Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 99155-7195

Por que meu familiar se tornou dependente do crack: veja como tratar!

Por que meu familiar se tornou dependente do crack? Veja, a seguir, o que é essa droga extremamente viciante, o que ela causa no organismo.

Por que meu familiar se tornou dependente do crack? Infelizmente, essa é uma pergunta que muitas famílias precisam fazer, e que com toda certeza gera muitas dúvidas.

Até porque, sim, o consumo de substancias químicas só cresce a cada ano, onde mesmo o crack, uma das drogas mais agressivas e letais, possui um número muito forte de usuários aqui no país.

Segundo dados foram apresentados durante o lançamento da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Crack, o número de usuários de crack hoje no Brasil está em torno de 1,2 milhão e a idade média que se começa o uso da droga é 13 anos.

Além disso, uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estima que mais de 1% do PIB do país é gasto em drogas.

Ou seja, infelizmente é algo que a cada dia cresce desenfreado aqui no país, e que com toda certeza precisa de muita atenção, e que também gera muita dúvida nas famílias das pessoas que são afetadas pelo vício.

Por fim, para você entender melhor, veja a seguir o que é essa droga extremamente viciante, o que ela causa no organismo e seus prejuízos ao indivíduo que está preso nela.

O que é o crack?

Crack é uma substância dura, semelhante a um mineral com uma tonalidade branca.

Ele é feito misturando bicarbonato de sódio ou amônia na forma de pó de cocaína.

Dessa forma, podemos dizer que ela é uma “cocaína mais agressiva”, onde esta mistura é então aquecida com um isqueiro ou tocha até que aqueça em crack.

É mais frequentemente vaporizado em um tubo de vidro (muitas vezes chamado de caule ou rosa porque eles são vendidos com uma rosa dentro deles) e inalado, embora algumas pessoas usem latas de refrigerante ou papel alumínio para aquecê-lo.

Além disso, muitos usuários também injetam crack; os efeitos incrivelmente destrutivos dessa forma de abuso de crack não podem ser subestimados.

Efeitos e abuso de crack

Como substância ilícita, qualquer uso de crack é considerado abuso.

Dessa forma, por ser fumada ou inalada, a droga atinge o cérebro mais rapidamente e produz uma alta intensa e imediata, mas de curta duração.

Assim, o que já explica por que meu familiar se tornou dependente do crack.

Até porque, devido ser uma droga inalada, o poder de vício comprovadamente consegue ser maior, podendo trazer maiores prejuízos.

Para você ter uma ideia, apenas alguns dos efeitos do crack incluem:

  • Euforia;
  • Hiperatividade;
  • Tensão;
  • Confiança.

Além disso, e o mais grave, devido à sua potência, há um alto risco de overdose fatal por usar crack.

Nesse sentido, mesmo alguém usando a droga pela primeira vez pode ter uma overdose.

A necessidade de tomar mais e mais doses para prolongar os efeitos de curta duração do crack aumenta o potencial de uma overdose.

E, alguém que teve overdose pode apresentar ansiedade, agressão, convulsões, ritmo cardíaco rápido, dor no peito, náuseas, alucinações e/ou derrame.

Por fim, aqueles com problemas renais ou pressão alta têm maior risco de complicações fatais causadas pelo tabagismo crack.

Vício em crack

O crack é muito mais potente e viciante do que cocaína normal.

Dessa forma, um vício em crack, portanto, desenvolve-se muito rapidamente, e algumas pessoas se tornam viciadas após o primeiro uso.

Isso acontece porque o prazer que elas experimentam é tão grande e rádio, que precisam de mais da droga para mantê-la. Eventualmente, nasce um vício; o usuário precisa da droga simplesmente para se sentir normal, o que já responde por que meu familiar se tornou dependente do crack.

Além disso, depois que um vício em crack se desenvolve, o usuário precisa de mais da droga para sentir seus efeitos e experimentará sintomas de abstinência se tentar parar.

Isso acontece porque o crack desencadeia quantidades excessivas do produto químico indutor de felicidade, dopamina, no cérebro. Com o uso habitual de crack, a produção natural de dopamina é diminuída à medida que o corpo se torna dependente da droga.

Assim, fortes desejos por crack, juntamente com o desejo de evitar sintomas de abstinência desagradáveis tornam muito difícil parar.

Por fim, pessoas viciadas em crack tendem a ignorar as consequências negativas causadas pelo uso de drogas.

Voltando-se para o crack

O crack raramente é usado pelos não iniciados no mundo das drogas. Muitas vezes, o crack é usado por pessoas que já são viciadas em cocaína.

Nesse sentido, ao contrário da cocaína, muitas vezes considerada uma droga dos ricos, crack é bastante barata.

Isso o torna acessível a todos os tipos de pessoas, especialmente aquelas em circunstâncias particularmente vulneráveis.

No entanto, como os viciados precisam de mais da droga para perpetuar sua alta, um vício em crack pode se transformar em um hábito que custa entre centenas e milhares de reais por semana para manter.

Por fim, algo que responde à pergunta “por que meu familiar se tornou dependente do crack?”.

O que fazer para se livrar do vício do crack?

Querendo ou não, hoje o crack mais viciantes e mais ofensivas que existe no mercado, onde a sua reabilitação não é um processo simples.

Dessa forma, a melhor alternativa para quem deseja se livrar do vício do crack, com toda certeza é um tratamento especializado, em clínica especializada no vício de substâncias químicas.

Até porque, não é apenas deixar de usar a droga. Existem diversos pontos junto a isso, como a abstinência.

E, para saber como controlar isso tudo, e assim conseguir uma recuperação adequada, uma equipe especializada, junto com os medicamentos e tratamento ideal, se torna essencial.

Por fim, quer se livrar do vício do crack? Quer uma resposta para a pergunta “por que meu familiar se tornou dependente do crack”?

Entre em contato conosco do Grupo Encontre Clínicas e obtenha o melhor tratamento do Brasil!

Compare listings

Comparar