Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Como convencer um alcoólatra a se internar

Como internar uma pessoa que bebe, Passos simples de como convencer um alcoólatra a se internar em uma clínica de recuperação, Saiba mais.

Lícito, vendido em qualquer lugar, consumido especialmente no verão brasileiro e presente em diversos eventos, o álcool e as bebidas alcoólicas são populares no mundo todo; o aumento de pessoas com problemas relacionados ao alcoolismo tem assustado os brasileiros e é tema do nosso Blog em como convencer um alcoólatra a se internar em uma clínica de recuperação.

O Brasil é um país tropical, com um clima predominantemente quente na maioria dos meses do ano, o que favorece o consumo de bebidas geladas. O que justifica termos alcançado a marca de maior consumidor de cerveja do mundo com em média  157,1L por pessoa* ao ano, por conta do histórico de propagandas de bebidas alcoólicas e conjuntamente os fatores associados como clima e costumes de beber em eventos.

O álcool está predominantemente enraizado na nossa cultura. Seja em aniversários, festas de final de ano, réveillon, carnaval, churrascos, happy hour, almoços de final de semana, comemorações, baladas, barzinhos, depois da pelada, no buteco, na saideira e na praia. Especialmente neste último, pois está associado ao calor. É comum viajar à praia e, por comodidade, levar um cooler de cerveja para curtir com os amigos, bater uma bola, entrar no mar e aproveitar.

Assim como consumir álcool é algo tranquilo e que não necessariamente é perigoso, para algumas pessoas, pode ao longo do seu hábito de consumo se tornar uma dependência. A “viagem” do álcool é uma sensação de prazer e relaxamento. De desinibição, ficar falante, dar risada e interagir com as pessoas. Porém, o maior problema é o ponto, já que muitos indivíduos  que passam, podem perder o equilíbrio, tomar atitudes incoerentes e fazer besteiras. 

Além do mais, o que muitos não sabem, por exemplo, é que o álcool pode matar rapidamente. Se você tomar 20 doses de cachaça em dez minutos pode ser o suficiente para causar morte. Já que o álcool demora um tempo para ser processado pelo organismo, e intoxicar o mesmo com elevadas quantidades é altamente perigoso. Concomitantemente o alcoolismo costuma evoluir gradativamente. Assim como a dependência química evolui aos poucos, a pessoa que se torna alcoólatra começa a ter problemas sérios na vida com a bebida. Muitas vezes perde o emprego e conjuntamente passa por situações constrangedoras.

Identifique um alcoólatra e incentive tratamento através de uma clínica de recuperação

Como internar uma pessoa que bebe, Passos simples de como convencer um alcoólatra a se internar em uma clínica de recuperação, Saiba mais.

Aquelas simples saídas aos finais de semana começaram a se tornar recorrentes e cada vez mais regadas à álcool, fora que beber bastante todos os dias virou uma constância, sendo assim é interessante para que se identifique um alcoólatra e incentive tratamento através da internação, seja necessário que a pessoa deste perfil atenda alguns requisitos básicos.

No Brasil estima-se que 52% da população faça o consumo de bebidas alcoólicas, sendo 65% homens e 41% mulheres. Destes, bebem com frequência 15% dos adultos e 8% dos adolescentes, sendo que 9% dos adultos praticam o binge drinking e 5% dos adolescentes também. Dados da WHO (2011) e Laranjeira 2007.

Antes de como convencer um alcoólatra a se internar, deve-se levar em consideração que a ciência adverte que o consumo excessivo de álcool pode lesar os neurônios,  prejudicando o aprendizado e a memória. Conjuntamente a tomada de decisões e o poder da abstração. O fígado e pâncreas também são afetados na balança do álcool, já que cerca de 50% da cirrose hepática são por conta de abuso e binge drinking rotineiro.

O coração também é afetado, já que como é um precursor de hipertensão por elevar a pressão sanguínea pode também ocasionar derrame. Consequentemente pode fazer com que haja doenças mentais como distúrbios de ansiedade e dependência química.

Mas para que se identifique um alcoólatra e incentive tratamento através da internação é necessário avaliar o estado da pessoa em questão através do quadro que a mesma apresenta. Já que existem pessoas que não veem problema no álcool. Por exemplo, não é porque a pessoa bebe todo dia que ela é considerada um alcoólatra, mas pessoas que têm um comportamento de fuga na bebida devem-se atentar.

Por exemplo, pessoas que não conseguem passar o expediente de trabalho sem dar um gole, é um sinal vermelho para o alcoolismo, já que trabalhar sob o efeito de bebidas alcoólicas é passível de demissão

Ou seja, a pessoa que é considerada alcoólatra ou dependente química de álcool ela não tem o controle de deixar de beber durante o trabalho ou em horários que ela está realizando uma tarefa que exige responsabilidade grande, como cuidar de um filho pequeno ou dirigir. Deste modo, a atenção de pessoas que estão no envolto deve ser alta.

Mas caso seja notório que esse familiar ou amigo esteja sofrendo de dependência do álcool ou alcoolismo, como convencer um alcoólatra a se internar, ou ao menos a realizar o tratamento de acordo?

Passos simples mas que ajudam a convencer pessoas dependentes do álcool a se tratarem

Já identificado que uma pessoa conhecida, parente, familiar ou amigo é alcoólatra e indagado a questão identifique um alcoólatra e incentive tratamento através da internação; existem passos simples mas que ajudam a convencer dependentes do álcool a se tratarem, veja-os:

  1. Demonstre apoio, seja amigo
  2. Leve a pessoa à um profissional da saúde
  3. Incentive o tratamento medicamentoso
  4. Demonstre que o estado que o mesmo se encontra, e conjuntamente com a medicação é necessária a intervenção em uma instituição
  5. Converse com um terapeuta sobre clínicas de recuperação para alcoólatras
  6. Pesquise na internet sobre instituições, ou vá direto para o site https://encontreclinicas.com.br/ e encontre uma instituição na página “Busca por Estado
  7. Entre em contato com o Encontre Clínicas
  8. Vá a instituição e realize o procedimento de internação.

Veja também:

Como convencer um alcoólatra a se internar não é simples assim, pegando os oito passos acima e praticando-os nem sempre você terá sucesso. A doença da dependência química ou alcoolismo ludibria os pensamentos da pessoa e normalmente fala por ela, não deixa o indivíduo se cuidar.

Normalmente faz com que ele acredite que apenas a substância seja a solução dos problemas, quando na verdade cria muito mais. Por fim, se você tem um familiar em casa com problemas crônicos de dependência química e precisa do tratamento involuntário, entre em contato conosco, nós podemos ajudar.

Compare listings

Comparar