Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Uso de drogas na adolescência no Brasil: Encontre uma solução!

uso de drogas na adolescencia no brasil

Segundo algumas pesquisas realizadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o uso de drogas na adolescência no Brasil é maior que o esperado. Na pesquisa realizada em 2016, 50% dos entrevistados relataram já ter ingerido bebida alcoólica antes da maioridade. 

Isso pode não parecer algo absurdo pois é bem comum que dentro da família os adolescentes façam uso de bebidas. 

No entanto, por mais que seja considerado comum por muitos, principalmente por boa parte dos grupos de adolescentes, os riscos desse hábito são grandes e precisam ser conhecidos dos pais e responsáveis.

Dessa forma, é preciso que os pais estejam atentos aos sinais e saibam quando assumir o controle da rotina. Até porque, o uso de drogas na adolescência no Brasil influencia em toda a rotina e no futuro dos jovens.

Ou seja, precisa ser algo tratado com o máximo de brevidade possível, pois pode ser algo que venha a ser transferido até para vida adulta, trazendo consequências graves, fora o vício exagerado e incontrolável. 

Por incrível que pareça, hoje é muito comum encontrarmos pessoas na fase adulta, que possuem uma forte dependência na bebida e em outras substâncias, que começaram com a “experimentar” ainda menores. 

Por fim, conheça mais sobre o vício na adolescência e saiba como agir caso perceba algo de estranho com seus filhos.

Consequências do uso de drogas na adolescência

O uso de drogas na adolescência tem muitos efeitos negativos a curto e longo prazo na vida do usuário. O tipo de droga utilizada e a frequência de uso interferem ainda mais nos sintomas e efeitos apresentados. 

Para começar, drogas como o álcool e cigarro, que são consideradas legais, causam sérios danos no fígado, pulmão, pâncreas e ainda capacidade de raciocínio. E quando o consumo é regular, os danos podem se tornar definitivos, afinal, o corpo adolescente ainda está em fase de desenvolvimento.

Ou seja, todos os “combustíveis” que você der a ele podem influenciar diretamente positivamente ou negativamente no seu desenvolvimento e formação.

E, com isso, as bebidas alcoólicas podem colaborar diretamente para uma evolução bem mais complicada e com grandes sequelas que claro, só serão percebidos de forma mais forte na vida adulta. 

E quando pensamos em drogas ilícitas, como maconha, cocaína e loló, as consequências são ainda maiores. Isso porque, elas agem diretamente nos receptores do sistema nervoso e nos neurônios. 

Dessa forma, impedem a resposta rápida a estímulos, reduz a capacidade de raciocínio e até mesmo o pensamento crítico. Por isso é comum ver um adolescente que faz consumo de drogas tendo atitudes estranhas e desconexas. 

Em casos onde existe a predisposição a problemas psiquiátricos, as drogas podem desencadear o problema.

Por fim, essas situações são mais graves pois causam surtos psicóticos que podem não ser temporários.

Quais as causas do uso de drogas na adolescência?

A adolescência é uma fase de muitas mudanças psicológicas, hormonais e também na rotina do indivíduo. Neste momento da vida existem diversos fatores que interferem e contribuem com o consumo de drogas. 

Como por exemplo, o desejo de se sentir livre e como um indivíduo único, sentido assim não apenas como parte de uma família. Por isso, seguir a influência de amigos é bem comum, mesmo para coisas prejudiciais. 

Inclusive, podemos dizer que esse é um dos principais casos, uma vez que a bebida hoje é considerada entre jovens e adultos, como um meio de socialização. 

Logo, devido a pressão que esses ambientes podem causar, uma pessoa ainda no estado de adolescente, ou seja, em desenvolvimento, pode vir a ter problemas. 

A predisposição genética e também o ambiente de convívio interferem nesse cenário. Lares onde o consumo de bebidas e cigarro é natural tende a desenvolver no adolescente o desejo de fazer uso dessas drogas. 

Outra causa bem comum para o uso de drogas na adolescência no Brasil é o ambiente social em que a pessoa está inserida. Lares com problemas familiares, pobreza extrema ou ainda outros tipos de dificuldade podem favorecer o consumo de drogas. 

Normalmente os adolescentes buscam nas drogas uma fuga para sua realidade difícil de ser entendida ainda tão jovem. 

Por fim, as causas podem ser inclusive um conjunto de várias coisas que se juntam e levam um adolescente de baixa idade, ou seja, entre 14 a 16 anos, a consumir bebidas alcoólicas.

Prevenção ao uso de drogas na adolescência

A conversa é a melhor maneira de prevenir o uso de drogas na adolescência no Brasil. É preciso explicar todos os riscos e também as consequências que o uso trará para a vida da pessoa. 

Até porque, você concorda que devido ser algo comum de ver as vezes em casa, nos bares, festas, praças de alimentação e outros, isso pode soar como algo totalmente normal? 

Dessa forma, a conversa para explicar os riscos é algo extremamente importante, principalmente porque aquela pessoa ali está em uma fase de aprendizado. 

Porém, além disso, os pais precisam sempre observar alguns sintomas que podem estar relacionados com o uso de drogas. E caso a situação seja comprovada, é indicado procurar ajuda profissional, como a clínica de reabilitação RJ.

Sintomas do uso de drogas na adolescência

Os primeiros sintomas observados são a queda no rendimento escolar, falta de interesse, cansaço, dificuldade de concentração, perda de memória, irritabilidade ou desânimo

E ainda podemos analisar os sintomas causados pelo uso de cada tipo de droga. 

Surtos psicóticos, medo extremo, dores no peito, palpitação e braços, pernas e barriga dormente, estão também dentre sintomas que podem ser presentes. 

Por fim, vale citar que durante a abstinência temos sintomas como: irritabilidade, tremor, depressão e diversos outros sintomas.

Como detectar o uso de drogas?

Ao observar mudanças de hábitos na rotina do adolescente procure conversar para entender o que está acontecendo, até porque, algo de errado pode estar acontecendo. 

Inclusive, é bem normal que nesse primeiro momento todo envolvimento com drogas seja negado, mesmo que essa droga seja o álcool, consideravelmente algo legal. 

Então observe os sintomas que mostramos acima e também procure saber da relação com amigos novos. Assim você terá referência de quem são as pessoas com quem seu filho mantém contato. 

Acompanhe mais de perto a rotina do seu filho e ao detectar qualquer problema, procure a ajuda de um profissional. 

Até porque, em caso de dependência ou começo de uma, a melhor solução para evitar que isso se desenvolva e se torne um vício grave é buscando uma clínica de reabilitação. 

Por exemplo, hoje conosco do Grupo Encontre Clínicas, você consegue encontrar clínicas de qualidade espalhadas por todo o país, especialistas em ambos os públicos, dentre eles os adolescentes. 

Isso porque, sabemos que o tratamento precisa ser diferente, principalmente porque é uma pessoa que ainda está em fase de desenvolvimento. 

Portanto, você pode ficar tranquilo e assim ter acesso aos melhores profissionais mercados, que estarão prontos para atender e em pouquíssimo tempo trazer o bem-estar de volta a aquele adolescente.

Possuímos clínicas por todo o país, prontas para te atender. Entre em contato agora conosco pelos telefones:

(44) 31382122

(11) 96262-2008

paulo esidio

Sou diretor de marketing do Grupo Encontre Clínicas e terapeuta a mais de 15 anos com especialidade em dependência química e alcoólica e outros transtornos, trabalho com direcionamento e encaminhamento para tratamento em clínicas de recuperação em todo Brasil. Precisando de Ajuda estou a disposição (11) 94159-5453.

Compare listings

Comparar