Resgate 24 horas em todo território nacional. +55 44 9155-7195

Um dependente químico não tem sentimento?

Um dependente químico não tem sentimento? Um dependente químico pode amar ou apenas usar as pessoas? Tire suas duvidas, Atendimento 24 horas

Mentir, manipular, sumir por um tempo, pegar dinheiro e não pagar, fazer besteira sem justificar, se irritar, xingar, conturbar o ambiente familiar, brigar com namorado(a), marido, esposa, pai, mãe e outros adjetivos pejorativos que estão alinhados com o comportamento de um dependente químico, afinal, será que um dependente químico não tem sentimentos ao ponto de fazer tudo isso e transformar a vida de quem o circunda num inferno?

Quando você nasce, e está no jardim de infância, quando a professora pergunta: “O que você quer ser quando crescer?” Uns respondem: Bombeiro, outros policiais, médicos, enfermeiros, professores, diretores, redatores, músicos, advogados e assim por diante. 

Ninguém escolhe ser um alcoólatra, ou um dependente de crack, cocaína ou maconha. Ou uma pessoa que vai usar tanta droga ao ponto de ficar louca, ou doente da cabeça.

Ou seja, todos nós sonhamos com futuros brilhantes para nós mesmos desde a juventude, desde a pré escola, e desta forma ao longo da nossa vida, seja por isso ou por aquilo, nem sempre conseguimos manter o controle de tudo ao nosso redor, inclusive os caminhos que escolhemos.

Por isso, ao longo de quando começamos a formar nossa personalidade, existem fatores externos que contribuem para a maneira como nos portamos com relação ao ambiente e esses fatores podem influenciar em como lidamos com processos de frustração e ansiedade. 

Sendo assim, esses processos na infancia, são uma coisa, quando manifestados na adolescencia podem evoluir para um quadro obsessivo e compulsivo comportamental em diversos quesitos como sexo, abuso de drogas e alcool, masturbação excessiva, pornografia, e etc.

Tem ou não tem sentimentos um dependente químico?

Se a questão é relacionada a sentimentalismo e se a sua dúvida é se tem ou não tem sentimentos um dependente químico, saiba que o dependente químico tem uma explosão de sentimentos e pensamentos acelerados, conturbados e desenfreados que acontecem momentaneamente sem ordem, num caos total.

O cérebro já está com todos os processos químicos alterados de maneira a desregular a química corpórea, e se houver falta da substância, pior ainda. O dependente de álcool ou drogas ao longo do processo evolutivo da doença, o que é algo triste de se saber, vai se moldando conforme a necessidade da substância.

O corpo precisa tanto da bebida ou da droga, que se não conseguir o álcool ou o narcótico, apresenta sinais físicos e ao mesmo tempo um conjunto de comportamentos negativos como agressividade, irritabilidade, tristeza, ansiedade, dor, angústia, sentimentalismo e vitimismo.

Outra questão que vale ressaltar é que quando se usa a substância, o cérebro apesar de conseguir a recompensa e ter o estímulo externo, ele se acostuma com isso, e dependendo do tipo de droga em questão sendo ela estimulante, depressora ou perturbadora, reações adversas podem surgir durante esse apego.

Quando um pai, mãe ou familiar se pergunta se um dependente químico não tem sentimentos, é porque ele não consegue entender como é a pele, a cabeça a vida de quem está sofrendo com as drogas, do mesmo jeito que a pessoa que é usuário não consegue entender o quanto está fazendo mal pra si mesmo e para os seus familiares.

Um dependente pode amar ou apenas usar as pessoas?

Em um vídeo no Youtube com o psicólogo André Nunes, o terapeuta sugeriu uma temática importante em curta em seu canal sobre se um dependente químico pode amar ou apenas usar as pessoas? Como resposta à dúvida de uma internauta, o psicólogo sugere que o dependente químico é capaz de amar sim, entretanto com o uso abusivo e compulsivo da substância, infelizmente pela química da mesma, há um desvio de interesse, da pessoa para droga.

Não existe amor, sexo, nem uma cama quentinha, comida boa” que segure uma pessoa na fissura e no momento em que ela estó só pensando na droga. O comportamento se altera em prol o que importa pra ele, no caso, as substâncias psicoativas como as drogas. Então, pelo comportamento sugere-se que um dependente químico não tem sentimentos, mas na verdade o interesse dele é outro.

É possível ele amar alguém, todavia ele precisa abdicar de comportamentos que estão associados a dependência química como a arrogância, egoísmo, manipulação, auto suficiência e autocontrole.

Como mudar a maneira de pensar de um dependente químico?

Não tem como você enfiar sentimento e responsabilidade na cabeça de alguém, isso tem que acontecer de outra forma, então como mudar a maneira de pensar de um dependente químico? Se já entendemos que um dependente químico pode amar ou apenas usar as pessoas, dependendo do foco, é possível transformar desejo e fissura em sentimentos, isso com medicação e psicoterapia.

Sanar a ansiedade, fissura e desejo pela droga por processos de abstinência é importante com o recurso medicamentoso, entretanto a psicoterapia é importante para trazer responsabilidade e conjuntamente aceitar que as escolhas que a vida trouxe ao longo da compulsão de álcool e drogas é de única responsabilidade do dependente e que tem que arcar com esse peso nas costas, é ele.

Dessa maneira, é importante mudar a maneira de pensar com a psicoterapia, e ao longo dos sentimentos negativos, e ressentimento do mundo, vale ressaltar que a transformação vai acontecendo aos poucos. E juntamente com esse processo a maneira de pensar, se transforma, já que o foco não vai ser mais a substância e sim a vida da pessoa.

Além do mais o psicoterapeuta, nas sessões vai organizando os pensamentos do dependente, direcionando e mostrando os caminhos que podem ser seguidos e que geram sucesso, pois os que geram sofrimento o dependente quimico, alcoolico e farmacológico conhece bem.

O Grupo Encontre Clínicas ao longo de seus 9 anos, no processo de institucionalização de seus pacientes, frisa o tratamento psicológico justamente para que se tenha base e pilares de recuperação sólidos. Para que o autoconhecimento se mantenha sempre diante das inseguranças. O autocontrole diante de situações que gerem desconforto e gatilho para recaídas comportamentais são importantes, e dentro das clínicas de recuperação são realizados enfaticamente esses treinos durante as sessões.

Fale com nossos especialistas! Atendimento 24 horas.

Descubra como nossos consultores podem ajudar você ou seu ente querido a melhor melhor maneira para deixar o vício, conheça tratamento em uma clinica de recuperação . A avaliação por telefone exigirá apenas 5 a 10 minutos do seu tempo. Isso ajudará você a saber sua posição em termos de opções de reabilitação em sua área local.

Compare listings

Comparar