Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Tratamento de transtorno bipolar

tratamento transtorno bipolar

O tratamento de transtorno bipolar é importantíssimo para a saúde mental, física e social de pessoas que sofrem com esse problema cognitivo. Através de uma série de abordagens, quem sofre com o transtorno pode então ter uma vida comum, sem problemas sociais.

Neste guia da Encontre Clínicas, muito mais do que apenas explicarmos sobre o tratamento de transtorno bipolar, também explicaremos o que é, como se desenvolve e quais são os sintomas da doença. Leia com a gente para maiores detalhes, vamos lá!

O que é o transtorno bipolar?

O transtorno bipolar é um distúrbio mental caracterizado por episódios extremos e frequentes de humor, que vão desde altos níveis de energia, pensamento acelerado e comportamento impulsivo (maníaco) até baixos níveis de energia, tristeza profunda e pensamento lento (depressivo). 

Esses episódios extremos podem durar dias, semanas ou meses e, em alguns casos, até anos. Eles podem ocorrer em qualquer momento e interferir com a função normal do indivíduo.

O transtorno bipolar é comum entre adultos jovens. A doença também pode ocorrer em crianças e adolescentes, mas é menos comum.

Sintomas maníacos

Os sintomas maníacos do transtorno bipolar incluem sentimentos de felicidade exagerada, pensamento acelerado, falta de necessidade de descanso, falatório acelerado, redução da necessidade de sono, comportamento impulsivo, excesso de energia e comportamento desinibido.

Sintomas depressivos

Os sintomas depressivos incluem sentimentos de tristeza profunda, perda de interesse em atividades que normalmente parecem interessantes, falta de energia, dificuldade de concentração, desesperança, auto-aversão e, em alguns casos, pensamentos ou ideias suicidas.

Sintomas em sequência ou em paralelo

Os sintomas maníacos e depressivos podem ocorrer em sequência ou em paralelo. O diagnóstico de transtorno bipolar é feito por um médico ou um profissional de saúde mental. O tratamento geralmente inclui medicamentos e terapia.

Como o transtorno bipolar se desenvolve?

O transtorno bipolar é caracterizado por mudanças extremas e frequentes no humor, energia e atividade níveis. É geralmente dividido em três estágios distintos: mania, hipomania e depressão. Entenda:

Mania

A mania é caracterizada por sentimentos excessivos de alegria, autoconfiança e energia. Os indivíduos afetados por esse estágio do transtorno bipolar experimentam sentimentos de grandiosidade, alucinações, pensamentos acelerados, falta de necessidade de sono, impulsividade e comportamento irracional ou agressivo.

Hipomania

O hipomania é um estado de humor mais leve que a mania. Os indivíduos afetados por esse estágio do transtorno bipolar experimentam sentimentos de bem-estar, energia aumentada, falta de necessidade de sono e impulsividade.

Depressão

A depressão é caracterizada por sentimentos de tristeza, desesperança, falta de energia, redução da capacidade de tomar decisões, isolamento social e desinteresse nas atividades que antes eram divertidas.

Como se desenvolve?

O transtorno bipolar pode ser desencadeado por fatores genéticos, biológicos e ambientais. Os fatores genéticos podem predispor um indivíduo ao transtorno, enquanto os fatores ambientais, como estresse, podem desencadear episódios.

Além disso, certos medicamentos, drogas e álcool podem desencadear ou exacerbar os sintomas. O tratamento geralmente inclui medicamentos, terapia e apoio social.

Quais são os sintomas da bipolaridade?

A bipolaridade é um transtorno mental que afeta a maneira como uma pessoa pensa, sente e age. Caracteriza-se por ciclos de humor, durante os quais a pessoa experimenta alterações significativas no humor, nível de energia, humor, capacidade cognitiva e comportamento.

Os sintomas da bipolaridade podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente incluem:

1. Humor alterado

As pessoas com bipolaridade experimentam períodos de humor elevado (maníaco) e humor baixo (depressivo). Durante os períodos maníacos, as pessoas podem sentir-se eufóricas, alegres e cheias de energia; enquanto durante os períodos depressivos, as pessoas podem sentir-se tristes, desesperançadas e desmotivadas.

2. Alterações de energia

Também experimentam alterações significativas no nível de energia durante os diferentes períodos. Durante o período maníaco, a energia é alta, enquanto durante o período depressivo, a energia é baixa.

3. Alterações da capacidade cognitiva

Pessoas que sofrem com bipolaridade podem experimentar dificuldade em se concentrar, lembrar coisas, tomar decisões, etc.

4. Alterações do comportamento

Essas mesmas pessoas também podem experimentar mudanças significativas no comportamento durante os diferentes períodos.

Por exemplo, durante os períodos maníacos, as pessoas podem tornar-se impulsivas, sentir-se irritadas, falar demais, e tomar decisões imprudentes, enquanto durante os períodos depressivos, as pessoas podem tornar-se isoladas, apáticas e não querer fazer nada.

Como é feito o tratamento para bipolaridade?

1. Medicamentos

Os medicamentos são usados para controlar os sintomas do transtorno bipolar, aliviando a depressão e reduzindo a mania. Os medicamentos mais comuns usados para tratar o transtorno bipolar são os antidepressivos, estabilizadores do humor e antipsicóticos.

2. Terapia comportamental

A terapia é usada para tratar o transtorno bipolar, ajudando a pessoa a compreender e lidar com os sintomas. Os tipos mais comuns de terapia usados para tratar o transtorno bipolar são a terapia cognitivo-comportamental (TCC), a terapia interpessoal (TIP) e a terapia de grupo.

3. Mudança de estilo de vida

A mudança de estilo de vida é importante para ajudar a controlar os sintomas do transtorno bipolar. Algumas mudanças de estilo de vida recomendadas para ajudar a tratar o transtorno bipolar incluem a adoção de hábitos saudáveis, como manter uma rotina de sono, evitar estimulantes como o álcool e a cafeína, e praticar atividades relaxantes, como meditação ou ioga.

4. Abordagem holística

A abordagem holística é uma abordagem de tratamento que enfatiza a importância de tratar o transtorno bipolar de forma abrangente, tratando os sintomas físicos e emocionais. A abordagem holística pode incluir terapias complementares, como acupuntura, fitoterapia e medicina herbal, além da terapia tradicional.

Tratamento para bipolaridade: tem cura?

A bipolaridade é um transtorno de humor crônico caracterizado por mudanças extremas no humor, energia e nível de atividade. É um distúrbio de saúde mental que causa desequilíbrios no humor, o que afeta o comportamento, as emoções, o pensamento e a capacidade de tomar decisões.

A bipolaridade não tem cura, mas é possível controlar os sintomas com tratamento. O tratamento pode incluir medicamentos, terapia, apoio social ou grupos de apoio. Os medicamentos mais comumente usados para tratar a bipolaridade incluem antidepressivos, estabilizadores de humor, antipsicóticos e ansiolíticos.

O tratamento psicológico, como terapia cognitivo-comportamental, terapia de grupo, terapia interpessoal e terapia familiar, pode ajudar a gerenciar os sintomas emocionais, comportamentais e sociais da bipolaridade.

Além do tratamento médico e psicológico, é importante ter um sistema de apoio social. Estabelecer uma boa rede de amigos e familiares e buscar ajuda de profissionais de saúde mental pode ajudar a lidar com os desafios diários da bipolaridade.

Sendo assim, a bipolaridade não tem cura, mas pode ser tratada de maneira eficaz com medicamentos, psicoterapia e apoio social.

Como ajudar uma pessoa bipolar?

Ajudar uma pessoa com transtorno bipolar pode ser um desafio. A primeira coisa a fazer para ajudar uma pessoa com transtorno bipolar é entender o que eles estão passando. É importante informar-se sobre os sintomas e tratamentos disponíveis.

Esta informação pode ajudar você a compreender melhor como o transtorno bipolar afeta a pessoa e como você pode melhor ajudá-la.

A segunda coisa a fazer é oferecer o apoio necessário. É importante ser gentil e compreensivo com a pessoa, mesmo quando eles estão passando por momentos difíceis. Seja um ouvinte disponível para conversar e mostrar que você está lá para ela. É importante lembrar que, às vezes, a pessoa pode não estar pronta para falar.

Outra forma de ajudar uma pessoa com transtorno bipolar é incentivá-la a seguir um tratamento. Estimule a pessoa a procurar ajuda profissional, como um terapeuta, psiquiatra ou outro profissional de saúde mental. É importante acompanhar os tratamentos e terapias recomendadas pelo profissional.

Além disso, é importante incentivar a pessoa a adotar hábitos saudáveis para gerenciar o transtorno bipolar. Isso inclui praticar exercícios regulares, comer uma dieta saudável, descansar o suficiente e manter o estresse o mais baixo possível. Estes hábitos ajudarão a pessoa a se manter saudável, mentalmente e fisicamente. Até a próxima!

encontre clinicas 2

A Encontre Clinicas Brasil é uma empresa de referência nacional com grande experiência no direcionamento e auxílio no tratamento e encaminhamento para internação de dependentes químicos, residencial para idosos, além de oferecer todo suporte necessário aos familiares.

Compare listings

Comparar