Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

10 Passos para ajudar a tratar um Alcoólatra.

Como ajudar um amigo que luta contra o alcoolismo. Por isso, listamos 10 passos para ajudar a tratar um alcoólatra a parar de beber. Confira!

É normal ficar confuso sobre como ajudar um amigo que luta contra o alcoolismo. Por isso, compilamos os seguintes passos para ajudar a tratar um alcoólatra a parar de beber:

Até porque, tudo começa na atitude que você toma ou ajuda a pessoa que sofre pelo vício a tomar.

Ou seja, são coisas que podem fazer extrema diferença na vida de uma pessoa, desde que feitas da maneira correta.

Por fim, para você entender melhor, nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, separamos a seguir 10 passos primordiais para ajudar a tratar um alcoólatra.

1. Saiba o que é o alcoolismo

Lembre-se, o alcoolismo não é uma fraqueza, mas uma doença. Não julgue um alcoólatra, mas procure maneiras de guiá-lo à sobriedade.

Por isso, informar-se sobre o alcoolismo ajuda a entender e reconhecer comportamentos relacionados ao abuso de álcool.

Desse modo, você também aprende a importância de ajudar em vez de culpar. Então, quando você entender do que se trata a condição, poderá oferecer assistência.

Por exemplo, se você sabe que o alcoolismo aumenta o risco de desidratação, incentivá-los a beber bastante água pode ajudar muito na recuperação.

Como membro da família, você pode participar de um grupo como Al-Anon. 5 São grupos focados em ajudar familiares e jovens que convivem com alcoolista.

Por fim, o compartilhamento de informações reduz o potencial de estigmatização e estimula a empatia. Um dos primeiros passos para ajudar a tratar um alcoólatra.

2. Aborde com cuidado

O alcoolismo pode ser uma conversa difícil. Então, não confronte a pessoa sem um plano.

Mais importante, não tente discutir o assunto quando seu ente querido ainda estiver embriagado ou emocionalmente instável.

Logo, lembre-se, você não quer que eles se sintam atacados, julgados ou envergonhados. Portanto, evite linguagem dura ou acusatória.

Quando você fizer sua abordagem, seja honesto sobre suas preocupações. No entanto, mostre consistentemente que você se importa com eles.

Assim, durante a conversa, não os pressione demais. mude o assunto se eles ficarem desconfortáveis ​​ou irritados no processo.

Por exemplo, ninguém chega afirmando que a pessoa é um viciado em crack sem jeito, ou que é um alcoólatra. Se procura uma forma em conjunto para abordar isso da forma correta.

3. Abra as Linhas de Comunicação

Seu ente querido pode ser tímido ou com medo de se aproximar de você para pedir ajuda. Então o que você pode fazer?

Nesse sentido, torne muito confortável para eles falarem sobre seu problema com a bebida. Você pode fazer isso colocando-se no lugar deles e mostrando que entende o que eles estão passando.

Quando eles se sentirem à vontade com você, estarão dispostos a ter uma conversa mais profunda sobre suas preocupações.

Esse é um dos grandes passos para ajudar a tratar um alcoólatra.

4. Descubra a causa subjacente do alcoolismo

Seu ente querido pode estar sofrendo de ansiedade e depressão e está usando álcool para lidar com isso. No entanto, dizer a eles que estão sofrendo de depressão pode parecer acusatório.

Em vez disso, pergunte gentilmente o que eles acham que pode estar contribuindo para seu comportamento de beber.

Por fim, tente mencionar algumas causas comuns de alcoolismo com as quais eles podem se relacionar. Isso pode ajudá-los a se abrir para você.

5. Não ofereça um ultimato

Alguém lutando contra o alcoolismo escolherá o álcool acima de tudo. Por esse motivo, não os faça concordar com um “dia de saída”. Isso lhes dará mais pressão e estresse.

Dessa forma, a última coisa que você quer é ver seu ente querido frustrado quando você está tentando ajudar.

Então, o melhor a oferecer ao seu ente querido é uma opção de tratamento. Para fazer isso de forma eficaz, faça algumas pesquisas sobre os tipos de programas de tratamento de álcool disponíveis perto de você.

Se você está na busca dos melhores passos para ajudar a tratar um alcoólatra, saiba que esse é extremamente importante.

6. Evite ser o gatilho

Beber perto de um alcoólatra estimula seu desejo de beber.

Por outro lado, se você já os abordou sobre o problema com a bebida, beber álcool perto deles não os encorajará a parar.

Na verdade, isso afetará a confiança que eles têm em você e os desencorajará a procurar seus conselhos.

7. Não ative seu vício

Dar desculpas para um alcoólatra ou socorrê-lo quando ele está em apuros não é útil.

Ou, dar dinheiro ao seu ente querido quando você sabe que ele o usará para comprar álcool piora o problema.

Ou seja, praticar um pouco de amor duro é necessário. Então, deixe-os lidar com seus próprios problemas. Mesmo que eles não se sintam amados, isso os beneficiará a longo prazo.

8. Envolva outras pessoas

Não desista se você não estiver confiante sobre sua capacidade de ajudar. Reconhecer o problema e ter vontade de ajudar é suficiente.

Se você conhece alguém que abandonou o álcool com sucesso, pode aprender algumas coisas sobre suas experiências. Então, veja como isso se aplica ao seu ente querido.

Se eles estiverem bem com isso, peça-lhes que conversem com seu ente querido sobre a recuperação.

Outros membros da família também podem ajudar incentivando ou financiando o tratamento.

9. Seja solidário

Ao discutir a recuperação, mostre aos seus entes queridos que você está disposto a apoiá-los durante a recuperação. Isso irá incentivá-los a prosseguir a jornada de recuperação sem recaídas.

Estabeleça metas com eles e até crie recompensas pelas conquistas alcançadas.

Lembre-se, a recuperação é um processo contínuo e continua além do tratamento. Ter conhecimento dos programas de tratamento e cuidados posteriores o ajudará a se preparar para o processo.

Como pessoa afetada, você também pode precisar de alguma forma de apoio, como terapia familiar.

10. Procure tratamento profissional

Nunca minar a força da ajuda profissional. Terapeutas de dependência, médicos e conselheiros podem fornecer um tratamento eficaz, os quais sempre estão disponíveis em clínicas de reabilitação.

Eles também irão ajudá-lo a gerenciar sintomas desagradáveis ​​de abstinência.

Dependendo da extensão do vício e da disponibilidade de recursos, você pode optar por inscrever seu ente querido em um programa de tratamento de dependência hospitalar ou ambulatorial.

Os programas ambulatoriais permitem que o paciente participe do tratamento enquanto continua com suas vidas diárias.

No entanto, os programas de internação ou de recuperação de longo prazo exigem que o paciente permaneça na instalação sem álcool durante o período de tratamento. É, sem dúvidas, um dos passos para ajudar a tratar um alcoólatra.

E nós do Grupo Encontre Clínicas de Reabilitação, podemos te ajudar nesse processo, ajudando a encontrar a melhor opção mais próxima de você.

Conosco você consegue encontrar uma clinica de recuperação e garantir um tratamento justo, rápido, humano e melhor de tudo, profissional.

Não deixe de optar pela melhor opção com o assunto é ajudar uma pessoa a sair do vício.

Estamos disponíveis 24 horas por dia, prontos para te atender. Entre em contato conosco agora mesmo.

Compare listings

Comparar