continuar todos os dias lutando para se recuperar mais e ficar limpo do antigo vício que foi superado com a ajuda da clínica de tratamento.

Quando tempo dura os tipos de tratamento para dependente químico

O tratamento de um dependente químico não pode ser calculado ou determinado com certeza absoluta, pois ele pode variar dependendo do quadro de saúde do paciente.

Cada paciente passa por um tipo de tratamento para que possa entrar novamente na sociedade sem ter necessidade de usar novamente qualquer tipo de substância química.

No entanto, a média de tempo dos tratamentos gira em torno de 2 a 6 meses por paciente, mas lembrando que dependendo do tipo de tratamento e do quadro de paciente, esse tempo pode mudar.

Ou seja, esse tempo pode variar bastante dependendo do nível de dependência de uma determinada pessoa.

Até porque, o foco da clinica é que quem seja internado, possa voltar ao convívio social com baixas chances de uma recaída, e com isso possa reconstruir uma vida digna e de qualidade novamente.

Então, para isso, um determinado tempo pode ser necessário.

Quem vai indicar o tempo necessário será o próprio desempenho do paciente e também os médicos especialistas presentes nos locais.

Considerações finais

Enfim, agora você sabe quanto custa a internação de um dependente químico e os tipos de tratamento para dependentes químicos, então se houver algum dependente na família ou conhecido, poderá ajudá-lo!

Dessa forma, saiba que escolhendo uma clínica que traga um suporte de qualidade, se tornará possível trazer uma nova qualidade de vida para aquele indivíduo.

Ou seja, você pode simplesmente mudar a vida de uma pessoa.

Por fim, e se esse é o seu desejo, não deixe de contar conosco do Grupo Encontre Clinicas de Recuperação, que há mais de 15 anos procuramos trazer as melhores opções que existem no Brasil, para que você possa garantir um tratamento de qualidade e muita responsabilidade.

Temos hoje os melhores nomes, em todos os estados do país, onde você pode estar conferindo e vendo aquela opção que pode se tornar mais viável na sua região.

Se você está com dúvida a respeito de como escolher uma clinica de recuperação ideal para dependência química, existem alguns fatores importantes. Confira.
Se você está com dúvida a respeito de como escolher uma clinica de recuperação ideal para dependência química, existem alguns fatores importantes. Confira.

Ficou interessado em saber mais? Entre em contato conosco e tenha acesso as melhores clínicas.

Telefone para contato:

(44) 99155-7195 / (44) 3138-2122

(11) 96262-2008

Compare listings

Comparar